História Amor e/ou Loucura (Vkook) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, V
Tags Bts, Jeon Jungkook, Taehyung (v), Vkook
Exibições 78
Palavras 1.154
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OIN <3
AVISOS: Eu meio que tive inspiração em 50 tons de cinza então se vocês virem qualquer momento alguma coincidência com o livro é porque foi proposital okay?

Capítulo 1 - 0.1 - Borboletas no Estômago


Seoul, Segunda - Feira, 07:36 AM

O Sol estava belo nessa manhã de segunda, oque raramente acontecia.

Jeon JungKook estava no banheiro em seu quarto olhando no espelho os seus grandes olhos castanhos fundos e pensando como se sairia na entrevista de emprego.

Com certeza, mal, ele não tinha nenhum dom que servia para aquela empresa. Não tinha voz firme e muito menos confiante, gaguejava a cada minuto e não conseguia olhar no fundo dos olhos das pessoas desconhecidas

Sim, ele era tímido, e muito, desde pequeno sempre foi assim, era muito fechado e por isso as outras crianças o zoavam, mas ele nunca tinha derrubado nenhuma lágrima na frente daquelas crianças, pois sabia que era mais que isso.

Aqueles eram os típicos pensamentos de sua vida, não acontecia muita coisa emocionante, e então só pensava na sua triste e fechada infância.

Saiu de seus pensamentos matinais e lavou o rosto, aquilo esfriou um pouco a cabeça do jovem que estava nervoso por causa da tal entrevista. Escovou os dentes e saiu de seu quarto passando para a sala onde se encontrava seu amigo de infância, aliás, o único 

J-hope, ele era bem engraçado e divertido, foi o único amigo de Jungkook na sua infância inteira, Kook confiava nele de olhos fechados, J-hope sempre esteve ao lado de JungKook em tudo, se era em uma briga ou um abraço necessitado, ele estava lá, oque tornava J-hope um dos melhores amigos que alguém podia querer.

J-hope - E então Kookie, animado?

- Nem um pouco.

J-hope - Posso saber porque?

- Não acho que vou me dar bem nessa entrevista, não me encaixo no padrão deles.

J-hope - Quem disse? Olha, se você chegou até aqui acho que você se encaixa sim nos padrões deles.

- Quem sabe...

J-hope - Vai dar tudo certo, você vai ver.

Era isso que tornava J-hope um amigo espetacular, o quanto ele colocava a minha auto-estima lá para cima, essa era uma das coisas que eu mais gostava nele

- Vou acreditar em você, e então? Melhorou?

Esses dias o J-hope pegou catapora e ele está em casa desde então, por pedido meu né, porque se fosse por ele, ele já estaria no trabalho, mas não quero que ele fique pior

J-hope - Estaria melhor trabalhando tá fofo?

- Ah, cala a boca, é para o seu bem, olha, já estou indo okay? não quero chegar atrasado logo na entrevista, mas antes quero ver se não estou esquecendo de nada

J-hope - Currículo 

- Nossa! Valeu mesmo

Eu era daquele tipo de pessoa que podia esquecer e/ou procurar algo que estava em minha mão, mas pelo menos J-hope me ajudava

- Então, já estou indo tá? Tem canja e suco na geladeira 

J-hope - Argh, odeio canja

- NÃO PERGUNTEI *risos*

Gritei isso e fechei a porta indo direto para o meu carro, entrei nele e liguei o rádio e estava tocando Melanie Martinez, sinceramente, as músicas dela são fodas.

Cheguei no meu destino e olhei para o alto prédio que dali em diante seria meu trabalho, ou não, vamos ver

Fui até a recepcionista e resolvi pedir informação, já que estava mais perdido do que cachorro correndo atrás do rabo

- Ahm, oi?

Recep. - Sim?

- Então, é que eu vim para a entrevista de emprego com o Sr. Kim

Kim Taehyung, não sei porque mas esse nome me dava arrepios só de falar.

Recep. - O senhor tem hora marcada?

- Sim, a entrevista foi marcada para às 8:00 AM

Recep. - Seu nome, por favor 

- Jeon JungKook

Recep. - Ah sim Sr. Jeon, o Sr. Kim já está lhe esperando, me acompanhe

Acompanhei a moça de olhos azuis e cabelos loiros escuros pelo corredor, onde só via pessoas bem vestidas e com celulares nos ouvidos, estava me sentindo o diferente ali, era o único a não usar terno ou muito menos gravata, na verdade, eh estava usando uma calça jeans preta e uma blusa de listras pretas e brancas junto com um vans preto, eu me sinta uma criança ali

Quando cheguei na tal sala do Sr. Kim ela era a maior sala da empresa tenho certeza

Recep. - É só bater Sr. Jeon, vou voltar ao meu posto, até mais, boa sorte

- O-obrigada

Bati na porta três vezes bem de leve e depois de alguns minutos uma voz rouca me responde 

Sr. Kim - Pode entrar senhor... Jeon

PUTA QUE PARIU! Essa voz me deu medo! Mas ao mesmo tempo a voz dele era realmente seduzente...

_KOOKIE, FAÇA ISSO RÁPIDO! NÃO VAI DOER! APENAS ENTRE, SE APRESENTE, SENTE E DEIXE ACONTECER!_

Meu eu interior me disse, bom, vamos lá 

Assim que eu entrei eu tropecei nos meus próprios pés, nunca mais sigo os conselhos da minha mente, até que ouço uma voz

Sr. Kim - Sr. Jeon? Você está bem?

Ahm, eu não conseguia mais pensar, aquele homem na minha frente me causa borboletas no estômago 

- S-sim, estou bem sim Sr. Kim

_AAAAAH! Kookie do céu! Porque você gaguejou? SEU TROUXA_

Eu acho que o meu interior não gosta de mim. O Sr. Kim apenas riu leve de mim por ter gaguejado e me ajudou a levantar, me arrumei sem nem olhar nos olhos dele, porque realmente, se eu olhasse, minhas pernas ficariam bambas e eu cairia ali mesmo na frente dele

Quando terminei de me indireitar eu comecei a olhá-lo de cima a baixo, mas nunca em seus olhos, mas acho que ele percebeu 

Sr. Kim - Ahm... Sr. Jeon, meus olhos estão aqui.

_TOMA LOGO CORAGEM SEU FROUXO! AMARELOU LEGAL VIU!_

Só faltava eu quase bater em minha cabeça para que meu eu interior ficasse quieto, não queria sermão agora.

- Ah, sim sim, desculpe Sr. Kim

Então foi a vez dele de me olhar de cima a baixo, o olhar dele passava por cada centímetro do meu corpo me causando arrepios.

Sr. Kim - Bom, venha, sente-se

- A-ah, okay.

Então ele foi indo para a mesa dele calmamente, sem nunca perder sua postura elegante e majestosa, se não o conhecesse poderia certamente falar que ele era um rei ou algo do tipo.

Sr. Kim - E onde está seu currículo, meu jovem?

Estava tão admirado com a beleza surreal daquele ser na minha frente que tinha esquecido do currículo

- A-ah sim, me desculpe, aqui está.

O entreguei para ele e assim que nossas mãos se tocaram pude sentir um choque passar por todo o meu corpo me fazendo dar um pequeno pulinho na cadeira, não sei se ele também sentiu isso mas ele me olhou confuso.

Ele examinou a ficha do meu currículo e de tantas coisas que ele podia dar ênfase naquela entrevista ele decidiu começar por uma totalmente fora do propósito ali contido 

Sr. Kim - Então, quer dizer, que o senhor é gay?

Paralisei quando ele disse isso, nem eu sei porque, porque sim, eu era, e não que eu tivesse vergonha de afirmar isso, mas não tinha entendido porque ele queria começar justamente com aquele assunto

- S-sim.

Sr. Kim - Hmmm.. Bom saber 

Deoois de dizer isso ele deu um sorrisinho de lado e continuou examinando a minha ficha, eu tinha achado estranho mas tinha gostado... Oque aquele homem queria me dizer?

%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%




Notas Finais


UROAUDHAAKS
ESSE CAP FICOU TÃO TOP
(pelo menos eu achei)
ATÉ VKOOKAS <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...