História Amor ou Trono 2 - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Tags Arkyos Angel
Exibições 16
Palavras 1.507
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência, Yaoi
Avisos: Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Descobrindo poderes


Fanfic / Fanfiction Amor ou Trono 2 - Capítulo 7 - Descobrindo poderes

Pov Órion


Li muitas vezes em livros que todos os vilões tem um motivo para serem vilões, e que em alguns casos eles podem voltar a ser bons, será que se eu conhecê-lo melhor, poderei fazer com que ele não queira vingança contra meus pais? Como será que eles estão?... 
Depois da minha conversa com Julian vim para meu quarto e fiquei pensando, provavelmente não conseguirei dormir, muitas coisas aconteceram hoje, não será fácil me acalmar. Me olhei no espelho as marcas dos dedos do Julian ficaram nas minhas bochechas, ele realmente é forte... mas o que foi aquela luz dourada que eu vi ao redor dele? Acho que já vi ela antes..
-O que você está fazendo a essa hora?-perguntou Julian entrando no quarto com uma cara de sono 
-Como assim?-perguntei
-Você está andando de um lado para o outro, assim não consigo dormir.-falou ele, então percebi que ele estava usando uma roupa parecida com um pijama
-Desculpe, não vi o tempo passar.-falei
-Não consegue dormir?-perguntou ele
-Talvez seja porque eu fui sequestrado.-falei
-Não sei se te disse, mas como eu preciso dos seus poderes e você não sabe controlá-los você vai ter que aprender a controlá-los, tem livros antigos no meu quarto que eu quero que você leia.-disse ele
-Como você quer que aprenda algo que eu não entendo?-perguntei
-Você vai ler, se você souber ler vai entender.-disse ele
Dei uma risada de leve. Então me sentei na cama e ele se aproximou de mim.
-Olha, deixe as coisas fáceis ou eu irei ter que acorrenta-lo e puni-lo.-disse ele com um tom ameaçador
Percebi o jogo dele, e eu não quero ser o peão de seu tabuleiro. Me levantei e me aproximei mais dele e perguntei:
-E que punição seria essa?-perguntei dando um sorriso maquiavélico 
-Quer descobrir?-perguntou ele arqueando as sobrancelhas
-Não sei, de repente me bateu um sono.-falei e corri me jogando na cama
Ele riu um pouco.
-Boa noite,Julian.-falei
Ele pareceu surpreso, mas sorriu.
-Boa noite.-disse ele e saiu 
Fechei meus olhos e rapidamente dormi.

Sonho on 
-Mãe! Você está brilhando!-falei
-Como assim filho?-perguntou ela sorrindo
-Você brilha com uma luz dourada forte!-falei
Minha mãe olhou para meu pai.
-Deve ser uma das habilidades dele, ver a aura cósmica das pessoas.-falou ele
-Papai, você brilha com uma luz vermelha que parece prata!-falei contente- É impressionante.
-Todos devem ter cores diferentes filho, não existe ninguém igual...
Sonho off

Acordei meio confuso.
-Aquele sonho... não... não era um sonho, era uma... lembrança?-perguntei-me
Tenho a impressão que aquela era uma lembrança, mas a luz que rodeava minha mãe foi a mesma que eu vi rodeando Julian...
-Já acordou?-perguntou Julian do lado de fora da porta
-Sim.-falei
Ele entrou com uma roupa nova.
-Vista-se, seu aprendizado deve começar o mais cedo possível.-falou ele
-Quer que eu me vista com você aqui?-perguntei
-Q-que? Não eu vou sair, te espero no meu quarto.-Julian saiu um pouco desconcertado
Me vesti rapidamente, e fui em direção ao seu quarto.
-Que bom que não demorou.-falou ele
-Muito bem, como vai ser?-perguntei
-Venha aqui.-ele falou
-Aqui aonde?-perguntei
-Para perto de mim.-falou ele
-Por que??-perguntei
-Vou teletransportar a gente para minha biblioteca mágica, lá há livros que só eu posso acessar devido a magia contida neles, portanto só eu posso entrar, mas se você estiver comigo...-ele disse
-Tá...-fiquei um pouco chateado mas fui até ele
Ele me estendeu a mão e eu a segurei, então ele me puxou para mais perto, e luzes brancas azuladas nos cercaram e fomos para em um local cheio de livros. Fiquei olhando ao redor, e não percebi que Julian ainda estava me segurando, então ele puxa minha mão e me faz sentar em um banco perto de nós.
-Muito bem, aqui são livros que eu acumulei durante toda a minha vida, pode procurar algo sobre seus poderes, se precisar de mim estale os dedos.-disse ele, então ele sumiu
-Mas vocês só pode estar de brincadeira, vai me deixar aqui sozinho.-falei
Então me levantei e comecei a andar entre as estantes, tinha livros como: Como torturar, Poções de morte, Manipulação do tempo... O Julian me deu um pouco de medo agora. Então passei por uma estante distante das outras e tinha um livro que chamava minha atenção, ele era azul e possuía estrelas, quando eu ia puxá-lo ele caiu no chão em uma determinada página, que dizia:
Habilidade cósmica 
Ver o cosmos de outras pessoas, cada cor de cosmos significa algo, e quando duas pessoas possuem a mesma cor do cosmos estão ligadas de alguma maneira.

-Então, era isso...-falei- Se Julian e minha mãe possuem a mesma cor do cosmos, eles estão...ligados? Mas de que maneira?
Vou conversar com ele depois.
Virei a página:
Conjuração de poderes múltiplos
Anjos cósmicos possuem o vazio dentro de suas asas, podem mandar alguém para o vácuo apenas com o bater delas, para conjurar inteiramente os poderes dele fazer esse feitiço..
-In umbra luna est.-falei o feitiço
Então de repente senti uma dor em minhas costas e em minhas mãos, e a dor ia se intensificando até parar em meus olhos, então estalei os dedos, mas Julian não veio.
-Julian!-gritei 
Cai no chão não estava suportando a dor.
-Julian!-gritei novamente 
Então ele apareceu.
-O que aconteceu Órion?-disse Julian se ajoelhando perto de mim no chão
Não respondi, estava sentindo muita dor, estava soando muito. Até que a dor parou. Então asas negras enormes saíram das minhas costas.
-Uooouuu!-falei admirado
-Seus olhos... estão brilhando...-falou Julian, acredito que estava surpreso
-Será que eu consigo voar?-perguntei
Abri as asas e bati elas, mas bati tão forte que peguei um impulso descontrolado, quando quase cai no chão Julian me pegou.
-Já vi que terei que te ensinar a voar também.-disse ele
Ele estava com suas asas à mostra, elas eram prateadas... eram lindas.
Forcei meus olhos e vi novamente a luz dourada rodeando ele.
-Julian.-falei
-Que?-perguntou ele
-Você tem alguma ligação com minha mãe?-perguntei
Ele me olhou espantado, e percebeu somente agora que ainda estava me segurando então ele me colocou no chão e escondeu suas asas.
-Por que você acha isso?-ele perguntou
-Li no livro que é o cosmo, e cada um tem um cosmo único, porém você tem o mesmo da minha mãe. É uma luz dourada que brilha fortemente ao seu redor, estou vendo ela agora.-disse olhando para ele
-Pois bem, Órion. Essa é a coisa errônea que eu quero quebrar... essa ligação.-disse ele
Ele foi até uma cadeira e se sentou, eu também iria, mas as asas atrapalhavam, quando eu ia decidir ficar em pé o Julian vem até mim e me vira de costas e toca no centro delas, então as asas se fecham. Então ele me vira de frente para ele novamente.
-Para você retrair as asas você deve imagina-las se fechando, o que você quiser, elas fazem.-disse ele e se sentou novamente, dessa vez me sentei 
-O que é essa ligação exatamente?-perguntei
-É uma no qual, se eu matar sua mãe eu morro e se ela me matar, ela morre.-falou ele
-E por que você fez essa ligação?-perguntei
Ele ficou em silêncio, pensando.
-Se não quiser falar eu...-ia dizendo
-Porque... -ele foi dizendo- Em uma vida passada, na qual eu era irmão do Ian e não era um anjo, me apaixonei por uma pessoa da vida passada de América. Mas o problema era que meus outros dois irmãos também eram, e ela era um anjo e nós não, então havia um certo preconceito... então encontramos bruxas que nos transformaram em anjos, meu irmão mais novo um anjo dos sonhos, o Ian um anjo da morte e eu, um anjo do tempo. Mas as coisas não foram do jeito que planejávamos.
-Então, você fez isso por um amor?-perguntei
-Sim, mas depois de saber quem ela era realmente. Estava interessado no trono, afinal ela era a futura rainha, e quando eu iria me casar com ela, ela foi morta.-disse ele
-Sinto muito.-falei
Ele me olhou.
-Não sinta pena de mim, eu não a amava.-disse ele
-Para isso, você precisa do meu poder...-falei
-Você é o único que pode quebrar essa ligação. Tenho também uma parecida com seu pai.-disse ele
-Depois de você se livrar dessas ligações...o que fará?-perguntei
-Sendo franco, irei matá-los e roubarei o trono.-disse ele com frieza
-Sabe que não irei ajudá-lo se for essa sua intenção.-falei sério 
-Então vá embora.-disse ele
-Assim? Tão rápido? Só bastava eu ter dito isso?-perguntei desconfiado
-Sei que você vai voltar.-disse ele- A porta está ali
De repente uma porta surgiu na parede.
-Vá, estarei no meu quarto.-ele disse
Ele está tão confiante que eu voltarei? Me levantei e sai pela porta, e me vi no meio de uma floresta nevada, Que lugar é esse? É como se uma porta estivesse surgido no meio do nada. Bom vou usar minhas asas depois eu acho um caminho para o castelo. Mas pera aí... Como eu aciono as asas?... só pode estar de brincadeira. Quando eu tentei usar meu poder me veio uma visão do mundo explodindo. Eu seria o responsável por isso? Melhor não arriscar...


Notas Finais


Obrigado por lerem, até o próximo capítulo, deixem suas opiniões.
Beijos TP!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...