História Amor e/ou loucura - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Drama, Romance
Exibições 37
Palavras 313
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Mistério, Romance e Novela, Saga, Slash, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Lololololo volteiii. Vey mto obg pelos favoritos já são quase 20, meu kokoro agradece (╯3╰)

Capítulo 16 - Onde é que eu tô?


Fanfic / Fanfiction Amor e/ou loucura - Capítulo 16 - Onde é que eu tô?

Acordei no meio da noite, estava tudo escuro. Mas, não era meu quarto, sinto que é um quarto bem pequeno. Não estou em casa. Então, onde estou?

Olho em volta e única luz que vejo vem de uma pequena fresta no teto, além disso, só escuridão. Estou amarrada em uma cadeira, me debato porém não adianta. Tento gritar por socorro, porém meus gritos são abafados por uma mordaça em minha boca. 

Depois de minutos assim, desisto e começo a chorar. Onde estou? Como cheguei aqui? Quem me trouxe aqui? Escuto um barulho de porta se destrancando e paro de chorar. Um homem passa pela porta, não consegui ver seu rosto. Ele se aproxima de mim ese abaixa na altura do meu rosto, o que faz meu corpo congelar :

- S/n, doce S/n... Você está bem? - ele pergunta passando a mão em meus cabelos suados - ah é, você não pode falar com isso. Deixa que eu tiro - ele continua desamarrando a mordaça da minha boca.

- SOCORRO !!! - grito desesperadamente e ele puxa meus cabelos - AI!!!!

- Cala boca, sua piranha! Se eu coloquei uma mordaça na sua boca é pra você NÃO gritar. E mesmo assim, ninguém vai vir.

- Q-quem é você? O que você quer de mim?

- 1° Não interessa quem eu sou. 2° eu quero VOCÊ! Quero fazer coisas com você. Agora você é minha, S/n. Só-minha.

- Você é quase tão doente quanto eu - digo com a respiração pesada

- Por isso somos um par perfeito - ele responde rindo - agora, podemos começar com o básico ...

Ele se aproxima do meu rosto e sinto sua respiração na minha bochecha e desvio o rosto, mas ele o aperta e o vira em direção ao dele e começa a me beijar. Meu pescoço, minha boca, ele parecia tentado e eu simplesmente fico imóvel e muito assustada. Quem é esse doido?


Notas Finais


Siiim acabou ... e só vo lançar o outro quando tiver 25 favoritos (mentira vo lançar daqui a pouco) espero que tenha ficado bom e desculpa ter ficado curto o próximo vai ser melhor e vamo ver quem é esse loko. Então é isso vlw flw (⌒.−)=★


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...