História Amor Nerd - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Bleach
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Animes, Bangtan Boys, Bleach, Bts, Comic Con, Death Note, Kpop, Naruto, Taehyung
Exibições 33
Palavras 518
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitu-u-uraa 🎵
Que
Colaçãozinho ❤

Capítulo 4 - Hospital


-M-mãe, o p-papel -gaguejei - c-caiu

-S/N, tá tudo bem? 

-Esqueça - eu disse, segurando o choro - tá tudo ótimo 

-Que bom, já pensou se eu te perdesse? - ela disse, com uma voz rouca - iria ser horrível

-Uhum...

-Vamos para a Arena RPG, vamos? - Ela sorriu

Até que eu me lembrei, a Arena RPG ficava perto de onde eu havia competido com o Tae, concordei com minha mãe, mas apenas na esperança de achar o papel

Perto da Arena...

Eu não parava de olhar para o chão, até minha mãe estava estranhando, até que vi um papel no chão, quando me abaixei para pega-lo, ouvi gritos

-Gente, aquele não era o Stiles? - umas garotas bobas gritavam

Segundos depois, vi várias correndo em minha direção, de repente, tudo ficou preto...

((Taehyung))

Eu já estava em casa, com os olhos vidrados no celular, não havia nenhuma mensagem dela, nenhuma! Eu já estava perdendo as esperanças, será que ela não gostou de mim? Será que ela me achou chato?

Alguns minutos depois, senti meu celular vibrar, animado, liguei-o e fui olhar as mensagens, não, era a Vivo...

Ouvi alguém bater na porta, era Jin, permiti que ele entrasse, logo em seguida, ele abriu a porta e se sentou em minha cama

-Por que está assim, tão quieto? Só fica no celular, o que aconteceu? - ele estava preocupado, dava para perceber

-Não é nada - Menti, bem, tentei mentir

-Kim Taehyung, eu sei que você está mal, por acaso é aquela garota que você estava falando hoje, quando te chamei? 

Caramba, ele é adivinho, só pode...

-S -sim - abaixei a cabeça - ela mesma...

-Está apaixonado, não está?

-Estou... - confessei

((S/N))

-S/N, você está bem?

-S/N, não morra, não morra, por favor

-S/N, acorda!

Eu ouvia gritos, sabia que estava no hospital, presa naquela maldita cama, mas, por que eu estava lá? Como eu cheguei aqui?

Eu tentava sair daquele preto, o que estão fazendo? Me deixem sair, me deixem respirar o ar puro! 

Tudo o que eu conseguia me lembrar era do rosto da minha linda mãe e do rosto de alguém, mas quem? Quem era ele? Só de lembrar do rosto dele, meu coração pulava, eu tenho que encontrar essa pessoa, só preciso saber quem é...

Me esforcei o máximo para abrir meus olhos, até que, duas horas depois, finalmente consegui, estava tudo embaçado, eu conseguia enxergar o rosto de alguém ali, era minha mãe.

Com a voz fraca, suspirei e sorri para minha mãe

-Aonde eu estou? - perguntei, embora eu soubesse que eu estava no hospital, só queria ter certeza mesmo

-Filha! - Minha mãe, rapidamente, levantou-se da cadeira e acariciou meu rosto, deixando uma lágrima cair - eu achei que tinha te perdido...

-Você não vai me perder, mãe - minha voz saiu falhada - não agora...

-Você está no hospital - ela começou a explicação - estávamos perto da Arena RPG, até que você, de repente, abaixou-se e foi atropelada por uma multidão. -ela desviou o olhar - Vou avisar o médico que você acordou... 

Minha mãe deixou um beijo estalado em minha bochecha e dirigiu-se a porta. Olhei para minha mão e havia uma agulha ali, ligada a um escalpe, arregalei os olhos, era tão sério assim?


Notas Finais


Espero que tenham gostado ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...