História Amor inconveniente (ABO) - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jungkook Taekook, Namjin, Vkook, Yaoi, Yoonmin
Exibições 180
Palavras 1.367
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eai. Voltei.

Capítulo 7 - Kim Namjoon, eu te odeio..


Fanfic / Fanfiction Amor inconveniente (ABO) - Capítulo 7 - Kim Namjoon, eu te odeio..

Pov's Jungkook On


  


  Acordei já de noite suando igual um porco com um calor desgraçado e meu amigo lá de baixo estava me matando de dor.Só me virei para ver se encontrava o Tae,mas ele não estava lá. ouvi uma batida vindo do banheiro, me vesti e fui ver o que era. 


Quando abri vi Taehyung vermelho se olhando no espelho, vi que sua mão estava machucada.


- O que houve Tae?


- Não chega perto!- o olhei incrédulo e não acreditei. Lágrimas se fizeram em meu olho e ameaçaram cair.- Não chora Kookie, quem deveria estar chorando era eu, ta doendo muito?


- O-O que?


- Eu te machuquei.


- N-Não.


- E isso é o que?- Ele abaixou a manga da minha blusa e me virou para o espelho, vi uma incrível marca roxa no meu ombro e um chupão quase virando preto no pescoço.


- Exagerei de novo. EU SABIA QUE ISSO IA ACONTECER!DROGA!- Tae usou a voz de alfa e eu me encolhi,o mesmo barulho que eu tinha ouvido se fez presente ali após Tae socar a parede. Então foi isso.


- T-Tae, e-eu não me importo, sério.- Não sei o que aconteceu comigo mas eu fui por trás dele e lambi a ponta de sua orelha, acariciei o membro dele por cima da roupa o que o fez soltar um suspiro pesado. Na minha mente só se passava o desejo de o ter dentro de mim de novo.


- Tire a roupa.- Ele disse e eu fiquei surpreendido.


- o-o que?- Ele revirou os olhos e começou a tirar minha roupa, entendi o que ele estava fazendo e o ajudei mas assim que fui o beijar ele se esquivou e riu baixinho.


- Não é isso Kook, olha só isso. - Tae apontou pro meu corpo nu e eu agora podia vislumbrar várias marcas roxas. Por que ele não vê que eu quero fazer logo aquilo com ele de novo!?


- Tae, esquece! - Eu o beijei ferozmente e ele colocou as mãos na minha cintura.


- Tem certeza? kook, eu não quero te machucar!


- Tae, eu quero você dentro de mim agora! -Ele se surpreendeu e sorriu quadrado. Menino não faz isso...


    Parece que finalmente ele cedeu e parou de tentar me impedir. 


( vocês sabem o que rolou... Sim, não vai ter outro lemon (*^﹏^*) )


  


O resto da semana foi desse jeito, Tae não me deixou pisar um pé fora de casa, quem dera ir à escola. Tae chegava aqui em casa pra me passar a matéria mas não conseguia me explicar nada, sempre acabava em ****.


    Quando finalmente esse inferno que se chama cio passou eu estava com bastantes machucados, por mais que Tae cuidasse bem para não me segurar com força ele perdia um pouco do controle...



Essa foi uma longa semana. Posso dizer uma das mais felizes, por que finalmente admiti que gosto do Tae... 


   Jimin passou a semana fora de casa, tae disse que ele o via todo dia na escola e que ele estava na casa do Yoongi, aí tem coisa. Jimin anda muito na casa do Yoongi ultimamente, na semana que cheguei mesmo ele chegava a noite e dizia que estava lá, eu decidi parar de pensar nisso...


 Eu estava nervoso em ir para a escola depois de uma semana, por mais que eu e o Tae tenhamos pegado BASTANTE intimidade essa semana eu não sei se significou algo para ele ou se fui mais um "ômega no cio" para ele...


  Eu estava me sentindo mal em mentir pro Jungkook, eu nunca admitiria que tenho um rolo com o Yoongi enquanto ele tem esse "medo" de alfas. Parece que Tae não lhe é um problema mas toda vez que um dos outros tenta se aproximar ele se afasta e dá pra perceber a insegurança. Na semana que Kook chegou o Yoongi entrou no cio e eu passava as tardes lá, o ajudando...COF COF. Jungkook diversas vezes perguntou se tinha algo entre nós mas eu não queria falar.


-Jimin-shi, depois de amanhã vai ter um jogo de basquete do meu time, posso contar com você lá? - Yoongi me acordou de meus devaneios subindo em cima de mim naquela cama enorme que ele tem...


- Ahn? Ah, posso ir sim!


- Leva o Kook com você...


- Por que? você sabe que ele...


- Aigoo Jimin, uma hora ele vai saber, e todos também. - Yoongi falou isso saindo de cima de mim e se levantando, em seguida abotoando sua calça e vestindo sua blusa, imito suas ações e vamos tomar banho, não rolou nada mais que beijos no chuveiro seus pervertidos. Nos arrumamos com o uniforme e fomos para a cozinha. Já era quase hora de ir a escola, hoje seria o ultimo dia que eu ficaria na casa dele, o cio do Kook acabou. Aish, me lembrarei de nunca ficar em casa durante um cio do Jungkook...


Entrei em casa para pegar minhas roupas no meio da tarde e subo para o meu quarto, quando passo em frente ao quarto do Kook ouço coisas que traumatizariam qualquer um.


-T-Tae...ahhhhh... P-por..porfavor...mais R-RapiDO... 


    Depois de ouvir isso eu vou correndo para o meu quarto e tranco  porta, junto minhas coisas em uma velocidade incrível e como um flash vou para fora daquela casa. Juro só voltar aqui quando isso acabar.


Eu RI baixo ao lembrar disso e Yoongi me encarou.


-O-O que foi Hyung?


- Já falei que gosto quando seus olhos fecham em durante um sorriso?


- Já kkk


- Ahn? Não lembro! Emfim... Amo seu sorriso ChimChim


- Esse apelido é de macaco Hyung!


- Combina com você!


- O QUE? - Fui até ele dando tapas em suas costas enquanto ele ria muito ainda segurando a xícara cheia de café, como se meus tapas não fizessem nenhum desconforto nele.


- Chega,chega - Ele colocou a xícara na mesa e segurou meus braços. Ele andou para frente me fazendo ir para trás ate bater as minhas costas na parede - Acho que está confundindo os papéis ChimChim, mas eu só Bato para ouvir você gemer. - Yoongi tirou a mao do meu pulso esquerdo e levou até a minha coxa, ele apertou e mordeu os lábios. Eu o ajudo selando nossos lábios em um beijo calmo e cheio de carícias, meu Hyung ama quando seguro seu cabelo então faço carinho na sua nuca brincando de vez em quando com os cabelinhos ali. Nos separamos por falta de ar e Yoongi louco me dá um chupão no pescoço forte.


-H-Hyung! - Ele passa a língua em cima e beija o chupão.


- Estou treinando para quando eu te marcar Jimin... - Eu o olho no fundo dos olhos e vi que ele rrealmente falou a verdade, ele realmente queria me marcar? Um apito de relógio nos disperta para a realidade. Aula. 


- Aish, vamos.


 Namjoon estava agindo de forma estranha ultimamente, ele não me olhava mais no olho nem queria saber das minhas ligações. Eu realmente admito que não tenho nada haver com a vida dele mas poxa, todo mundo sabe que eu gosto dele. Só ele não. Chego na escola mais cedo para pensar melhor e vou para a sala, maldita hora. Ao chegar perto da porta ouço barulhos estranhos, abro a porta e Namjoon estava suando e se contorcendo na cadeira da professora.Eu não estava entendendo nada, ele não estava no cio, não sentia cheiro vindo dele. Até que ao me aproximar mais ele me notou.


- J-Jin. Não se...aproxime.


- Namjoon? Esta... No cio?


- Não... Mas...ahh... Se afasta por favor, da para parar?-Ele falou isso masNaoNão pareceu falar comigo.


- Nam, você ta bem? - Cheguei ao lado dele e vejo o porquê disso tudo. A professora de educação física estava entre as pernas dele, não tinha cheiro por que ela é uma beta. Filha da puta para ser mais específica. Mesmo me vendo ela não parou o que estava fazendo, só deu um sorrisinho cínico e continuou olhando para mim. Senti as lagrimas descerem pelo meu rosto. Namjoon a tirou dali e subiu o zíper de sua calça, eu estava sem forças mas quando ele se apriximou eu corri. Corri como nunca, não queria que ninguém me achasse ou tocasse em mim. Fui para o armazém lá no final da escola e gritei, chorei, bati nas vassouras... Descontei minha raiva.


Kim Namjoon, eu te odeio.


Notas Finais


Gente. Eu revisei dessa vez kkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...