História Amor na Sicília - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jamie Dornan
Tags Boyfriend, Jamie Dornan, Revelaçoes, Romance
Exibições 14
Palavras 1.144
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Voltei!Mais um capítulo,espero que gostem

Capítulo 5 - Cannolis


Fanfic / Fanfiction Amor na Sicília - Capítulo 5 - Cannolis

5

_Você tem um teste comigo,né?_Lorenzo falou olhando dentro dos olhos de Marina

_Si..Sim_estava  nervosa,não podia mostrar que estava quase saindo correndo dali,engoliu e buscou as palavras,tinha que se mostrar firme,o que tinha aqueles olhos que fazia com que suas pernas tremessem tanto?

_Sim,sou Marina Tozzato_Falou estendendo a mão,mas não antes de secá-las na calça,pois estavam suando

Lorenzo observou ela secando as mãos,com certeza estava nervosa,só podia ser uma amadora pra suar assim.Estendeu a mão e e constatou que estavam geladas,”Já vi que vou só perder meu tempo com ela”pensou

_Lorenzo Sartori,o Chef daqui.

_Ah...eu sei ...rhm_Pigarreou,sua boca estava seca,e ele não parava de analisá-la e isso fazia com que seu coração estivesse mais rápido do que o normal,podia escutar o ritmo.

_Vou fazer esse teste pois o Marcus me pediu,mas não crie muitas expectativas.

Ela respirou fundo,e tentou sorrir,mas sabia que era o jeito dele dizer que ela não teria o emprego,as chances eram mínimas,então já que o”não” ela já tinha,pelo menos não sairia dali como uma perdedora,faria o que sabia melhor,mas impossível não sentir raiva dele,como poderia  julgá-la precipitadamente, sem nem ao menos ela ter preparado nada.

Seu orgulho estava ferido,mas ela buscou em si a coragem que faltava,ergueu levemente a cabeça e olhou nos olhos de Lorenzo

_O que quer que eu prepare?

_Você é brasileira?

_Sim,sou,mas sou neta e filha de Sicilianos.

_Bem,então vou falar com você em português

_Quero um Cannoli,vamos ver se você consegue fazer o doce da terra de sua família

Por essa ela não esperava,ele falava português fluentemente,mas ela falava bem o Italiano e o Siciliano também,mas foi curioso.Se eram cannolis que ele queria,então era cannolis que ela ia fazer.

Marina pegou os ingredientes,misturou a massa e abriu com o rolo,com cortes redondos ela colocou os discos finos sobre a forma de cannoli e fechou com clara de ovo,após fritalos,começou o creme,colocou umas gotas de flor de laranja e baunilha,com o recheio pronto,pegou o bico de confeitar e começou a rechear os canudos de massa crocantes.

Ele só observava todos os movimentos,era atraente vê-la cozinhando,ela ficava mais bonita,a técnica era perfeita,e ela mordia os lábios devagar enquanto usava o bico de confeitar,provavelmente era um tique,mas era muito sensual, uma mecha de cabelo escapou da touca,moldurando o rosto concentrado,ele só podia estar doido.Não conseguia tirar os olhos dela,e pela primeira vez a cozinha estava silenciosa.

Ela colocou o cannoli no prato e finalizou com uma pequena calda em pequenos riscos feitos de laranja,um favo de baunilha e raspas de limão siciliano e estava pronto,quando se virou bateu de frente com ele,ela tinha se virado no mesmo momento que o Chef que estava indo ao encontro do prato.

_É...então... está pronto Chef!_Falou buscando ar e sentiu o perfume de limão e madeira  e enquanto ela abria espaço para que ele pudesse experimentar o doce ela sentiu sua respiração passar por sua nuca,nesse momento ela sentiu sua respiração travar e quando ele passou ela conseguiu expirar novamente.

Lorenzo pegou o prato,e levantou,olhou por cima,pelos lados,cheirou e olhou para ela

_Apresente seu prato._Pediu fazendo um gesto apontando para o prato.

_Um cannoli de massa tradicional, recheado com creme de ricota saborizado com água de laranjeira e baunilha,uma calda de laranja e toque de limão, Chef.

_Por que não fez o tradicional?_perguntou olhando dentro dos olhos dela como se quisesse extrair a informação só com os seus olhos.

_Por que é assim que eu cozinho Chef,gosto de criar,e gosto de laranjas e misturar sabores._respondeu levantando levemente o nariz.Já que tinha pouca chance,não deixaria de ser ela mesma,agora podia ir embora tranquila.Ela não mudaria quem era para conseguir um emprego,mesmo querendo muito esse.

Lorenzo Sartori pegou o garfo e a faca,e partiu o cannoli,mastigou devagar,depois com uma colher comeu um pouco da calda.Marina ficou ali na expectativa de saber o que ele achava.

_Quero que faça pra hoje,os tradicionais.

_Você sabe a receita?

_Sim,Chef._Como ela não saberia?Era o básico afinal.

_Então comece._ Falou e saiu,foi para o lado de Dulce e sussurrou algo,a senhora assentiu e veio para o lado de Marina com um sorriso no rosto.

Quando ele já estava fora das vistas dela,ela experimentou,pra ela estava muito bom,mas ele não deu opinião nenhuma sobre eles,mas o emprego era dela,isso que importava.

A senhora chegou e falou aos sussurros_Parabéns querida conseguiu o emprego,pela primeira vez eu vi o Chef em silêncio_Marina sorriu agradecida a mulher.

_Mas ele grita tanto assim?Ele é bem ..não sei como explicar...

_Nervoso,arrogante,grosso?_Ela riu pela definição da senhora

_Eu ia dizer intenso,mas isso tudo serve.

_Não se deixe enganar querida ele é como uma ostra,duro como pedra por fora,mas mole por dentro.As vezes a vida faz você criar uma armadura.não se assuste ele tem um bom coração.

_Vamos trabalhar temos muitos doces para fazer.

Elas começaram a confecção dos doces e ela se encantou com a senhora,parecia que estava novamente com a avó na cozinha,a diferença é que era ela que dava as ordens agora,em poucas horas ela já tinha dominado sua parte da cozinha e os ingredientes,era uma cozinha cuidadosamente organizada e funcional.Quando estava acabando já era quase seis,saiu da cozinha foi ao banheiro,lavou o rosto,limpou o uniforme com um pano,seu avental estava polvilhado de farinha.Quando saiu do banheiro deu de cara com o Valentim que sorria para ela.

_Parabéns!pelo visto vai ficar.

_Não sei ,acho que depende do jantar de hoje.

Ele deu um sorriso charmoso com um olhar que dizia muito.

_Ficará,tenho certeza disso!

_Obrigada_Respondeu sem graça

Quando de repente,viu Lorenzo atrás de valentim,com as mãos na cintura e um olhar como se fosse comê-la viva.

_Você tem mais o que fazer,não?

_Sim Chef_respondeu os dois e Valentim saiu o que ela não pôde fazer,  pois o Chef barrou sua saída com o corpo.

Ela se sentiu como uma presa acuada no canto da porta

_Você está aqui para cozinhar Chef, e não para ficar de papo com o maître,não sei como você se comportava no Brasil mas na minha cozinha eu quero que mostre trabalho

_Estamos entendidos Chef...olhou para o bordado no domâ

_...Marina?

 

_Sim Chef Lorenzo

Ele voltou para a cozinha e ela entrou novamente no banheiro,molhou o rosto respirou.A vontade dela foi mandar ele para o inferno,o que achou que ela estava fazendo?Ela era uma profissional e a última coisa que queria era se envolver com alguém do trabalho,ela já tinha aprendido a lição com Miguel.

Voltou para a cozinha e seu olhar se encontrou com o de Lorenzo,que olhava analisando ela enquando falava com um dos cozinheiros e ela caminhava para seu posto

Quando chegou no seu local de trabalho,Dulce olhou para ela

_Querida aconteceu algo?

_Por que?

_Você está vermelha e está com o semblante estranho

_Nada não Dulce,deixa pra lá.

Como pode aquela senhora gostar dele,ela estava poucas horas e já queria esganá-lo

Quando deu um suspiro alto,e pegou a colher para finalizar o recheio,ele estava lá novamente.


Notas Finais


nossa que homem é esse?Acho que ele ficou com ciúmes do Valentim,é só o que eu acho,será mesmo que debaixo desse casca grossa tem alguma coisa gente?Vocês saberão neste mesmo horário e nesse mesmo canal kkk brincadeiras à parte,o que acharam?
Quero saber galera.Quero o Lorenzo todinho pra mim,ou o Valentim,ai não sei,mas o Lorenzo é o Jamie Dornam,acho que ele ganha por enquanto,vou escolher um ator como base para o Valentim,no próximo capítulo a imagem será ele ok?Mas gostaria de saber quem vcs acham que poderia ocupar o papel de Valentim.Deixe suas opiniões,mas saibam que ele é loiro e tem olhos claros,então comecem suas pesquisas.
XOXO
Giu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...