História Amor ou Ódio. ( Big Bang) - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Big Bang
Personagens D-Lite (Daesung), G-Dragon, Seungri, T.O.P, Taeyang
Tags Bigbang, G. Dragon, Gri, Nyongtory, Seungri
Exibições 126
Palavras 926
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiiiii
voltei :D

Meu lindos o cap, é pequeno mas cheio de sentimentos, confusos mas sentimentos, espero que gostem de como tudo está se desenrolando entre nosso lindos....
Segunda tem mais....

Desculpa os erros,,,, :D

Beijo boa leitura

Capítulo 6 - O que fazer?


Narradora pov.

 

 Jiyong realmente se dava conta de que hoje não era o seu dia, e Lee  mais uma vez naquele dia não sabia o que fazer, por isso ficou parado olhando pra Jiyong, esperando permissão talvez para se aproximar, não queria desobedecer  Se7en, mas também não queira ficar perto de Jiyong, mesmo com a ajuda  que recebeu a  pouco sabia , que aquilo não era  motivo para se aproximar. Jiyong por outra lado percebeu que ele não iria se mexer então  resolveu  chegar perto de Lee, quando estava ao seu lado o mais velho nem olhou  para  o mais novo é como se ele não estivesse ali, Lee não queira mesmo uma aproximação, mas o tarefa que lhes foi dada exigia isso, aproximação  e evitar um ao outro não seria  a melhor foram de executar o que lhes fora  ordenado, então em um momento de coragem Lee chegou perto, com receio  e tocou lhe o ombro do mais velho...

-Eu sei que não gosta de mim Hyung, mas vamos fazer isso bem.

Jiyong sentiu  algo como um arrepio, uma onda na verdade que invadiu seu corpo com  o toque do menor, e olhou com reprovação por lhe ter tocado, Lee queira voltar atrás e não  ter tocado nele, mas já era tarde.

- Novato, vamos ver se consegue me acompanhar.

As palavras de Jiyong eram desafiadoras, e Lee amava um desafio, e  tinha aceitado esse de  bom grado,  a musica começou a toca e todos começaram a executar os movimentos,  Jiyong  e Lee tinham sorrisos em seus lábios, eles na verdade sabiam que de todos eram os que estavam em perfeita sintonia, os movimento eram precisos, e apesar da diferença de altura isso não atrapalhava a precisão de ambos.  Todos na sala estavam bem animados com os meninos, e vendo que eles tinham entendido, então  Se7en colocou Youngbae junto com Jiyong e Lee   e  Daesung junto com Seunghyun e  Hyunseung,  eles estão  concentrados e acertavam os movimentos até que o coreografo mandou todos se juntarem .  E pela primeira vez um uma semana todos naquela sala notaram a sintonia e perceberam que aqueles meninos poderiam sim ser um grupo. Lee não escondia sua  alegria de certa forma ele tinha começado bem, o que ele mais queria era se torna um cantor então isso pra ele é muito importante mesmo.

 

 A lua brilhava lindamente  no céu enquanto  Daesung  voltava pra casa dos pais, e os meninos voltaram pra seu  apartamento, Lee amava as estrelas e a lua por isso não tirava os olhos dela, já Jiyong o olhava curioso, com certeza que ele é avoado mesmo, as ruas eram poucas, e todas estavam cansados demais para andar rápido, somente Lee andava mais a frente, ele estava realmente feliz por ter ajudado de alguma forma no treino.   Quando entram no apartamento Choi correu para banheiro, queira um banho e sabia que os meninos queiram também, então se adiantou YoungBae e Hyunseung foram pra cozinha, Jiyong e Lee se jogaram  nas almofadas da sala ao mesmo tempo, cansados seus olhos se encontraram Lee abaixou a cabeça mais um vez, o olhar de Jiyong o incomodava, Jiyong percebeu sua inquietação e não desviou o olhar, Lee sentiu suas pele quente e o olhou novamente, Jiyong sorriu satisfeito por ver o mais novo vermelho se levantou vitorioso .   Lee não entendi qual era dele , parecia que estava lhe provocando,  ele nunca tinha conhecido  alguém como Jiyong ao mesmo tempo que queira se afastar, queira saber mais,  já tinha percebido que ele era impulsivo, pessoas assim sofrem muito por isso as vezes esconde sentimentos, notou que ele tinha  um lado preocupado pelo fato de Jiyong o ter ajudado, só que não entedia a fato dele se isolar de todos, pensou que seria medo de gostar de pessoas ao seu redor.
 

Jiyong por sua vez, não entendia porque o sorriso do mais novo  tinha lhe chamado tanto atenção e porque fez aquilo na sala, de encarar ele só para ver suas reação, não queria intimidar ele , mas sim provocar, algo  realmente o intrigava  no mais novo, como uma pessoa tão nova poderia ser tão confiante, ele parece não ter medo de nada, contando como encarou ele pela manhã,  sentia como se algo dentro dele implorasse para saber mais dele, mas sua defesa que  ele mesmo estabeleceu não poderia ser quebrada, apenas por uma vontade que começou a aparecer.

 

Tomaram banho e se sentaram na mesa, Jiyong se sentou ao lado de Lee, avisa mais lugares na mesa, mas ele queira ficar perto  dele, Lee ficou incomodado  por ele estar tão próximo e chegou sua cadeira para o lado, Jiyong sorria de canto amando  provocar Lee,  Choi notou e como  ainda estava em pé,  jogou um olhar pra Jiyong o repreendendo e pegou sua cadeira e se colocou no meio dos dois, Lee sorriu para  agradeceu seu Hyung como um gesto de carinho, um sorriso lindo, tão lindo que fez Jiyong derrubar a comida na roupa e se queimar, por ter se perdido olhando pra ele,  Lee se espantou , ficou preocupado e logo tratou de pegar um pano  e foi na direção de Jiyong e limpar sua perna,  todos  o olhavam e Lee percebeu o que havia feito então voltou ao  seu lugar tentando entende porque foi socorrer o marrento, sim marrento foi assim que ele tinha batizado Jiyong naquele momento.   Voltaram a comer e as vezes se olhavam discretamente,  ainda sem entende  o que fariam, vão se afastar  ou se aproximar.

 

 

 

 

 


Notas Finais


E ai o que acham, eles vão se aproxima ou não?

comentem quero fazer como estou me saindo.... :D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...