História Amor Estrangeiro - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Escolar, Romance
Exibições 105
Palavras 961
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - Por que será?


~ Quatro meses depois

Se passaram quatro meses, estou super bem na escola, fiz mais amigos, mas Sun Hye continua sendo a melhor, Sun Hye e Choi Pal Se resolveu pelo incrível que pareça, agora o Choi Pal é meu amigo... Continuei indo na casa dos BTS, o Jin me ensinou bastante sobre a culinária coreana, só que eu acho que as coisas estão ficando estranhas...

- Uma semana atrás

Fui na casa dos BTS, meu relacionamento de amizade com eles está crescendo bastante, principalmente com o Jin...
Fui mas uma quinta na casa deles, e sempre o resto dos membros não estavam lá, só o Jin. Como sempre colocava o avental, a receita que vamos fazer hoje é um pouco difícil, mas eu acho que vou conseguir. Jin sempre fazia o primeiro, pra eu aprender e tentar fazer. Comecei a fazer, fiquei aguniada, era muita coisa pra cortar, muita coisa pra ir no fogão e ficar de olho pra não queimar ou agarrar. Mas por incrível que pareça, conseguir ficar de olho nas coisas que ficavam no fogão, mas a parte mais fácil que era cortar, não estava conseguindo, fiquei muito aguniada. O Jin viu meu desespero e começou a rir.

Eu: Para de rir, está me desconcentrando.
Jin: Deixa eu te ajudar.

Ele veio atrás de mim, pegou sua mão e colocou em cima da minha, e falou:

Jin: Corta desse jeito que é mais fácil.

Na mesma hora, fiquei super aguniada, olhei pra cima e me arrependi, meu rosto e o dele estavam uns 5 centímetros de distância, arregalei os olhos e me afastei. Então falei com a voz super trêmula:

Eu: E-então é assim que tem que cortar que fica mais fácil, entendi. - Ele se afastou e sentou na cadeira que sempre sentava pra observar meus erros.
Jin: Ótimo que entendeu, agora termina que daqui a pouco os membros chegam.

Comecei a cortar, estava tremendo, senti uma super encarada, enquanto cortava, até que infelizmente quando fui cortar a cenoura, me cortei, já como estava aguniada e estava fazendo muita força na faca, o corte foi um pouco mais profundo, não fiz barulho nenhum, pois o Jin estava mexendo no celular e não viu, estava ardendo muito, comecei a balançar devagar o dedo pra não derramar sangue, não aguentando mais, falei:

Eu: Jin, tem como me ajudar um pouquinho? - Falei super tímida, já tínhamos intimidade suficiente pra eu não falar assim, mas a situação me atrapalhou um pouco.
Jin: Eita! - Ele levantou rápido, olhou pro meu dedo e foi correndo pro banheiro, quando voltou trouxe uma caixa com um pequeno quite de emergência. - Senta aqui. Me dá seu dedo.

Ele começou a passar uns produtos, começou a arde e "reclamei":

Eu: Ai! Tá ardendo.
Jin: Melhor sofrer agora, do que sofrer depois com o dedo inflamado. Como você cortou o dedo? Parece mais desastrada que eu. - Falou indignado, comecei a rir e disse:
Eu: Você acha que eu cortei de propósito?
Jin: Fica quieta, tá atrapalhando. Fica tão nervosa que acaba se machucando. - Ele botou o curativo e falou. - Pode deixar que eu termino, se não vai atrasar tudo.
Eu: Desculpa...
Jin: Só me dá trabalho, aigo!. - Ele esfregou a mão no cabelo dele e começou a fazer o resto da receita.

Ele foi tão rápido, que deu tempo de ele terminar e os outros membros chegarem.
E então eles sentaram e olharam o quão maravilhoso estava aquele prato.

Rap Monster: Cada vez mais fazendo pratos incríveis, parabéns!
Eu: Infelizmente, não foi eu que fiz tudo... Aconteceu um pequeno acidente. - Mostrei meu dedo.
Rap Monster: Eita! Foi muito profundo?
Eu: Não muito!

E então aparece o Jin da cozinha e fala:

Jin: Foi quase nada, nem doeu. - Olhei pra cara dele e ele sorriu sarcasticamente.

Então, todos comeram e como sempre eu e o Jin fomos pra cozinha lavar a louça. E então o Jin falou, enquanto eu secava os pratos:

Jin: Não precisa de afastar tanto assim. - Ele falou, pois percebeu que eu estava super afastada dele. - Não sabia que era tão tímida! Pra que isso? - Falou e botou um prato em cima do balcão.
Eu: Eu não sou tímida! - Falei desviando o olhar, dava muito pra perceber que eu estava super tímida.
Jin: Parece que não percebe que estou querendo me aproximar. - Falou um pouco sussurrando, mas eu entendi e logo eu falei:
Eu: O quê disse?
Jin: Nada, esquece!

Então terminamos de arrumar a cozinha, me despedir dos meninos e pedi desculpa pro Jin, por não ter sido uma boa cozinheira hoje e fui pra casa.
Chegando em casa fiquei pensando no que o Jin disse "Parece que não percebe que estou querendo me aproximar". Balancei minha cabeça e falei pra mim mesma "Não é nada Sayumi! Para de pensar nisso. Impossível ele sentir alguma coisa por você!"

~ Nos dias de hoje

Quinta-feira de novo, nunca estive super agoniada em nenhuma quinta, desde que o Jin falou aquilo não parava de pensar.
Em todos os lugares que eu ia, pensava nisso, pensava, pensava e pensava e ficava falando pra mim mesma "Como ele! Não! Um membro famoso de um grupo de K-pop, gostando de mim? Impossível! Calma Sayumi, não pensa em coisa antes de ter certeza!"

Quando estava deitada na cama, o meu celular toca, "BTS" meu coração gelou e então atendi:

Eu: Alô?
????: É o Jin, Sayumi. Nem adianta dizer "alô" que você sabe muito bem que eu que vou ligar.
Eu: Eu sei!
Jin: Eu quero que você venha hoje arrumada.
Eu: Pra que? Por quê? Jin? Jin?

Ele desligou, sem dá tchau. Não entendi o porquê... Por que será que ele mandou isso? Eu em!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...