História Amor inacabável ou inabalável? - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Itachi Uchiha, Karin, Kushina Uzumaki, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Itadei, Sasunaru
Visualizações 42
Palavras 767
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Tenham uma boa leitura.

Capítulo 17 - Capítulo 17


—Eu poderia até reclamar e pedir para você sair de cima de mim,mas é inevitável o que sinto.—Falou,alisando os fios negros que caiam sobre sua face.

—Pode tentar,não irei permitir que vá,dobe.Não vai passar por aquela porta facilmente.

—Falando nisso,você não tinha que estar trabalhando agora?

Seria o meu horário de intervalo.Acho que ainda dá tempo de chegar lá.Só não sei se poderei ficar hoje depois de ter simplesmente ido embora sem dar explicações.

—A propósito,posso ir também? —Disse,enquanto levantavam do sofá e aproximavam-se da porta.

—Não,sinto muito.Por que quer isso? —Franziu a sobrancelha,soltando a mão do outro.

—Quero estar mais com você...ainda mais após tudo aquilo que aconteceu.Onegai...—Seus olhos brilhavam,pedindo com sinceridade,ao passo que abraçava a cintura do outro firmemente.

—Eu não sei,é melhor não.

—Por que está me evitando? —Cruzou os braços,como uma criança teimosa quando não aceita algo.

—Eu não conseguiria me concentrar olhando para você.—Falou,dando alguns passos rápidos para despistá-lo e entrar logo em seguida no carro à frente.

—Espere,deixa eu ir junto... —Pediu novamente,puxando sua camisa,fitando-o enquanto este focava-se em suas pupilas dilatadas.

—Tudo bem,então.Mas com uma condição,que você me ajude.

—Arigato! —Avançou no Uchiha,que mal conseguiu respirar com o contato.

—Pode entrar.—Abriu a porta para o loiro,que esquecera de se assegurar.

—Naruto,coloque o cinto.—Ordenou.

—Não precisa,o que pode acontecer? Eu confio em você dirigindo.

—Estou mandando que ponha logo! Não é seguro.

—Estamos perdendo tempo.

—Desisto.—Falou,colocando o cinto para ele,nervoso.


(...)

—É aqui.Podemos ir.—Apontou para a porta em que deveria entrar.

—Sasuke! —Puxou seu braço de súbito.—Por que não compareceu antes? Está atrasado! Adicionarei as horas perdidas no seu turno de hoje.—Esbravejou Mikoto,fitando Naruto ao seu lado,tímido.

—Gomen...Nesse caso o meu tempo livre já se passou.—Olhou para o relógio em seu pulso.—Ele pode me ajudar para adiantarmos o meu atraso?

—Espera,foi você que esbarrou em mim...

—Nem havia lembrado,estava com pressa e aborrecido.Foi apenas um mal entendido.Não é,teme? —Acariciou seu rosto,com ternura.

—Vocês estão juntos? Lembro-me de você,frequentemente estavam fazendo algo,não importa o que fosse.

—Er...nós realmente não somos apenas amigos.—Falou envergonhado,escondendo-se atrás de Sasuke.

—Para com isso,Naruto.É somente a minha mãe.

—Não poderá ajudá-lo.Ele tem que fazer todo o trabalho sozinho.

—Mas por que? —Falou em tom de voz triste.

Você se atrasou.Seja mais responsável.

—Bom,então acho que vou indo.—Naruto aproximou-se da porta.

—Não vai não! Vai ficar aqui comigo.

—Não decida por mim! 

—Tsc,então pode ir! Nem vai fazer falta.

—Podem parar de atuar.Vocês podem trabalhar juntos,mas só por hoje.—Dizia enquanto limpava um pouco de sangue em seu nariz,disfarçadamente.

(...)

—Nossa,isso não acaba nunca,teme?

—Parece que não.—Falou cansado,deitando a cabeça no ombro do outro.

—Sem descanso! Se ficarem assim é que não irão terminar.

—Faltam apenas alguns minutos.Acho que consigo continuar.

—Claro,você já não faz nada mesmo né,dobe.—Falou,sendo acertado com uma prancheta.

—Não vão discutir aqui,né?

—Como você é chata...—Resmungou.

—É o que,Sasuke? —Usou um tom de voz ameaçador,segurando-o pela camisa.

—Eu não falei nada.

—Eu acho bastante complicado esse trabalho.É preciso fazer as anotações sobre o que será transferido para as outras vilas.Tudo na data certa e como será feito.Como as shurikens,kunais,espadas,vestimentas,as missões cumpridas ou as que deram errado,as equipes e muito mais.Relatar tudo isso todas as vezes e produzir os apetrechos é demais,mesmo que cada tarefa seja dividida.—Falou,quase surtando.

—Calma,Naruto.—Mikoto o acalmou.—Isso é porque há sempre um desentendimento ou alguma missão importante a ser feita por parte dessas vilas,por menor que seja.Agora,fim do turno,podem ir.

—Finalmente.—Disse Sasuke,não hesitando ir logo até a saída e largando tudo o que tinha em mãos,aliviado.

—Ei,Naruto,por que não pensa em trabalhar aqui?

—Eu não sei.Tenho a oportunidade para pensar? 

Ainda vai pensar? Ficar o dia inteiro com quem ama,como poderia recusar? Pensou,Mikoto.

—Esse é o meu número.Amanhã me dê uma resposta.—Entregou-lhe um papel e ele confirmou com um aceno.

—O Sasuke já foi e você ainda está aqui.Cuidado para não ir sozinho.

—Ele não me deixaria para trás.—Disse,indo embora e despedindo-se.

(...)

—Quer que eu te deixe na sua casa ou vai continuar aqui? —O loiro não respondeu,estava pensativo.Mesmo após sair do carro,apenas abriu a porta,entrando na casa.

—Acho que vou ficar por aqui mesmo.Está tarde.

O Uchiha aproximou-se,envolvendo seus braços no corpo do outro.

—Quer dormir comigo esta noite?—Sussurrou em seu ouvido.

—Não precisa perguntar duas vezes.—Disse,empurrando-o contra a parede,freneticamente.

—Calma,dobe.—Sorriu maliciosamente,sentindo o corpo sendo pressionado fortemente.

—Não vão transar aí,né? —Disse Deidara,constrangido.

—Como você é estraga prazeres.—Disse,virando-se de costas.

—Vamos jantar,não comemos nada o dia inteiro,dobe.Tem uma coisa que você gosta.

—Ramen...—Disse,vendo o que era preciso para fazê-lo.Seu sorriso parecia que iria rasgar sua boca.

—Só teremos que preparar.Você me ajuda?

—Claro que ajudo,meu bem.

(...)

—Acho que fizemos demais.Não aguento mais.

—Pode deixar o resto aqui.Talvez eu tenha exagerado.

—Vamos dormir? Estou cansado,e você também.

—Vamos,dobe.—Falou exausto,indo em direção ao quarto e deitando em sua cama.Naruto fez o mesmo em seguida,ao seu lado.

—Estou sem sono.

—Você comeu demais.—Riu.

—Eu sei.É que estava tão bom.—Fechou os olhos para tentar dormir,mas fora inútil.

—Naruto,eu quero você... —Disse,corando e fitando-o.

—Pare,Suke...—Virou-se de costas e sentiu cócegas no abdômen e o calor do corpo do Uchiha.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...