História Amor eterno - Capítulo 57


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Amizade, Amor, Original, Romance, Sexo
Exibições 27
Palavras 1.043
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 57 - Desconfiança


Fanfic / Fanfiction Amor eterno - Capítulo 57 - Desconfiança

Ana esperava Naty desligar o telefone para falar com ela:

-Vem aqui

-Porque?

-Olha aqui -Ela subiu e mostrou para Naty -Parece que tem óleo nesse degrau aqui

-Estranho,não me lembro de ter derramado nada,pode ser sujeira

-Só nesse degrau?Há Naty me poupe

-O que você acha em tão?

-Alguém pode ter feito isso de propósito

-Não!Quem faria isso?

-Bom eu só confio em mim,em você e no Michel,então pode ter sido qualquer um dos outros três,primeiro lugar seria a mãe dele,ela jogou água na sua cara,na frente de todo mundo

-Mas daí a colocar alguma coisa na escada já é outra coisa

-Sim,mas de uma coisa eu tenho certeza,não era para o Michel

-Acha que fizeram isso pra mim cair,acho que você já tá viajando demais

-Pode até ser,mas é o que eu acho,pode ter sido o pai dele então?

-Não acho,ele foi tão gentil comigo e o Eduardo apesar do que ele fez,ele não faria isso

-Vou limpar isso aqui pra você

Naty e Ana terminaram de arrumar o quarto onde eles ficariam e Ana foi embora não demorou para que eles chegassem:

-Amor!

-Naty,tá tudo bem?

-Sim,vem eu já arrumei o quarto aqui de baixo

Eles levaram Michel até o quarto,e o ajudaram a deitar:

-Você vai ficar aqui comigo não vai?limparam a escada,o que tinha? -perguntou ele a Naty

-Depois precisamos conversar sobre isso e claro que sim amor,eu vou ficar aqui com você

-Quero só ver como vai ficar a empresa agora?

-Isso não é hora mamãe

-Sua mãe tá certa filho,eu não posso ficar no seu lugar tenho uma viagem marcada pra Alemanha,não sei quem pode ficar no seu lugar

-A Naty!

-Eu!Não,claro que não

-Tá louco

-A Naty,meu filho?

-Porque não pai,ela é a única pessoa que conhece tudo que eu estava fazendo ou nós estávamos fazendo,mudar tudo agora só iria atrasar ainda mais o crescimento da empresa,logo agora que ele tá em crescente

-Tem razão meu filho

-Tem nada,sou totalmente contra colocar essa mulher na presidência

-Só em quanto eu me recupero,mamãe seria provisório

-O que acha minha nora?

-Eu não sei

-Há para com esse teatrinho,sua infeliz

-MAMÃE!

-O que é meu filho,vai ver foi até ela que armou pra você cair da escada

-O que?!

-Mãe,isso de novo não

-Mmas,não veem que conveniente para ela

-O que me diz Naty,será só por algumas semanas?

Naty ficou um tempo pensativa e disse – Tá,eu aceito

-Está bem,pra mim não tem escolha melhor

"Não sei o que está mulher consegue fazer com a cabeça dos homens,mas comigo não"

Carlos prosseguiu: -Vamos deixar vocês sozinhos agora,vamos?

-Vamos

Eles foram embora,Naty os levou até a porta e voltou:

-O que você tinha que falar comigo Naty?

Naty se sentou ao seu lado

-A Ana veio me ajudar a limpar a escada

-Isso você já disse

-Ela disse que tipo um óleo lá,não sei,eu também vi e o que ela achou mais estranho foi que nos outros não tinha nada

-Vai ver a empregada,esqueceu de remover algum produto de limpeza,vou perguntar a ela

-é,vai ver,foi isso,mas o mais importante é que você tá bem e tá em casa

-Fica aqui,eu te amo tanto -disse ele a beijando

-Tem certeza que quer que eu fique no seu lugar na empresa,se quiser eu posso deixa pra lá e ficar aqui com você

-Eu adoraria te ter aqui o dia todo,mas não podemos abandonar a empresa agora e o papai vai viajar,então vai ficar mais difícil ainda

-Eu entendo

-E eu só confio em você

-Tá bom -Ela o beijou,deitando ao seu lado,adormeceram mas por pouco tempo,logo amanheceu,Naty levantou,tomou banho,se arrumou,preparou o café,ligou para Eduardo e depois voltou ao quarto falar com Michel:

-Amor,acorda,eu já tô saindo

-Já! -disse ele se acordando

-Como você está se sentindo,tá doendo a perna?

-Não,tô bem

-Eu liguei pro Eduardo,ele vai ficar aqui te fazendo companhia,eu dei a ele uns dias de folga a ele

-Não precisava,senhora presidente

-Engraçadinho,já quer o seu café?Eu já fiz

-Não,depois eu tomo

-Então eu já vou

-Bom trabalho meu amor

Eles se despediram e quando Naty ia saindo,Eduardo estava chegando:

-Bom dia Naty!

-Bom dia,entra,você já deve conhecer bem a casa -disse Naty ironicamente

-Conheço sim,queria que algum dia você me perdoasse pelo que aconteceu aqui

-Eu já te perdoei,mas nunca vou esquecer

Naty foi trabalhar,Eduardo foi falar com Michel:

-Posso entrar?

-Entra aí

-Como foi fazer isso seu desastrado?

-Cai da escada

-Eu sei,mas devia cuidar por onde desce,tá doendo?

-Não,mais

-Tá inchada e que história é essa de colocar a Naty no seu lugar?

-O que que é?Também vai reclamar?

-Calma!Não,só perguntei

-Ninguém entende aquilo lá melhor que ela

-Isso é


Naty chegou na empresa e teve que contar tudo as outras que ficam a perturbando:

-Vamos continuar conversando,lá dentro,acho melhor

J -Na presidência?!

C -Claro né você não ouviu que ela é a nova presidente

-Presidente provisória,já falei,entrem,vamos

Naty se sentou e continuaram conversando:

C -E quanto tempo ele vai ficar fora?

-Não sei,na verdade não sei,mas acho que uns meses

L -E desculpa minha indiscrição Naty,mas e essa aliança,aí na sua mão direita?

-Há,esqueci de contar isso a vocês,nós nos casamos na viagem

-O QUE!? Gritaram todas em coro

-Eu falei que a gente ia viajar,pro Havaí

J -Sim,mas não nos falou que ia se casar lá

-Não sabia,o Michel me fez uma surpresa

C -E quem convidaram?Claro que nós nunca íamos poder ir

-Não,só estávamos nós dois,o juiz e o fotografo

L -Vocês se casaram sozinhos?

-Sim e foi lindo,depois eu mostro as fotos pra vocês

L -Parabéns Naty

C -Então agora você é a senhora Saliere

J -E desculpa perguntar Naty,mas como os pais dele reagiram?

-O pai dele entendeu que nos amamos e ele até concordou que eu ficasse aqui,já a mãe,essa não me suporta

C -Essa não suporta ninguém

M -Ela te fez alguma coisa Naty?

-Não,na verdade,ontem a Ana viu óleo no degrau da escada que o Michel caiu e chegou a suspeitar de alguma coisa,mas não,a não ser que ontem jantamos juntos e ela me atirou água na cara

L -Como foi isso Naty?Nos conta desde o começo

Naty contou tudo que havia acontecido a elas,passaram lá mais de uma hora conversando:

-Meninas,meu Deus,vamos trabalhar,já estamos aqui a um tempão



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...