História Amor intocável (Kim Taehyung) - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys (bts), J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga
Visualizações 17
Palavras 1.115
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá gente,depois de décadas eu estou aqui.
bom,eu não postei mais porque ocorreu uns probleminhas pessoais,e ficou difícil pra mim,eu pensei até em desistir da fic.
Mais já tem tantos favoritos,e pessoas que eu sei que gostam da fanfic,eu agradeço do fundo do meu coração,eu pensei que não ia ficar legal,mais deu certo e fico muito feliz e agradecida por isso.
Bom,sem mais delongas vamos pro capitulo.💖

Capítulo 11 - Capitulo-11


Fanfic / Fanfiction Amor intocável (Kim Taehyung) - Capítulo 11 - Capitulo-11

Assim que saí de meus devaneios vejo que já cheguei a faculdade.Adentro a mesma,e vejo que ainda tem gente pelo pátio.

- Nossa que sorte,pensei que estava atrasada.-digo aliviada.

- CECI!-grita uma voz fina,suponho que seja Momo.

- Ceci...aish...-chegou perto de mim,e apoiou suas mãos no joelho,estava cansada por ter corrido muito.

- Garota para que correr tanto?-disse indo até o bebedouro e voltando com um copo d'água para ela.

- Estava te procurando,a madruga na tua casa ainda está de pé né?-disse abrindo um doce sorriso.

- Ha ha,claro...pode ir lá pra casa as 21:00?

- Aigoo,por que tão tarde?-questiona franzindo o cenho e fazendo um biquinho.

- Você não sabe da maior.-disse abrindo um sorriso- Eu arrumei um emprego,por isso tem que ser as 21:00,porque o horário leva das 15:00 as 19:00.-disse com uma carinha chateada no final.

- Nossa,isso é ótimo Ceci,mais em compensação a hora né.-disse com outra carinha chateada- Mais não tem problema,estarei lá.-assim que sorrimos uma para a outra o sino tocou.

Nos direcionamos a nossa sala,sentamos uma do lado da outra e ouvimos o professor começar a aula.

Na segunda aula,não consegui prestar muita atenção,fiquei pensando no porque de Tae não ter aparecido até agora...mais espera...por que diabos,isso chama mais a minha atenção do que a aula?...aish,não é nada,enfim,volta a prestar atenção Min Cecília.

Já era hora do intervalo,e Momo me chamou para ir na lanchonete,eu pedi para ela ir na frente,pois ia tentar achar meu celular,e assim que ela saiu eu fiquei sozinha.

- Aish...onde você está...-murmurei em quanto revirava minha bolsa.

- Está a procura disso?-uma voz rouca e grave ecoou pela sala,meu coração bateu com mais intensidade.

Levantei a cabeça devagar,e encontrei Tae ali parado sorrindo com meu celular na mão,fiquei nervosa por um instante e engoli seco.

- Ah...obrigada.-agradeci pegando o celular.Notei que...Tae,já não está mais loiro,estava castanho com mechas verdes.- Curti o cabelo.-disse dando um sincero sorriso.

Ele realmente ficou lindo com essa cor...KE??...deixa desses pensamentos menina.

- Sério?...que bom que gostou...na verdade quando eu acordei já estava assim.-disse brincando com as mechas de seu cabelo.

- Que?...como assim?-indaguei com uma expressão confusa.- As vezes eu realmente acho que você é um fantasma TaeTae.-exclamo rindo levemente.

Quando vou saindo da sala paro na porta e olho para Tae,que está parado feito uma estátua,olhando para o lugar que eu me encontrava conversando com o mesmo antes.Caminhei em passos lentos até o mesmo,cheguei em sua frente e dei um tchauzinho em frente ao seu rosto.

- Tae?...Tae?...-estalei meus dedos perto de seu ouvido e o mesmo saiu do transe,e me olhou com uma cara de ''o que foi?''.

- Tae,no que estava pensando?-perguntei cruzando meus braços e o olhando com uma expressão confusa.- Parece até um fantasma.-ri de leve e me virei para a porta novamente.- Hey,você n...-interrompi minha própria fala quando olhei novamente para trás e vi que Tae havia desaparecido novamente.

Não dei muita importância,já que ele anda me deixando no vácuo o tempo inteiro.Fui caminhando em passos lentos para fora da sala,paro ara observar melhor a faculdade,ela é realmente grande,tem o andar de cima,mais eu não faço ideia do que tem lá,dizem que a diretoria fica lá,e ninguém nunca viu o diretor,pois tem auto-falantes instalados pelas paredes da faculdade.O segundo andar é totalmente sem iluminação,e o elevador que tinha para ir diretamente para lá está quebrado há algum tempo.Vendo de baixo lá é bem sinistro.

Saio de meus pensamentos quando chego até a lanchonete,avisto Momo de longe,com uma mão levantada abanando a mesma para que eu pudesse ver.

- Nossa,você demorou Ceci.-disse emburrada.

- Sinto muito,houve alguns imprevistos no caminho.-disse um pouco sem graça.

- Não há problema...então...você namora Ceci?-perguntou logo sugando um pouco do suco de laranja talvez,que estava em sua mão,e me olhando com uma singela ex´pressão curiosa.

- Eu...-fui interrompida.

- Nossa mais que pergunta,é claro que tem,você é linda,não tem porque não ter.-disse sorrindo empolgada.- Vou te mostrar o garoto que estou afim...ele está...-disse olhando ao redor da lanchonete.- Ali.-apontou para um garoto que não prestei muita atenção quem era.

Momo falava olhando para o garoto,eu acho que provavelmente estava dizendo algo para mim,mais não liguei muito.Estava olhando o cardápio em quanto Momo falava,quando de repente um ser aparece do meu lado me dando um susto e tanto.

- Ceci,Ceci!-me assustei ao ouvir tal voz,e mais uma vez meu coração palpitou fortemente.

- Nossa Tae,que susto garoto!-disse pondo a mão direita em cima do coração,fazendo uma cara indignada.Esse menino some e aparece do nada,mais um pouco e vou infartar com uma dessas aparições.

- Ceci eu tive outra visão.-disse com um semblante preocupado.

- Entendeu Ceci?- disse Momo.

- Não,pera ai,como assim?-perguntei para Tae também preocupada.

- Aff,vou vou dizer a ultima vez viu!-disse Momo.

- Foi o seguinte...eu estava em um pátio ou uma rua talvez,tinha uma placa ao meu lado,com kangis Japonêses,eu não entendi nada porém,fui andando em linha reta,até escutar uma voz feminina vindo de trás de mim ''NÃO...T-TAE-TAEHYUNG!'',quando olhei para trás,veio um clarão,um flash de luz branca que não consegui enxergar nada,então sai do transe.-Tae explicou detalhadamente.

- Entendeu agora Cecília?-Momo perguntou ainda virada para trás.

- Uau,que complexo.-indaguei,e Tae balançou a cabeça em confirmação.

- Pois é,mais eu entendo ele.

- Qual sua conclusão sobre isso?- perguntei a Tae.

- Acho que ele pode estar até interessado em mim,nem que seja um pouquinho.

- Sinto que quando a garota gritou aquele nome,senti que estava falando comigo.-disse Tae simplista.

- Mais enfim Ceci,como se chama o seu boy?-ditou Momo virando-se para frente.

- Tae...- indaguei tentando me lembrar do nome.

- Tae?

- Taehyung?-indaguei confusa encarando Tae.

- Não sei,o boy é seu.

- Taehyung!-disse com firmeza quando o mesmo assentiu.

- Bonito nome.

- Que nome?-questionei virando para a mesma.

- Tae.

- Tae?

- Taehyung,seu boy.

- Taehyung meu boy?-disse mais confusa que a Dori quando a perda de memória ataca do nada.

- Você que disse.-fitou-me indignada.

- Eu disse?-a fitei mais indignada ainda- Espera...o que eu disse mesmo? Calma...o que você ouviu?-disse colocando minhas mãos em cima da mesa com um pouco de força,e olhando para a mesma com uma feição confusa,e depois olhando para o lado,porém Tae...quer dizer Taehyung,não estava mais ali.

- Aish,esquece,me fala do seu boy depois.-disse levantando.- Vamos para a sala,o sino já tocou,você nem comeu nada não é,desastrada,tome meu suco então ao menos.-disse me entregando o copo com canudinho.

- Obrigada Momozita.-sorri e peguei o copo,depois de beber o suco voltamos para a sala.

O resto da aula foi bem chata mais fazer o que,fui caminhando pra casa,Hope anda deveria estar chateado comigo por conta da briga hoje de manhã,me resolvo com ele quando chegar.


Notas Finais


Foi isso gente,espero que tenham gostado unicórnias.
Até o próximo capitulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...