História Amor mais que doce - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Tags Amor Doce, Castiel, Docete, Ecchi, Hentai, Romance
Visualizações 15
Palavras 1.200
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ecchi, Fantasia, Hentai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Vergonha Alheia


Fanfic / Fanfiction Amor mais que doce - Capítulo 4 - Vergonha Alheia


Nada como um bom sábado, olho no relógio e são 9:00 horas, Aff só porque queria acordar tarde hoje. Ainda na cama olho para o teto e fico pensando em ontem, foi bom o tempo que eu passei com o Castiel, mesmo ele me irritando ... E o que será que teria acontecido se ele continuasse ? Por um momento penso em como seria a sensação do seu beijo e ..... Isabela, pare com isso !!! O que está acontecendo ??? Que sentimento é esse ? Meus pensamentos são atrapalhados com meu celular tocando. 
- Alô ? 
- Oi querida, é a Rosa, tudo bem ?
- Oi rosa, tudo sim, mas peraí, como você conseguiu meu número ? 
- Não importa, o que realmente é importante agora é se você pode ir no shopping comigo hoje?
- Hoje ? Ah não sei não, hoje eu tirei o dia para fazer nada e ... 
- Querida você não tem a opção de não ir, Nós vamos ok ? Passo aí umas 16:00 horas.
- Você nem sabe aonde é minha casa ! 
- Verdade, me manda o endereço pelo celular e eu vou aí. 
- Tudo bem, até mais tarde então. 
Aviso a minha mãe que vou no Shopping com uma amiga minha e ela me dá 50$ para gastar. Quando chega a hora de ir a Campahinha toca e são exatamente 16:00, com certeza é a Rosa. Escuto minha mãe abrindo a porta e a convidando para entrar, eu desço imediatamente.
- Oi Rosa tudo bem ? 
- Tudo sim.
- Vamos subir no meu quarto ainda estou me arrumando.
- Estou anciosa para ver como é seu quarto. 
- Ele é normal. - Subimos as escadas e entramos em meu quarto. 
- Nossa ele é incrível ! Bem colorido, a sua cara. - Rosa abre meu guarda roupas. 
- Ei Rosalya ! O que você está fazendo ? 
- É isso o que você chama de calcinha ? 
- É-é confortável, isso que importa. 
- A não ! Vamos comprar tudo novo ! Como você vai arrumar namorado com isso ? - Esse comentário que ela fez, não sei porque mas me fez lembrar do Castiel e eu fiquei corada em pensar que um dia eu poderia vestir algo assim para ele. Isabela ! Não é hora de pensar nisso, e como se o Castiel gostasse de garotas como eu. 
 
Nós saímos de casa e fomos ao shopping, chegando lá eu e Rosa andamos em várias lojas para encontrar algo que eu goste mas  não encontramos nada. Sem sucesso começa a me dar fome. 
- Rosa vamos comer, andamos tanto tentando encontrar alguma coisa que me deixou com fome.
- Gostei da idea vamos sim. 
Na praça de alimentação pedimos nossos lanches e fomos sentar. Será que eu devo falar meus sentimentos para Rosa em relação ao Castiel ? Eu preciso desabafar com alguém e acredito que ela seja a melhor pessoa para isso. 
- Sabe Rosa, os dias tem passado e quando mais eu fico perto dessa pessoa mais eu tenho sentimentos por ela. 
- Você está falando do Castiel ? - Quase que eu me engasgo com meu refrigerante. 
- S-sim como sabe ? 
- Vocês estão sempre juntos e dá para perceber no seus olhos como você olha para ele. E sabe, eu acho que ele sente o mesmo, se não fosse o caso já teria mandando você pastar logo, sabe como ele é né. Depois do último relacionamento dele que não deu certo com a Debrah, nunca mais vi ele com nenhuma garota, e quando você chegou parece que reacendeu uma chama nele novamente. - Eu fico paralisada sem saber o que dizer diante do comentário da Rosa, será mesmo verdade ? 
- Mas Rosa, será mesmo ? 
- Vai por mim Bella. 
Papo vai papo vem, nós saímos da praça e fomos novamente para a última loja tentar encontrar alguma coisa. 
- I-S-A-B-E-L-A olha esse aqui. - Era um conjunto de Langerrie vermelho com rendas super bonito. 
- Esse é realmente bonito. Vou experimentar. - Eu vou para o provador encoloco ele. Eu me surpreendo pelo o que vi no espelho, estava maravilhoso, quem diria que em algum dia eu iria usar algo do tipo, só Rosa mesmo para me fazer usar essas coisas. Contente com o resultado, não só eu mas Rosa também, eu levo o conjunto de Langerrie. Saímos da loja e fomos andando em direção ao um banco para sentarmos e conversar mais um pouco. Quando eu olho para o lado vejo alguém com cabelos vermelhos saindo de uma loja de instrumentos, era o Castiel. 
- Rosa, olha o Castiel. - Vejo que alguém o acompanha, era o Lyssandre. 
- E o lys-fofo. 
- Lys-fofo, por que você chama ele assim toda hora ? 
- É que eu namoro o irmão dele, não sei se eu cheguei a te falar, ele tem uma loja de roupas. 
- Ata.
- Bem, não importa agora vamos lá com eles. 
- Sim, vamos. - saímos em direção aos meninos.
- Olá garotos, o que fazem aqui ? 
- Bella, Rosa, que agradável encontrar vocês. Eu e Castiel viemos comprar cordas novas para a guitarra dele. - Castiel parece irritado.
- Elas eram minhas cordas favoritas. - Castiel diz irritado. 
- Ah vamos falando desse jeito você até me dá pena. 
- Olha quem fala, e vocês o que vieram fazer ?. 
- Você não vai acreditar no que a Bella comprou !!! - Não, ela não vai fazer isso ?! Sem que eu pudesse impedir, rosa tira da minha mão a sacola e mostra a Langerrie que comprei a pouco. Por favor, alguém me tire daqui !!!. Castiel acha graça da situação e Lyssandre parece incomodado e com vergonha. Pois é Lyssandre, eu estou exatamente igual, só que mil vezes mais vermelha. 
- Ha, Ha, Ha, Ha, quem diria que uma garota como você usasse coisas assim. Afinal não tem muito o que mostrar aí mesmo, achei que você nem usasse para falar a verdade.- Esse comentário que o Castiel fez me deixou completamente desnorteada, mais do que eu já estava, eu peguei a Langerrie das mãos da Rosa e coloquei dentro da sacola imediatamente. 
- Rosa, vamos embora, não temos mais nada para ver aqui. - Pego ela pelo braço e a levo comigo até a saída. 
- Até mais Tábua. - Castiel dá uma piscada para mim e da de ombros. Já no caminho de casa, eu brigo com Rosa. 
- Sinceramente Rosalya, o que te deu ?.
- Você vai me agradecer ainda. 
- Agradecer ?! Pelo Amor de Deus, você mostra minha calcinha para os meninos e ainda o Castiel tira uma com a minha cara para piorar a situação!. 
- Assim ele fica mais excitado e talvez queira partir para algo a mais com você não é mesmo ?.
- Rosa !!!. 
- Tudo bem, tudo bem, eu paro. Vou por este caminho, até mais Bella, te vejo na escola. 
- Até mais. 
Meu final de semana foi tranquilo tirando a parte do shopping, eu nem quero imaginar amanhã na escola, Tomara que já tenham esquecido aquela cena. 
 
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...