História Amor Perigoso - Capítulo 8


Escrita por: ~

Exibições 195
Palavras 1.102
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


E aí, pessoal? Tudo bem? Comigo tudo ótimo! Espero que gostem do capítulo de hoje! Beijos!

Capítulo 8 - Marinette vs Adrian


Marinette, Mackenzie e Alya foram em direção à moto de Brynn. Ela havia parado com sua moto, e as três garotas estavam em sua frente. Adrian correu até a porta de entrada, e viu as garotas cercando Brynn.

- Brynn? – Perguntou Adrian, chamando a atenção das garotas, que olharam para ele.

- Adrian! – Brynn gritou, Mackenzie olhou para Alya e disse:

- Agora! – Alya avançou para cima de Adrian, e os dois começaram a lutar. Alya foi fazer um movimento, em que ela tentaria dar um chute no rosto de Adrian, mas o mesmo, segurou a perna de Alya, e a derrubou no chão. Marinette ia avançar, mas Mackenzie a segurou e a empurrou para trás, e avançando em Adrian. Mackenzie deu um soco no rosto de Adrian, e o chutou no abdome. Brynn estava pensou em fazer alguma coisa, mas quando ela tentou, Marinette segurou seus dois braços, e a prendeu na moto. Assim que prendeu Brynn, ela também avançou em Adrian, ela tentou dar um soco nele, mas Adrian era bem melhor na luta do que Marinette. Ele segurou o braço dela, e torceu, logo depois, a empurrou, jogando-a no chão; voltando-se para Mackenzie, que era a mais difícil de derrotar dali. Mackenzie pegou o spray de pimenta que estava preso em seu cinto, e apertou o botão, bem na frente dos olhos de Adrian. Ele soltou um grito de dor, aquilo ardia.

- ADRIAN! – Brynn continuou se debatendo.

- Mate a loira, e levamos ele. – Disse Mackenzie, para Marinette, enquanto algemava as mãos de Adrian.

- Matá-la? Por que não podemos ficar com ela como uma vítima, sei lá. – Disse Marinette. – Jack não iria gostar que você tomasse uma decisão precipitada como essa.

- Tá, leva ela também. – Disse Mackenzie, levantando Adrian.

- Vocês não vão sair daqui. – Disse Adrian, olhando para o chão.

- Há, é você que vai nos impedir? – Disse Alya, rindo.

- Também. – Disse ele, olhando para Marinette, ela somente desviava o olhar.

- Vamos. – Disse Mackenzie, de repente, Adrian estava sem as algemas. E os quatro começaram a lutar de novo. Adrian estava em clara desvantagem, ficou ainda mais, quando Marinette apontou uma arma para a cabeça dele.

- Aí, loirinho. – Disse ela, Marinette estava até... Sensual daquele jeito. – Chega, né? Menos. – Disse Marinette, apontando a arma para a cabeça dele, com apenas uma mão segurando a arma.

- Por que estão atrás da Brynn? – Perguntou Adrian, colocando as mãos para cima.

- Longa história, que não é da sua conta. – Disse Mackenzie.

- Não se preocupe, não vamos machucar a sua namorada. – Disse Marinette, indiferente.

- E por que eu confiaria que não deveria me preocupar? – Perguntou Adrian, se virando lentamente para Marinette.

- Por que na minha filosofia, preocupar é sofrer em dobro. – Disse Marinette, olhando para aqueles lindos olhos verdes esmeralda.

- Me desculpe, já nos encontramos antes? – Perguntou Adrian, Alya bufou.

- Vamos logo? – Alya disse, Marinette se aproximou de Adrian, e sussurrou em seu ouvido.

- Pare de seguir Jack, entendeu? Senão eu virei atrás de você... – Disse Marinette, com uma voz ameaçadora. Ela apontava a arma para o pescoço de Adrian, e logo ela retirou a arma. Mackenzie deu um golpe em Adrian, fazendo-o dormir. As três retiraram Brynn da moto, e a levaram de volta para a sede.

Adrian

Depois daquela garota apontar a arma para mim, uma das outras, fez um golpe de karatê em mim, e então eu dormi. Havia algo naquela garota de cabelos azuis... Algo diferente... Não sei se já a vi antes, mas acho que... Ela... Enfim, eu só sei que dormi.

E levaram a Brynn... Pelo o que eu percebi, eram espiãs do Jack. Isso era óbvio. Mas elas estavam atrás de Brynn? Por quê? Eu sei, ela é demais, e muito legal, mas é uma médica qualquer, por que a querem?

Aquela garota de cabelos azuis, mexeu comigo... Não sei o que estou sentindo, ou pensando, mas sei que é algo estranho...

Marinette

Brynn foi levada para a sede, e eu fui para meu quarto. Esperava não encontrar ninguém no meu quarto dessa vez, sempre que chego no meu quarto, tem alguém lá. Nunca vi isso, oxi, que falta de privacidade.

Entrei no quarto, ainda bem, ninguém ali. Me sentei na cama, e comecei a pensar sobre Adrian, ele é lindo... Quero dizer... Ele luta bem. Me levantei, fui para o espelho e me olhei com aquela máscara, que cobria apenas a região dos olhos e o nariz, assim como aquelas de super-heróis. Fiquei bem sexy daquele jeito, deve ser por isso que o Agreste não parava de olhar para mim. Britânicos... Fazer o quê?

Depois disso, fui para o banheiro, tirei a máscara, e a guardei na gaveta. Logo depois, lavei meu rosto, tirando minha maquiagem. Voltei para dentro do quarto, peguei meu notebook, e comecei a navegar pela internet. E então, escuto uma batida na porta. Me levantei, e fui atender. Quando abri a porta, vi Jack.

(Autora)

- Oi, querida. – Disse ele, dando um abraço nela.

- Oi, pai. – Disse Marinette, retribuindo o abraço.

- Eu vim te dar os parabéns pela missão de hoje. Você tem mais potencial que eu imaginava. – Disse ele, sorrindo.

- Obrigada, pai. – Disse Marinette, feliz de estar recebendo os parabéns.

- De nada. Bom, eu vim também, para te dar boa noite. – Disse ele, sorrindo.

- Ah, ok. – Disse Marinette, colocando o cabelo para trás da orelha. – Pai?

- Oi?

- Qual era o sobrenome da mamãe? – Perguntou Marinette, sem olhar para Jack.

- Você vai procurá-la, não é? – Perguntou Jack, cruzando os braços.

- Não vou não.

- Vai sim, eu te conheço. Marinette, Marinete... Não procure por ela, você só vai se meter em encrenca. Todos que um dia foram atrás dela não existem mais. Esqueça isso.

- Não existem? – Perguntou Marinette, com um pouco de medo, já que ela já havia pesquisado sobre Meghan, só que ela acha que não encontrou quem é.

- Não existem, todos morreram. Enfim, vá dormir. – Disse ele, dando um beijo na testa de Marinette. – Boa noite. – Jack saiu do quarto de Marinette, e fechou a porta. Ela suspirou, e foi dormir.

Adrian

Adrian tinha acabado de acordar, naquele chão gelado, e naquela noite escura... Ele se levantou e se lembrou que Brynn foi levada novamente. Ele entrou correndo dentro de casa, e ligou para Amanda.

- Amanda? Pode chamar o Zack, e o Elliot? Preciso de vocês aqui. – Disse ele, Amanda concordou e desligou. – Vou trazer Brynn de volta, e... Vou descobrir quem é aquela garota de máscara preta, com cabelos azuis... 


Notas Finais


E aí, gostaram? Espero que sim! Muitos beijos para vocês, e até a próxima.

Beijos e Queijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...