História Amor ou Ódio? - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Boo Seungkwan, Hansol "Vernon" Chwe, Hong Jisoo "Joshua", Jang Doyoon, Jeon Wonwoo, Junghan "Jeonghan", Kim Mingyu, Lee Chan "Dino", Lee Jihun "Woozi", Lee Seokmin "DK", Personagens Originais, Punch (Samuel), Seungcheol "S.Coups", Soonyoung "Hoshi", Wen Junhui "JUN", Xu Ming Hao "THE8"
Tags Hansol, Romance, Scoups, Seungcheol, Seventeen, Vernon
Visualizações 423
Palavras 1.442
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fluffy, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


VOLTEIII💘💘 Desculpa a demora💘

Capítulo 18 - Velhos amigos


Fanfic / Fanfiction Amor ou Ódio? - Capítulo 18 - Velhos amigos

 Logo a tal surpresa também entrou e não parecia muito feliz.

- Que merda é essa? Eu fico mais de três meses sem vir pra casa, pra chegar e ver você com um cara no quarto!?

Eu estava mesmo surpresa, não achei que o veria tão cedo, estava com saudades, queria correr e abraçá-lo, mas acho que não era uma boa hora né.
- Oi! Eu... éh... não é... eu... ah.

- Eu estou esperando as explicações.

- Não é nada do que você está pensando... eu... éhh... desculpa?

Ele parecia meio decepcionado: - SyoNi... o que que você está fazendo? Meu deus...

-  Eu...

- Eu não acredito SyoNi, que porra você estava fazendo e ainda com o Coups.

Olhei espantada, não sabia que eles se conheciam.
 Doyoon olhou pro Coups: - O que você fez com a minha irmã? Seu bosta, vou te arrebentar.

Coups: - Calma cara, eu amo sua irmã, nunca faria algo de errado com ela...

Doyoon foi em direção a Coups e antes que ele terminasse a frase, meu irmão deu um soco em seu rosto, mas Coups manteve a calma e não revidou.
Ao ver a boca dele sangrando, corri até ele e o abracei: - Você está bem?

Ele fez que sim com a cabeça, mas podia ver que estava com dor.

Doyoon se afastou, olhei pra ele, eu estava muito triste: - Por que?... Não precisava...

Ele disse gritando: - Claro que precisava, não quero nem saber o que ele fez contigo. Mas ninguém toca na minha irmã assim.

- DOYOON! Sabe que não precisava disso. Você deu um soco nele, você acha mesmo que isso era necessário?

- Eu já falei, ninguém toca na minha irmã assim. Eu ainda não consigo acreditar que você já... - ele diminuiu o tom de voz - já...

- Doyoon... por favor... pare...

- Não dá, você é minha irmãzinha, não quero acreditar que você já... já... ah você me entendeu.

- Me desculpe...

Ele olhou pro Coups, que estava sentado na cama cuidando de sua boca, depois olhou pra mim, estava triste agora e não mais brabo: - Irmã... - ele falou baixo e abriu os braços: - Me dá um abraço?

Eu arregalei os olhos surpresa, corri até ele e o abracei: - Me desculpa, eu estava com saudades.

Ele beijou o topo de minha cabeça e acariciou meu cabelo.
- Eu também estava irmãzinha, eu também...

Ele me soltou e foi até Coups, estava preocupada com o que ele ia fazer, mas ele estendeu a mão pro Coups, e depois o cumprimentou com um abraço: - Desculpa cara, eu perdi a cabeça. Não devia ter feito isso.

- Tudo bem, eu entendo seu lado, lembro o quanto falava de sua irmã, mas nunca imaginei que fosse ela.

Doyoon voltou até mim pra me abraçar de novo: - Pelo visto minha irmãzinha cresceu...

- Yoonnie... 

- Não precisava se desculpar, eu que tenho que me acostumar, pra mim você sempre seria minha pequena - ele beijou minha testa e sorriu - Mas fico feliz que tenha encontrado alguém que goste mesmo de ti, como o Coups.

Coups olhou pra gente sorrindo e veio até nós: - Obrigada Doyoon!

Soltei meu irmão e abracei Coups, beijando sua bochecha: - Tá melhor?

- Estou sim.

Doyoon: - Vem, vamos pegar um gelo ou alguma coisa pra melhorar isso aí.

Fomos para cozinha, peguei um algodão com água e ajudei a cuidar da boca dele que estava com um pouco de sangue ainda, meu irmão foi pegar o gelo.
- Foi mal mesmo Coups, não devia ter me precipitado.

- De boa cara, sem problemas. Não se preocupe.

SyoNi (S/N): - Você vai ficar pra jantar de novo?

- Acho melhor não, vocês devem querer conversar.

Doyoon: - Pode ficar, vou passar a semana toda em casa, e faz tempo que a gente não se fala.

- Ei, não sabia que vocês se conheciam - falei.

Coups: - A gente jogava basquete junto, mas daí ele foi pra faculdade.

Doyoon: - Vocês vão ter o jogo semana que vem né? Vou tentar ir.

Coups: - Temos sim, vá mesmo, o time sente sua falta e seria um apoio a mais.

- Eu sinto falta daqueles tempos também, não joguei mais depois que sai...

- Por que não?

- Estou ocupado com a faculdade e tal, lá também não tem um time muito bom... mas e vocês dois, quanto tempo já?

Fui até o Coups e o abracei por trás: - Um mês e pouco já, mas oficialmente ontem.

Doyoon falou pra ele: - Só ontem e você já tem um presente desses!?

Bati no ombro dele: - Ei! Vai se ferrar tá, nem parece que está falando da sua irmã.

Ele me puxou pra um abraço e beijou minha bochecha: - Estou brincando maninha.

Olhei pra ele, revirando os olhos: - Idiota.

Ele riu.
 - Mas por que não me contou que estava ficando com o Coups?

Falei num tom irônico: - Ah não sei né, talvez pelo jeito super calmo que você reagiu antes né.

- Ah mas tem uma leve diferença entre você me contar que está ficando com um amigo meu e eu encontrar você no quarto com ele depois de fazer sei lá o que né.

- DOYOON!

- Tá tá foi mal - ele riu.

Coups devia estar mais sem graça que eu nesse momento, eu entendo o porque, afinal, era um dos melhores amigos dele falando sobre ele ter transado (ou quase transado no caso) com a namorada dele, que também é irmã do amigo. O que deve ser bastante constrangedor, afinal ele não poderia fazer nenhum comentário, até porque eu estava ali e também que ele estaria falando pro Doyoon da irmã dele. Coitado do Coups, pensando nisso até acho meio engraçado, se não fosse meu irmão falando isso na minha frente né. Pra melhorar, Samuel se junta a gente na conversa.
- E aí, do que vocês estão falando?

- Nada de mais, Doyoon estava falando pro Coups jantar aqui - (Óbvio que eu não ia falar pro meu irmão mais novo o verdadeiro assunto, iria ficar ainda mais constrangedor).

- A tá... Ele vai dormir aqui também? Porque eu não estou muito a fim de ouvir barulhos a noite.

- SAMUEL! Caralho qual é o problema de vocês?

Como eu amo meus irmãos, puta merda.
Doyoon e Coups riram, eu apenas revirei os olhos, não acreditava no que estava ouvindo.

Doyoon: - Desculpa irmãzinha, mas tenho que concordar com ele, Coups até pode dormir aqui, mas sem barulhos a noite né.

- Você só pode estar me zoando. Eu odeio vocês, devem estar querendo estragar meu namoro, única explicação.

- Nada disso, já disse que gosto do Coups, e de acordo com umas amigas minhas, ele beija super bem, deveria aproveitar.

Eu ainda mato meu irmão: - Eu te odeio, sério, você está falando mesmo, na minha cara, sobre o que as vacas que ele já pegou acharam dele?

Coups: - Sério cara? Não sabia dessa informação, muito bom saber disso.

Olhei pro Coups com cara de nojo misturado com raiva: - Que? É sério isso? Não acredito, eu não sou obrigada.

- Calma meu amor, eu estou brincando, você sabe.

Doyoon riu: - Calma, você sabe que eu estou zoando também. Se ele te trair ou só pensar em algo parecido...

Sorri pra ele: - Algo útil saiu daí pelo menos né  Doyoon.

Coups me puxou e me beijou: - Não te trairia, deveria saber disso.

Samuel: - Eu já vi isso antes, se vocês puderem parar de se agarrar na minha frente, iria agradecer.

Doyoon: - Tudo bem que eu apoio vocês e tal, mas ainda é minha irmã né, isso é meio bem estranho.

Coups parou e olhou sem graça pra eles: - Foi mal, não me acostumei com isso ainda.

Doyoon: - É, eu também não - ele riu - Mas enfim, você vai dormir aqui?

Coups: - Acho melhor não, vejo vocês outro dia, melhor eu ir agora.

Ele se despediu de meus irmãos, que foram pra sala ver TV, e eu o acompanhei até a porta.
Antes de ir embora ele me beijou com firmeza e cochichou no meu ouvido: - Temos que terminar o que começamos no quarto - Ele me beijou de novo e me segurou forte pela cintura: - Tchau minha linda.

Sorri: - Até mais - beijei sua bochecha e falei em seu ouvido também: - e nós vamos terminar, só espera a casa estar livre de novo.

Ele sorriu malicioso e me abraçou: - Como eu amo você, até segunda!


Notas Finais


Desculpa todo mundo que achou que fosse o Vernon😂 não me odeiem pf😂💙
Vernon vai aparecer daqui a pouco, não se preocupem😊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...