História Amor Infinito - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Alyssa Fernandez, Amor Infinito
Visualizações 58
Palavras 628
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Uma nova amiga


Já se fazia um mês que eu e mamãe tínhamos nos mudado. Flávia saia o tempo todo organizando eventos por toda cidade. Ela estava ficando bem famosa no ramo e ainda estava ganhando muito dinheiro, o que a deixava muito feliz pois poderia ir quase sempre no shopping fazer compras e renovar uma coisa aqui e ali na casa.

Eu estava começando a ficar entendiada, sempre estava sozinha e pior de tudo não tinha amigos. Na realidade nem saia para ver as pessoas e com muita sorte conversar com elas. Mas naquela manhã de domingo iria fazer diferente. Acordei por volta das dez horas, vi um bilhete de Flávia avisando que ela iria chegar tarde. Ótimo, poderia dar uma volta sem ter que avisar para ninguém.

Antes de qualquer coisa iria comer algo, peguei um potinho de iogurte natural e coloquei cereal dentro, estava uma delícia. Liguei a TV e estava em um programa de fofocas de celebridades, pelo que parecia o assunto do dia era o fim do relacionamento de Justin Bieber e Selena Gomez. Me senti infeliz, não sabia absolutamente nada sobre o casal mas pelas fotos eles pareciam se gostar tanto, como algo tão grande poderia simplesmente acabar? Desliguei a televisão para tentar esquecer o assunto. Peguei minha caderneta onde escrevia alguns poemas, apenas para passar o tempo, e fui em direção à saída. A rua estava pouco movimentada, as pessoas passavam e apenas jogavam leves sorrisos umas às outras.

Sentei em um banco num parque e fiquei observando um grupo de adolescentes jogarem futebol, eles pareciam tão felizes. Senti um aperto no coração, estava longe de meus amigos. Olhei para a folha com apenas alguns versos e comecei a escrever. Estava me sentindo péssima, era como se cada palavra que jogava no papel sentisse um certo alívio dentro de mim. Parei ao ouvir a voz de uma garota.

- Ei, posso me sentar aqui? - perguntou ofegante.

- Claro. - respondi tirando meu estojo do banco.

- Desculpe por atrapalhar, mas os outros bancos tem poucas árvores e hoje está bem quente, então só me restou esse.

- Imagina.

- Ahh, meu nome é Caitlin Beadles. Prazer! - disse mostrando um largo sorriso, ela era bem bonita.

-Humm... prazer. O meu é Alyssa Fernandez.

Ficamos em silêncio por um longo tempo. Fechei a minha cardeneta, não estava mais com vontade de escrever, e fiquei observando os garotos jogarem bola.

- Você é daqui? - perguntou Caitlin.

- Não, sou do Brasil. - dei um leve sorriso. - Meu inglês é tão ruim assim?

- Não, é ótimo... - respondeu Caitlin. - E aí, faz muito tempo que você veio morar aqui?

- Um mês e alguns dias.

Meu olhar recaiu na sua perna, tinha uma feia marca que já estava cicatrizada mas deixava transparecer que havia sido um grande acidente.

- Desculpe, mas o que é isso na sua perna?

- Ah isso, - sua voz estava calma - Foi um acidente há cerca de três anos atrás.

- Nossa deve ter sido horrível! - falei lembrando os terríveis momentos que tive quando me acidentei.

- É foi mesmo.

Nós conversamos por um bom tempo, os amigos de Caitlin já até haviam ido embora. Ficamos apenas eu e ela no parque.

- Sei lá, vamos marcar para a gente sair. Tipo ir no shopping, cinema... qualquer lugar. - disse Caitlin entusiasmada.

- Ah sim claro, é só a gente marcar. Bom eu tenho que ir para casa, então tchau foi um prazer conhecer você.

- O prazer foi todo meu. - falou me dando um forte abraço.

 

A casa estava silenciosa o que significava que Flávia não havia chegado.

Senti uma forte alegria crescendo dentro de mim, eu finalmente tinha uma amiga: Caitlin Beadles.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...