História Amor imprevisível - Capítulo 19


Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Abo, Lemon, Original, Yaoi
Visualizações 261
Palavras 995
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Misticismo, Orange, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Slash, Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Cross-dresser, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Amem, uma pessoa de bom coração se voluntariou pra me ajudar a editar o cap, bem ela fez quase tudo eu só dei a base pro capitulo, então qualquer elogio vai pra ela (80% pra ela e 20% pra mim) .
Bjs e bom proveito do cap.
Ps: vou deixar a fic dela nas notas finais (mesmo tendo cap pra caramba vale a pena ler)

Capítulo 19 - Tio


Fanfic / Fanfiction Amor imprevisível - Capítulo 19 - Tio

Pov´s Myu

 

Nem sei se posso dizer isso sendo tão jovem, mas estou cansado.

Assisto Aoi sair pela porta, nem preciso descrever o quanto isso pesou em meus ombros, é uma sensação nova.

Nunca fui bom em algo, então as pessoas não esperam grandes realizações virem de um mero ômega como eu, mas quando Aoi olha para mim, sinto que minha capacidade de resistir é testada.

Quanto tempo mais ele quer brincar comigo? Não sou um objeto! Sim, eu fui pra cama com ele, mas aquilo foi por causa do cio. Myu não é um ômega mediano!

Depois dele sair, e eu ter meu momento de reflexão, deito na cama para descansar, pensar tanto me deixou com sono.

Me acomoda na caminha e enrolo o lençol em meu corpo. Me cubro totalmente, as únicas descobertas eram a minha cauda que balançava na atmosfera e as minhas orelhas felpudas.

Na ponta da minha cauda tinha um lacinho rosa e toda vez que balançava, as fitas soltas do laço planavam lindamente.

De repente alguém bate na porta, me fazendo abrir os olhinhos.

Sem mesmo eu responder se podia entrar, a pessoa abre a porta de uma vez.

Miro para o mesmo e me encolho ao deparar-me com meu titio.

Tio: Myu você está bem? seu amigo saiu correndo - Pergunta bastante receoso.

Com essa atitude, temo que ele peça para averiguar meu corpo e ver de contém alguma marca de um alfa.

Queria poder me esconder de algum jeito. Desde o que aconteceu no carro, tenho esse desejo de me distanciar dele.

- Sim, nã-não foi nada - Me sento na cama mirando para o chão.

Não quero mira-lo ou terei ainda mais medo.

Escuto seus passos e olho para frente, ele estava com uma expressão assustadora - Certeza que ele não fez nada? Você parece tão mal - diz colocando sua mão em meu rosto e acariciando o mesmo com o polegar.

Arregalo os olhos e engulo à seco. Minha face esquentou com seus toques, mesmo que a palma de sua mão fosse tão fria quanto gelo, ela me aquece igual fogo.

Isso não é bom! Estou confuso! Quero muito me esconder, mas seus toques me estimulam à ficar.

-T-tio Leo... - Clamo numa última tentativa de pedir que pare.

Ele responde com um ´´hum´´

-você gosta de mim? Quer dizer, você me beijou - fico mais vermelho - E não foi um beijo de tio e sobrinho.

De onde surgiu isso!? EU SOU CRIANÇA POR ACASO!? QUEM ESCREVEU ESSE ROTEIRO? QUERO MATAR! Kyaaaaaa

Ele me olha quase como se não esperasse pela pergunta, mas logo sorri de modo gentil pra mim.

Tio: O que você faria se eu te dissesse que sim? - Ele posiciona seu dedo embaixo do meu queixo, e o polegar em cima (como se o prende-se), ele levanta meu queixo.

- Não sei - digo desviando meu olhar.

Não é bom! Cansei minha mente pensando no caso do Aoi que agora ela está esgotada para pensar num jeito de contornar essa situação constrangedora!

Tio: Hum, que tal ver se você se excita com o meu toque? - Olho pra ele, sua expressão se mostrava maliciosa.

Como uma pessoa pode ser terrivelmente sexy desse jeito?

Meu coração lá de baixo (se é que me entendem) estava curioso pra saber se seria tão bom quanta com o Aoi.

Tio: Rsrsrsrs ou será devemos tentar isso depois? - Disse afastando seus dedos do meu rosto.

Imediatamente minha cauda traiçoeira se enlaça na dele impedindo-o de se afastar.

Ele me olha com uma expressão gentil e ao mesmo tempo maliciosa. - Pelo visto não sabe o que sente, mas quer descobrir?

Meus olhos vibram, estava até difícil acompanhar seus movimentos daí por diante. - Ahh ér... nã-nao... - Digo tentando empurra-lo para longe de mim.

Ele me faz deitar na cama sem nenhuma delicadeza, acho que meu tio está sedento - Você é tão fodidamente sexy, Myu! Como eu consegui me controlar esse tempo todo? - Sussurra na minha orelha, fazendo meus pêlos arrepiarem.

Tento dizer algo, mas fui silenciado sua boca.

Sinto sua barba roçar nos meus lábios me arranhando de leve.

Seu feromonio forte de alfa se fez presente fazendo meus braços se renderem por si só sem demonstrar resistência.

Sinto meu canal lubrificar e o líquido descer entre minhas pernas.

Logo aquele pequeno selar de lábios se torna algo mais carnal, cada um desejando mais o outro, gemo a cada brecha que tenho para enfiar minha língua dentro dele.

Ele puxa minha mão de repente e a cola em seu pênis ainda coberto pela calça. Leo conduz minha mão para massagea-lo lentamente.

Ele é tão quente.

Ao poucos seu membro fica maior e mais grosso, chegou um limite de eu me perguntar se tinha como ele crescer mais!

Estava imaginando se caberia dentro de mim... Mesmo que não desse na primeira, ele poderia forçar até entrar. Isso seria muito bom e selvagem.

Também fico imaginando se caberia na minha boca e em como isso poderia deixa-lo feliz.

De repente eu percebo algo, era tudo muito gostoso, mas algo não se encaixava, ele é muito experiente, mas não me completa, não me faz derreter a cada segundo que se passa, é simplesmente sexo...

Me separo do beijo - T-tio - Clamo ofegando igual um louco!

Leo teimou em beijar meu pescoço, eu não o impedi, mas fiquei controlando-o para não voltar a beijar minha boca.

- Desculpa mas acho que não consigo fazer isso agora, mas talvez amanhã - Digo dificultosamente, ele estava eufórico.

Ele para imediatamente, então me lança um olhar decepcionado. - Tem certeza?

Assinto.

Nesse momento ele sai de cima - Tudo bem, mas na próxima vez, não vale me deixar só na expectativa - Diz indo em direção a porta e fechando a mesma depois de sair.
Nyaaa, olho pra baixo -acho que vou ter de resolver isso e outras coisas - digo encostando de leve em meu membro.


Notas Finais


E então gostaram do assanhamento do tio do Myu?
e só pra deixar claro o myu não sente repulsa pelo cheiro dos alfas que ele convive a algum tempo(tio) , ou que tem uma natureza amável(Akira)
Fanfic da pessoinha que me ajudou:
https://spiritfanfics.com/historia/yaoi-zoo-personagens-gays-baseados-em-animais-8184024


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...