História Amor ou amizade? - Capítulo 47


Escrita por: ~ e ~Food_biasedS2

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Aventura, Bts, Colegial, Drama, Festa, Nudez, Romance, Sexo, Shoujo, Sobrenatural, Vampiros
Exibições 72
Palavras 1.305
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OLÁ SERUMANINHOS ;u;
Eu sei, estou sumida :') Acontece que como eu já disse, tá complicado ter ideias -3- Mas tá aí, pequeno mas tá... Espero que gostem.

SOBRE O COMEBACK: EU GOSTAR!
Parei, boa leitura..

Capítulo 47 - Hospital e paixões


Fanfic / Fanfiction Amor ou amizade? - Capítulo 47 - Hospital e paixões

Acordo ás 7hrs da manhã com Bruno chorando. Vida de mãe não é fácil... Não queria que Hobi acordasse, então desci com Bruno no colo lá para baixo, vendo Mary vomitando no banheiro.

: Mary?! Tu tá bem, amiga? - Coloco Bruno no carinho e vou ajuda-la.

Mary: Mais ou menos.- Fala se sentando encostada ao vaso.- Estou enjoada esses dias, miga.- Me sentei ao lado dela e a mesma encosta sua cabeça em meus ombros com os olhos fechados relaxando.

: Aigoo, só falta você estar grávida! - Acariciei seus cabelos.- Vamos ao médico! Levanta! - Me levantei e ajudei ela a se levantar.

Mary: Mas e o Bruno? - Se apoiou em mim pela sua fraqueza.

: Hobi cuida dele.- Saímos do banheiro e fomos em direção a cozinha.- Coma alguma coisa enquanto acordo Hoseok! 

Mary: Okay..

Peguei Bruno no colo, que já estava dormindo nesse pouco tempo que ajudei Mary. Subi com ele enrolado em sua coberta e coloquei o mesmo no berço. Escrevi em um pedaço de papel avisando ao Hobi que eu iria ao médico com Mary e deixei em cima de seu celular, impossível dele não ver... Desci rapidamente e fui para a cozinha, vendo Mary sentada no chão respirando com dificuldade. 

: Ai meu deus! - Corri até ela.- Mary, você tá pegando fogo! - Coloquei minha mão em sua testa.

Mary: Me ajuda.- Falou baixinho. 

: E-eu só vou me trocar! Tenta pelo menos se levantar para trocar de roupa! - Falei tentando ajudar ela.

Mary: Pode deixar, vai lá se arrumar! Eu me viro! - Sorriu fraquinha.

*Pensamento On*

Por que as coisas só acontecem com a Mary? Poxa, ela é tão boazinha..- Penso indignada.

*Pensamento Off*

Visto a roupa que vi pela frente, arrumei meu cabelo, escovei meus dentes e passei no quarto da Mary para pegar uma roupa para ela. Desci e vi a mesma sentada no sofá com seus cabelos de cor diferente... 

~...~

Já estávamos no hospital. O médico suspeitou de gravidez, mas tinha algo muito estranho acontecendo. Mary foi levada à sala onde passam aquele bagulho na barriga para ver como estava o bebê... Eu estava do lado de fora, andando de um lado para o outro preocupada com ela. Fiquei ali, 2 horas esperando por notícias da Mary até que me vem em direção o médico que havia atendido ela.

: E então? - Falo ansiosa pela resposta.

Médico: Parece que alguma coisa estranha acontece com o bebê. Não sabemos ao certo o que, mas iremos fazer de tudo para descobrir.

: Ela não corre riscos de perder o bebê, né? - Pergunto preocupada.

Médico: Não sabemos...- Fala em um tom desanimado.- Ela terá que ficar no máximo até à noite aqui. O que a senhorita é dela?

: Amiga..- Desanimo ao receber a notícia.

Médico: Certo.. Dou notícias assim que tivermos.- Sorriu e se retirou.

: Será que posso ver ela? - Segurei seu braço.

Médico: Irei verificar.- Continuou a andar.

~...~

Mary estava pálida, mais que o normal. Seus cabelos voltaram a cor normal. A mesma estava tomando medicação na veia, desacordada, acredito eu que dormindo.

: Você vai sair dessa.. Eu tô aqui.- Passei as mãos em seus cabelos e dei um beijo em sua testa.

Fiquei segurando sua mão, encostada na maca em que ela estava. Acabou que peguei no sono, sentada na poltrona. Acordo com uma ligação da omma.

[Ligação on] 

: Alô? - Falo com a voz rouca.

Jin: AONDE VOCÊS ESTÃO? - Fala preocupado.

: Omma, se acalma! Estou no hospital com a Mary, ela estava passando mal... Não quis acordar vocês, então vim sozinha! 

Jin: HOSPITAL? AI MEU DEUS! EU TÔ INDO PARA AÍ! - Fala desesperado.- O que aconteceu com a minha pequena omma? - Ouço uma voz de choro mas logo a ligação se encerra.

[Ligação off] 

~...~

Todos, literalmente todos estavam dentro de uma só sala, respirando um mesmo ar. O médico até tentou tira-los de dentro da sala, mas não resolveu de nada. Jin ameaçou o médico e logo o mesmo sossegou. 

Médico: Acredito que não sabem da notícia. Quem é o namorado dela? - Pergunta cruzando os braços.

Tae: Eu! - Levanta o braço com os olhos cheios de lágrimas segurando a mão de Mary.

Médico: Está preparado?

Tae: Sim? - Pergunta sem entender.

Médico: Você vai ser papai! 

Tae: AAA, NÃO ACREDITO!  - Se levanta e abraça omma chorando.

Jin: Parabéns.- Fala sorrindo e acariciando os cabelos dele.

Suga: Você vai ser o papai mais coruja de todos.- Sorriu.

Tae: Vou mesmo. Tenho certeza que é menina! Não vou deixar ninguém encostar um dedo.- Fala secando as lágrimas que escorriam e sorrindo.- Mas e como fica a Mary, doutor? - Logo some seu sorriso.

Médico: Ela está bem agora.- Sorriu.- Vai ser liberada a noite! Agora, vocês precisam se retirar, por favor.

Raquel: Mas, pode ficar alguém aqui com ela?

Médico: Aqui dentro, só uma pessoa.

Tae: Posso ficar, ____? - Me pergunta já que eu que tinha trazido Mary.

: Claro, Tae.- Sorrio e o mesmo me dá um abraço.

Tae: Obrigado! - Me solta.

: Cuida dela! - Sorrio para ele.

Acabou que quase todo mundo queria ficar no hospital, mas omma não permitiu.

_____/Gabi/Lola/Alex/Lo/Raquel/Mel: Aish, omma! - Falamos emburradas.

Jin: Já disse que não! O marido dela está cuidando dela! Não entendem que hospital não é lugar de se ficar? - Disse puxando todas nós para fora do hospital.- Ela vai ficar bem, queridos.- Abriu a porta do carro.

Suga: Posso dirigir? - Fala ansioso.

Jin: Para matar a gente? Não.- Senta no banco do motorista passando o cinto.

Suga: Ui, tá todo grosso.- Tira sarro dele.

Jimin: Suga cala sua boca! Deixa ele em paz! - Revirou os olhos se sentando na frente.

Suga: Quem é você para falar assim comigo, Park Jimin? 

Nam: Ô CARALHO! PAROU O FOGO NO CU VOCÊS DOIS! 

Vejo omma com um olhar triste ao mesmo tempo irritado. Me preocupo muito com Jin, hoje ele não estava em um dia bom... Estávamos quase chegando em casa, quando Jin passa de um sinal vermelho derrubando uma garota que passava pela faixa de pedestres.

Jin: Oh meu deus!!! - Desce do carro desesperado.- MOÇA, PERDÃO! VOCÊ SE MACHUCOU? - Se ajoelha no chão com ela nos braços.

Suga: Eu falei para deixar eu dirigir! - Bufou.

[Narrador: Jin on] 

Eu não estava muito bem hoje. Mas, como sou a omma do grupo, não contei nada para ninguém, não queria causar problemas. Meu humor mudava rapidamente, acabou que fiz merda atropelando uma garota.

??: E-eu estou bem! - Corou e se sentou no chão um pouco tonta.

Jin: Tem certeza? Ai meu deus, me desculpe..- Me culpo.

??: Calma! Sim, tenho certeza! - Abre um sorriso lindo.- Desculpa eu por te dar todo esse transtorno! 

Jin: Não, foi eu que errei! Me desculpa...- Falo ainda preocupado.- Quer ir ao médico? 

??: Não será preciso. Eu te desculpo! - Se levanta e me ajuda a fazer o mesmo.- Qual seu nome? - Sorri.

Jin: Me chamo Jin... Qual o seu? - Retribuo.

??: Prazer, Adriana! 

Jin: Nome bonito...- Sorrio quando sou interrompido por Jimin.

Jimin: Tá bom, chega de romance! - Ele buzina, chamando a atenção.

Jin: É-é, me passe seu número e me ligue quando chegar em casa! - Pego meu celular.

Ela me passa seu número e eu volto para o carro em outro mundo.

Kook: Finalmente! - Brinca com omma.

Lola: Kook, faça o favor de ficar quieto! - Arregala os olhos para ele e pisa no pé do mesmo.

Kook: Ain! - Faz bico e finge chorar.- Omma, ela me machucou!

Jin: É? - Falo sorrindo prestando atenção na estrada.

Kook: iih, tô vendo que perdi a atenção da minha mãe.- Fala emburrado.

[Narrador: Jin off] 

Continua~

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado! E me perdoem por estar pequeno, irei continuar amanhã talvez.. Beijo no kokoro de vocês!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...