História Amor ou Trono 2 - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Tags Arkyos Angel
Visualizações 96
Palavras 931
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência, Yaoi
Avisos: Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem!

Capítulo 4 - Julian...


Fanfic / Fanfiction Amor ou Trono 2 - Capítulo 4 - Julian...

Pov NARRADORA 

Chegou a noite, e os pais de América chegaram para o aniversário de Órion, eles não receberam mais nenhum indício sobre o ataque do Julian, mas eles estavam um pouco despreocupados demais.

Pov Órion


-Pois é meu neto, logo estará liderando o reino.-disse o meu avô
-Papai, está dizendo que irei perder meu trono tão rápido?-disse minha mãe rindo
-Não é isso, você ainda tem milênios para governar esse reino, é que meu neto está ficando adulto.-respondeu meu avô 
-Mas quanto a isso do Julian...-minha mãe ia falando
-Ele é tão ruim assim?-perguntei
-Olha...-meu pai iria falar quando ouve-se um estrondo
-América!-Rosemarie veio correndo até nós 
-Mas que diabos...
-Estamos sendo atacados!-disse Oliver vindo atrás- Se escondam, Luka, Joker e Yukine estão atrasando eles...
-Eles quem?-perguntou meu pai
-Julian e o exército dele.-respondeu Rosemarie 
Fizeram-se silêncio, até que houve outra explosão.
-Vocês precisam se esconder.-falou Oliver
-Não, eu vou lutar!-disse minha mãe
-Eu também vou.-disseram meus avós e meu pai
-Eu também!-falei
-Não.-disse meu pai- Você vai ficar aqui, caso algo aconteça.
-Mas pai!- insisti 
-Você não pode lutar! Não controlou seus poderes totalmente ainda, e não sabemos lidar com seus poderes, são diferentes de qualquer outro!-falou meu pai
Fiz silêncio, parece que eu sou um inútil...
-Mãe, por favor leve o Órion com você para o abrigo mais próximo.-falou minha mãe- Por favor, querido, fique em segurança.
Olhei para minha mãe um pouco triste mais assenti, então meu pai me deu um abraço e minha mãe um beijo na testa, então eles foram enfrentar o inimigo, sem saber o que os esperavam, minha avó e eu ficamos olhando até haver outro estrondo.
-Órion, venha comigo.-ela segurou meu pulso e saiu me puxando pelos corredores
Quando chegamos a porta secreta atrás de uma estante de livros apareceram luzes, e essas luzes se transformaram em lobos.
-Para trás Órion!-gritou minha avó se colocando de frente a mim
Que covarde eu sou, uma senhora precisa me proteger, e apesar do poder da vovó ser grande não será páreo para nove lobos.
O primeiro Lobo foi ao ataque e ela criou uma parede invisível fazendo o Lobo bater com o foucinho nele, então mais dois vieram por trás, ela criou bolas de chama azul e atirou neles fazendo seus pelos queimarem, quando muitos iam pular em cima dela ela abriu as asas e se defendeu, mas o que ela não viu foi um Lobo atras de mim, então ele me atacou.
-Órion!-ela gritou
O Lobo estava me mordendo ferozmente no meu abdômen. Não consegui dizer nada estava sentindo uma dor insuportável, e o Lobo não estava querendo me largar, e quando outro ima me morder na perna, minha avó fez uma explosão de luz fazendo ele me soltar, e eu fui arremessado para uma parede um pouco longe, só observei ela caindo no chão e os lobos indo para cima dela e...
-Não!-eu gritei, estava chorando 
Apesar de sentir uma dor física e emocional eu tinha que sair dali, então fui em direção a onde estava havendo o combate, mas fiquei bem escondido, e pelo visto a mordida não estava sarando, mas é claro, são lobos de luz. 
Me esgueirei por uma pilastra onde estava vendo a luta deles, Luka, Yukine, Joker, Oliver, Rosemarie e meu avô estavam tentando minimizar a quantidade de lobos, que eram muitos, enquanto meus pais lutavam com um homem alto de cabelos platinados, com os olhos da cor dos de meu pai, seria esse Julian?
-Julian!!-meu pai gritou avançando com uma espada (minhas suspeitas estavam corretas, aquele é Julian)
-Meu amigo Ian! Quanto tempo!-falou ele
-Nos deixe em paz Julian.-falou minha mãe 
-Não acha que eu já fiz isso por tempo demais?!-disse ele dando um golpe em minha mãe fazendo-a bater contra a parede e cuspir sangue 
-América!!-meu pai gritou, então foi com tudo para o Julian, que defendeu batendo sua espada na cabeça do meu pai, fazendo-o cair no chão, e Julian pisar sobre ele, olhei para minha mãe ela estava inconsciente
O que está acontecendo? Por que? Minha cabeça dói, meu ferimento também,não parou de chorar. Olhei para os outros vi que a quantidade de lobos havia aumentado, e eles não estavam indo muito bem.
Tenho que fazer algo, se não todos vão morrer! A imagem da minha avó sendo morta surgiu em minha mente, então ignorei minha dor e me levantei.
-Onde está seu primogênito, Ian?-perguntou Julian
-Bem aqui!-falei me posicionando no centro do salão
Julian olhou para mim e fez uma cara diferente... diria até que estava com um ar cativante.
-Eu sou Órion! E não vou deixar você matar eles!-falei
Senti uma energia crescendo dentro de mim, então comecei a sentir cada molécula presente no espaço e no cosmos, então uma bola gigante que parecia uma galáxia começou a se formar em minhas mãos.
-Não... Órion!... Vo...Você não sabe controlar!-falou meu pai
-Não vou deixar vocês morrerem!-falei e lancei a bola no ar e ela se expandiu criando uma força que fez todos caírem e os lobos desaparecerem, exceto Julian que havia criado um escudo.
-Não...-foi a última coisa que eu disse antes de cair desmaiado no chão


Pov Narradora 


Órion caiu no chão, inconsciente, e Julian desfez o escudo, ele olhou ao seu redor e viram que todos também estavam inconscientes, ele saiu de cima do Ian e foi até Órion desmaiado, ficou olhando para ele, sem aquele ódio, sua cara era...de encanto?
Julian se ajoelhou e pegou Órion nos braços, carregando-o.
-Irei levá-lo.-disse ele antes de sumir com Órion em seus braços deixando os outros inconscientes e feridos no chão.


Notas Finais


Nos vemos no próximo capítulo!
Beijos TP!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...