História Amor Misterioso - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Tags Amor, Fanfiction, Got7, Kpop, Yugyeom
Exibições 28
Palavras 504
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Mistério
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Capítulo novo toda terça.
Twitter: @ImagineFromBts / @asiatumblr / @kpoperfanatica
Wattpad: ficsdekpop

Capítulo 7 - Hospital


ntramos no hospital e nos deparamos com uma cena nenhum pouco agradável.

-Hyuna, você esta bem?

-Não, nenhum pouco. Eu estou com medo,vamos embora?

-Não podemos Hyuna.-Eu pego a mão dela (a não machucada,óbvio) e entrelaço meus dedos nos dela.-Você tem que superar, confia em mim.

-E-eu não sei se consigo.

-Hyuna, só finje que não esta vendo.

-É difícil Yugyeom, você não entende.

-Eu estou aqui, eu vou te ajudar.-Levei ela até o balcão e comecei a falar com a moça.

-Minha filha, eu te amo tanto.-Disse o pai de Hyuna louco, e indo em direção a nós (ela, pra ser mais preciso).

Estava cheio de ematomas e andava estranho. Quando ele ia pega-la, eu entrei na frente dele.

-Você nem se atreva em falar com ela sua abominação, e o que você esta fazendo fora da cadeia?

-Eu estou falando com a minha filha e não com você.-Ele olha ora Hyuna que agora esta atrás de mim e começa a falar com ela novamente.-Meu amor, eu sinto tanto a sua falta, do seu corpo, dos seus ge...

-JÁ CHEGA, SAIA DAQUI SUA ABOMINAÇÃO.-Eu o empurro e ele cai no chão. Eu subo encima dele e começo a dar socos na cara do mesmo. Hyuna chega e me tira de cima dele. Eu tento voltar, mais ela me impede, ficando na minha frente.-Hyuna, me deixe acabar com esse verme.

-Yugyeom, para, você esta se rebaixando ao nível dele. Por favor, para.-Os olhos dela lagrimejavam, eu senti um aperto no coração. Eu a peguei e a abracei forte. 

Um pouco depois, dois policiais chegaram e levaram pai de Hyuna. Ele pediram desculpas, pois não era pra ele esta ali. Ele estava preso, então pediu pra ir no banheiro e os policias o levaram. Ele conseguiu escapar e pegou as chaves da algema. Hyuna teve a mão examinada e enfaixada. Chegamos em casa e contamos tudo para meus pais. Eles conversaram um pouco com Hyuna e fomos jantar. Depois do jantar, eu subi com Hyuna e nós dois deitamos na cama.

-Obrigada por sempre ficar do meu lado, até quando eu era uma idiota.

-Não tem problema, eu até achei fofo quando fiquei sabendo que você só era daquele jeito pra me proteger.

-Vê se não estraga o momento,  idiota.

-Me desculpe.-Eu dei um sorriso e ela fez o mesmo.-Então, quando você vai apagar a luz? A última vez foi minha.

-Olha, eu to com a mão machucada.

-Mas a outra esta em perfeito estado.

-Sabe que eu to começando a sentir dor nela também?

-Aishhhh, deixa que eu apago.

Eu me levanto e apago a luz. Um pouco de luz entra no meu quarto por causa do poste na rua. Eu me deito ao lado de Hyuna na cama e me tampo. Com os olhos fechados, eu estava prestes a falar "boa noite" quando Hyuna me interrompe...Com um beijo. Suas mão começam a passar levemente pelos meus cabelos por enquanto que minhas mãos procuram sua cintura. O  ato de beijar Hyuna é incrivelmente fascinante.


Notas Finais


Me digam, querem hot??????? (Aquela carinha)
Deixem sua opiniões sobre a fic nos comentários.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...