História Amor imprevisível - underfell - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Exibições 79
Palavras 550
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Fantasia, Ficção Científica, Hentai, Magia, Romance e Novela, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Pode pegar pipoca rapaziada porque tem novo capitulo

Capítulo 5 - Ela voltou...


Fanfic / Fanfiction Amor imprevisível - underfell - Capítulo 5 - Ela voltou...

FRISK ON

Eu estava caminhando lentamente até a cozinha até escutar um barulho de passos do lado de fora, estava indo até a porta do corredor e vi o quarto vizinho que estava com uma placa que falava: (nenhuma RAPARIGA mal comida entra nesse quarto...ouviu sans), deu muita vontade de ver o que tinha lá dentro, mas a curiosidade de saber o que tinha lá fora era muito grande, abri a porta e o vento entrou

- TA FRIO PRA CARALHO  - volto para o quarto de sans já que ele estava dormindo ( sans até que é fofo dormindo)só que muito silenciosamente, pego seu casaco e saio correndo pela floresta 

- TEM ALGUÉM AQUI - grito com medo da resposta 

- o que veio fazer aqui - escuto um sussurro atrás de mim

- não vou falar nada até que você apareça! - eu não tive reação é fiquei parada escuto os passos ficando mais altos até que eu começo a sentir sua respiração em minhas costas 

-  não é de hoje que vo não é mesmo minha fujona - me viro em um pulo já com lágrimas escorrendo em meu rosto, esse era o apelido que minha irmã tinha me dado a muitos anos atrás quando eu fugia de tomar de banho pra ficar brincando em volta dos botões de ouro 

- achei que nunca mais iria te ver - eu a abraçei com tão pouco eu já estava quase morrendo de tanto chorar 

- não chore se não eu vou chorar também - eu a solto e vejo que ela estava com a katana de nosso pai é ela estava coberta por....sangue

- Chara esse sangue...

- são de demônios 

- quais?! - por algum motivo começo atremer

- nossos pais - seus olhos estavam vermelhos ela olha para os lados como se escutasse barulhos, mas nem deu importância - eles foram mais e presisavam ser punidos da pior  maneira possível

- você os matou?! - levei a mão na boca não acreditando no  que ela tinha feito

- bem devagar para que eles sentissem a dor que nos sentimos por anos - seu sorriso me trazia arrepios...talvez sua sede por vingança lhe fez ficar desse jeito 

- você não é minha irmã - minha voz ficou quase tão baixa como um sussurro 

- o que disse -começei a encara ela

- minha irmã nunca mataria alguém - ela segura meu queixo com um olhar maligno 

- pois fique sabendo que essa é a sua nova irmã aquela que não pensaria duas vezes antes de te matar então melhor ter cuidado - ela puxa sua katana e se prepara para me dar uma facada

- TIRA A MÃO DA MINHA CADELINHA SUA VADIA - e do nada Brota Sans dando murro na minha querida irmã psicopata que agora estava desmaiada no meio da floresta

- sans!

- eu sei eu sou demais

- VOCÊ ACABOU DE DAR UM MURRO NA MINHA IRMÃ SEU DOIDO

- essa e a...sua irmã - ele tá com uma cara de : FUDEEEEU

- aí merda o que eu fasso?

- sei lá deixa ela aí para algum BIXO comer!!

- SANS você não tá ajudando!!!!

- Que tal a gente leva lá para casa essa doida se você se importa tanto

- obrigada! - com algum tipo de magia Sans começa a levitar ela e até a casa dele

                  CONTINUA...

           







Notas Finais


fiz a fic escutando melanie espero não ter influenciado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...