História Amor Estrangeiro - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Escolar, Romance
Exibições 156
Palavras 946
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - A mudança part. 3


Entrei no avião, já que a viajem era quase de 1 dia e meio, então tentei descansar o máximo possível, até que conseguir durmir e tive um sonho estranho, eu me esbarrava em uma pessoa em um lugar que não consegui identificar... Não entendi direito, deve ser nada de mais, melhor esquecer...
Senti a sensação de alguém está me olhando, olhei pra ver quem era e era minha mãe, ela sorriu pra mim e disse:

Mãe: Me desculpe, filha. - Sem entender o porquê de pedir desculpa, perguntei:
Eu: Tá se desculpando pelo o que, mãe?
Mãe: Por minha culpa, você vive uma vida corrida e não foi feliz o suficiente.
Eu: O quê? Não mãe, eu fui super feliz, apesar de mudar sempre de país, eu gostei, porque conheci mais sobre as culturas, e eu sempre queria conhecer o país que meu pai nasceu, não se preocupe mãe, eu sou super feliz, principalmente por ter vocês juntos comigo!

Minha mãe sorriu e eu encostei minha cabeça no ombro dela e durmir. Depois acordei com a aeromoça entregando os lanches, então comi, e depois fiquei jogando um jogo que tinha na cadeira da frente.
Possou 1 dia e algumas horas, quando ouço a aeromoça falando que falta 1 hora pra chegar na Coréia do Sul. Tava ansiosa, aguniada, feliz... Com vários sentimentos misturados, até que me distraí com os jogos e passou 40 minutos e ouço de novo a aeromoça falando:

Aeromoça: Apertem os cintos e permaneçam sentados, que estamos prestes a aterrizar!

O avião aterrizou, saímos do avião e fomos pegar as malas que tinham muitas, quando terminamos de pegar, perguntei como iríamos para nossa casa, então meu pai respondeu:

Pai: O motorista vai nos levar pra nossa casa.
Eu: Ah, tá!

Encontramos o motorista, e ele falo que o carro estava perto. Fui andando até a saída e olhando para todos os cantos do aeroporto, era bem diferente dos outros países, até que alguém esbarrou em mim e eu caí, eu olho pra cima, vejo um menino e o reconheço de algum lugar, mas não liguei muito... E lembro do sonho que eu tive, então ele me levantou e falou:

Zzzz: Você está bem? Não se machucou?
Eu: Não, estou bem, obrigada!
Zzzz: Me desculpe, eu costumo ser bem desastrado, eu me chamo Kim Seokjin, mas me chamam de Jin. - Ele estendeu a mão para me cumprimentar.
Eu: Não se preocupa, não me machuquei. - Sorri - Eu me chamo Park Sayumi.
Jin: Prazer em conhece-lá.

Apenas sorri, e quando vejo vem um monte de menino correndo em direção ao Jin, então um deles falam:

Pppp: Cansou Jin?
Jin: Não, eu sem querer esbarrei na menina. - E um outro menino diz:
Ssss: Como sempre. "Jin o desastrado", devia fazer um filme. 

Fiquei olhando pra eles, até que um se manifestou e falou:

Pppp: Ah, oi meu nome Park Jimin. - E os outros também falaram:
Ssss: Meu nome é Min Yoongi, mas me chamam de Suga.
Nnnn: Meu nome é Kim Namjoon, mas pode me chamar de Rap Monster.
Aaaa: O meu nome é Jung Hoseok, mas me chamam de J-Hope.
Vvvv: Kim Taehyung ao seu dispor, mas pode me chamar de V. - E um menino muito tímido:
Oooo: Eu sou o Jeon Jungkook.

Então respondi já que falo coreano fluentemente:

Eu: Então deixa eu me apresentar direito... Eu sou Park Sayumi, tenho 17 anos, minha mãe é brasileira e meu pai é coreano, então eu sou metade brasileira e metade coreana, sei falar 6 línguas: português, francês, alemão, japonês, inglês e coreano.
Estudei todas essas línguas porque meu pai é empresário e por causa do trabalho mudamos de país pra país, mas agora vou morar pra sempre aqui... Contei minha vida toda, mas tudo bem...

Eles ficaram olhando pra mim por 10 segundos, depois o Rap Monster falo:

Rap Monster: Então você fala 6 línguas, já morou em vários países, e agora vai morar aqui?
Eu: Sim. - E todos responderam:
Todos: Aaah...

Então eu falei:

Eu: Eu não sei se é intuição, mas eu acho que reconheço vocês de algum lugar...
Jimin: Ah sim! Você deve ter escutado nossas mu-

Antes que ele terminasse, alguém me puxa, quando vejo era meu pai e ele disse:

Pai: Filha, por que demorou tanto? Tava preocupado.
Eu: Não pai, eu tava falando com os men- Ele me impediu, antes que eu terminasse de falar.
Pai: Não, filha. Vamos, o motorista tá esperando...
Eu: Mas pai...

Meu pai me puxo pela mão, e então quase não vendo os meninos mas, eu virei e deu tchau.
Então, fui pro carro e o motorista nos levou pra Seul, onde que a casa ficava. Chegando lá, achei a casa incrível, a frente era enorme, quando entrei tinha uma sala de estar super grande, que em uma das entradas dava na cozinha, que até imaginei eu fazendo uma bagunça enorme junto com a minha mãe ou talvez minhas amigas... Subi pra ver meu quarto, e lembrei que meu pai, tinha me perguntado que cor eu queria o meu quarto, e eu falei que queria rosa bebê e branco, entrei no quarto e era lindo, simplesmente melhor do que todos os países que morei, achei incrivelmente incrível tudo, depois fui ver as outras partes da casa, até que minha mãe entra na casa e fala:

Mãe: Sayumi, não se preocupe em arrumar as coisas, as assistentes vão arrumar, por isso vai descansar .
Eu: Não mãe, eu vou sair pra conhecer um pouco.
Mãe: Ah, ok! Não demora.
Eu: Ok, mãe. Tchau!
Mãe: Tchau, Sayumi.

Então fiquei andando, vi onde ficava o mercado, loja de acessórios, lanchonete, etc...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...