História Amor Perigoso - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Ação, Criminal, Drama, Romance, Suspense
Exibições 229
Palavras 1.006
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Faltam apenas três capítulos.
HAHAHAHAHA <3

Capítulo 28 - Eu estou completamente entregue à você


​                          P.O.V´S Angel

   A cara de surpresa do Bieber ao me ver era impagável, seus olhos caramelados brilharam ao me ver e notar minha barriga, eles brilhavam tão intensamente como eu nunca tinha visto antes, um brilho intenso e encantador como se estivesse maravilhado em me ver, sua boca abria e se fechava várias e várias vezes procurando por algo a me dizer, mas nada pronunciava, senti seus braços me envolverem em um ato rápido e desesperado, senti o cheiro forte do seu perfume me fazendo sorrir, retribui ao seu abraço o apertando contra meu corpo, na tentativa de acabar com qualquer espaçoso que houvesse entre nós, senti minha blusa molhar-se aos poucos, afastei um pouco o corpo de Justin do meu, permitindo que olhasse para seu rosto coberto por lágrimas, levei minhas mãos até o rosto dele enxugando o mesmo.

   -Hey, não chore, eu estou aqui agora, não estou? -seus olhos se direcionaram aos meus e ele concordou com a cabeça -Então, por que choras se estou aqui contigo e é aqui que permanecerei pelo resto de nossas vidas?

   -É que eu não consigo explicar a sensação de ter você novamente em meus braços -fungou, enxugando as lágrimas que ainda caíam -E cara, não posso acreditar que serei pai, olha sua barriga -se abaixou em minha frente beijando a mesma -Está tão linda -falava enquanto acariciava minha barriga por cima da blusa -Você está carregando um pedaço de mim aqui dentro, e saber disso é tão maravilhoso quanto saber que você voltou pra mim -Justin levou seus lábios até a minha barriga e beijou-a, voltando a ficar de pé -Você é tão perfeita, Angel, perfeita pra mim -escutava suas palavras enquanto olhava em seus olhos que transpareciam sinceridade, tomei seus lábios para mim em um beijo de saudade e carinho.

   -Eu te amo, Jay -disse quando me separei dele que me abraçou novamente e sussurrou um eu te amo em meu ouvido, fazendo meus poros se eriçarem.

   -Não querendo atrapalhar a felicidade do casal mas já atrapalhando, temos que ir embora antes que Henrique consiga escapar -a voz de Ryan soou fazendo-nos despertar, o olhei dando um sorriso largo que logo foi retribuído -Parabéns, nova mamãe -Ry caminhava em minha direção empurrando Justin que resmungou algo que não escutei direito, Ryan pousou sua mão em minha barriga -Estou muito feliz que tenha voltado.

   -Ryan, tire suas mãos da barriga dela, agora -Bieber disse enciumado e autoritário, soltamos uma risada e Ryan tirou suas mãos de mim levantando-as em forma de rendição.

   -A mocinha está com ciúme -Justin lançou um olhar mortal para Ryan que saiu rindo em direção ao carro dele.

   -Idiota -Bieber gritou e Ryan lhe lançou o dedo do meio -Vem, vamos embora -ele puxou meu braço me fazendo tropeçar em meus próprios pés, me apoiei no corpo de Justin para que não caísse.

    -Vai com calma, daqui a pouco me faz cair, Justin, e ainda machucar o bebê -disse e o vi paralisar, não entendi o motivo daquilo -O que houve?

   -Me desculpa, não foi minha intenção, amor -seus olhos que até antes carregavam um misto de felicidade e surpresa agora foram substituídos por dor e sofrimento como se as palavras que eu acabará de pronunciar tivessem o afetado -Está tudo bem com o bebê, não é? -perguntou e eu assenti -Está bem, podemos ir?

   -Podemos, mas me diz o que te deixou abalado em minhas palavras? -Justin nada respondeu -Hm?! Não vai me responder, amor?

   -Não foi nada, esquece, Ang, só o que quero agora é ir embora e descansar ao seu lado, minha linda -ele parou em minha frente depositando um beijo carinhoso em minha testa, ele pegou novamente em minha mão entrelaçando seus dedos aos meus, é incrível o modo como nossas mãos se encaixam perfeitamente bem, sorri mas por dentro eu estava explodindo em emoção, emoção por tê-lo de volta, caminhamos até um de meus seguranças, lancei as chaves do carro para ele.

   -Leve-o para minha casa, cuide bem do meu bebê -ele assentiu entrando no mesmo, fui com Bieber até onde estava seu carro ele abriu a porta pra mim, eu me surpreendi mas entrei no mesmo, logo Justin ocupava seu lugar saindo dali acelerando, fiquei olhando seu rosto enquanto ele se mantinha concentrado no caminho, seu maxilar travado, cabelos um pouco bagunçados pelo vento o deixando mais sexy que o normal, de repente ele deu um sorriso como se soubesse que o estava analisando.

   -Pare de me olhar, está me desconcentrando -soltei uma risada sem graça mas continuei o olhando -É sério, Angel, está tirando toda a minha concentração -ele riu me olhando.

   -Desculpa, não era minha intenção, caro Bieber -ele riu balançando a cabeça negativamente pelo modo que falei -Mas conte-me, como tem andando as coisas com você?

   -Ah, não posso dizer que tudo tem andado bem porque estaria mentindo, tudo ficou mais difícil desde quando foi embora, nada mais foi o mesmo -podia sentir um resquício de mágoa em sua voz -Mas agora está tudo bem com você ao meu lado tudo fica perfeito -dizia -Sabe o mundo pode estar caindo lá fora mas desde que você esteja ao meu lado tudo sempre estará bem -suas palavras de certo modo me atingiram como uma bala atravessando meu peito, Justin entrelaçou sua mão à minha, sorri mesmo sabendo que ele não veria, e logo vi um sorriso se abrir em seu rosto, ele tinha o sorriso mais lindo que eu já tinha visto -Eu te amo, Angel, e espero que não saí do meu lado nunca mais -um arrepio subiu por meu corpo só em cogitar a ideia de me afastar dele novamente.

   -Isso não irá acontecer -disse convicta -Porque​ eu estou completamente entregue à você ​-Justin olhou em meus olhos e sorriu abertamente mostrando seus dentes perfeitamente alinhados, transmitindo toda a felicidade que ele sentia ao me ouvir pronunciar tais palavras -Eu te amo, Bieber.

                        ​-O amor perfeito é a mais bela das frustrações, pois está acima do que se pode exprimir -Charles Chaplin.


Notas Finais


Fic quase acabando kkkkk
Esse capitulo ficou pequeno e um pouco meloso, mas é o que temos HAHAHA
Comentem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...