História Amor por acaso - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saga Crepúsculo
Tags Crepusculo
Visualizações 99
Palavras 2.053
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olha eu aqui de novo, espero que gostem e comentem bjs 😘

Capítulo 3 - O encontro


Depois de uma hora de viagem chegamos ao castelo Volturi, ele era enorme e aparentava ser bem antigo. Tudo era muito rústico como a entrada, tinha três passagens, elas eram grandes e arredondadas em cima, haviam também várias janelas, acho que existiam muitos cômodos, quando descemos dos carros apereçam, o que pareciam ser serviçais, pegando nossa pagagem e levando aos seus dividos lugares. Passamos pelas entradas e fomos a sala dos tronos, onde Aro estava nos esperando e ao seu lado estava sua esposa Sulpicia, do outro lado estava Marcus, alguns degrais abaixo estav Alec, que faz parte da guarda, mas é considerado um filho para Aro assim como Felix, Demitri, Renata e Jane que também são da guarda e estão lado à lado

Só fomos eu, meus pais e meus avós para a sala do trono, os outros foram acompanhados para seus devidos quartos. Assim que Aro nos viu sorriu e disse

-Olá queridos Cullens, como vão?- perguntou ele com um sorriso 

Nós o comprimentamos educadamente e Aro começou a conversar sobre nossa vida com meus pais e avós, mas eu estava destraida demais com olhos vermelhos sangue que me fitavam com intensidade e eu devolvia o olhar, até que Aro me chamou me fazendo desviar a atenção para ele e perceber que ele já não estava mais em seu trono e sim na minha frente 

-Querida Renesmee olhe como cresceu desde da últimas vez que nos vimos- disse- Posso?- perguntou querendo segurar minha mão, mas eu só encostei em seu rosto

-É fascinante como se comunica e a forma com a criaram foi muito bem, assim como havia pedido- ele disse feliz

Eu apenas acinto

-Aro foi muita educação nos acomodar aqui mas já temos uma casa em Volterra- se pronuncia meu avô

-Claro, só achei que os noivos poderiam se conhecer melhor se ficassem nos mesmo ambiente- disse me olhando 

-Não se preocupe eles irão se dar bem- disse meu pai impaciente, acho que ele não gostou muito do jeito que Alec me olhava e não desviava sua atenção 

-Tudo bem, mas iremos dar um baile e anunciar que o casamento foi antecipado- disse Aro tranquilamente 

-Como assim antecipado? Achamos que seria daqui um mês- disse mamãe confusa

-Jovem Bella, nós achamos que um mês iria demorar muito então decidimos que será daqui duas semanas e o baile ocorrerá amanhã, depois disso começaremos os preparativos para o belicimo casamento- disse esbanjando um sorriso 

-Tudo bem, até lá os noivos já terão, pelo menos, se conhecido- disse papai suspirando 

Depois disse nos despidimos e eu dei uma última olhada para Alec antes de sair e pensei como ele é lindo, isso fez meu pai rir e eu o olhar chateada, parece que minha mãe entendeu e riu tambem, corei violentamente

-Só não vá se apaixonar filha- disse papai segurando o riso

Eu o olhei e corei de novo

-Vamos logo para a casa do vovô por favor- pedi com vergonha

-Claro meu amor- disse mamãe me abraçando de lado 

Andamos até a saída e estavam todos lá fora com as Mercedes prontas para nos levar a casa de vovô Carlisle

A casa não era tão longe, na verdade era só um pouco a baixo do castelo e ela era linda, quase como a antiga, tinhas as paredes de vidro e dois andares, a parte de cima era mais para frente então existia uma varanda em baixo, lá em cima tinha uma parte grande para frente de com uma parede de vidro, do lado parecia uma sala só que tinhas uma porta que dava para uma varanda linda e era sercada de vidro também, a porta principal era uma madeira escura de pinheiro, dentro era sofisticada e moderna, na parte de cima eram os quartos e na entrada tinha a sala no lado esquerdo, no lado direito tinha um corredor que dava a uma porta, era a cozinha, ela grande e moderna também tinha um balcão de madeira escura mais afastado um pouco tinha uma mesa, do outro lado a pia junto a geladeira o armários eram em cima, já a sal era composta por um sofá que formava um L é um tela plana e um tapete felpudo, entrando mais um pouco tinha outras portas que dava a um banheiro, quertos de hóspede é um escritório

Depois de repara na casa eu subi e procurei meu quarto, tinha um corredor a direita é outra para a esquerda, vovó disse que meu quarto era a última porta do corredor esquerdo, então segui até lá. Quando abri a porta vi que o quarto é bonito e delicado, tinha uma cama de casal forradas com lençóis de seda brancos, uma tela plana na parede e duas portas, uma era o banheiro e a outra o closet, no chão um tapete felpudo, tinha também uma pendiadeira afastado um pouco da tela a direita, quase perto do closet, uma escrivaninha ao lado da cama e uma janela enorme que dava vista para uma floresta, eu fui ao banheiro para tomar um banho e vesti uma roupa mais confortável, o banheiro era grande, tinha um box, uma banheira, um espelho e uma pia com gavetas em baixo e ele todo branco com azulejos no box, o vaso ficava quase ao lado do box, então sem mais delongas tirei minha roupa e pôs no cesto de roupa suja que havia ali, entrei no box e relaxei com a água quente que caia sobre mim. Depois de um vinte minutos saio do box e pego minha toalha que está em cima do vaso, me enxugo e e saio do banheiro, ao chegar no quarto vou até minha mala e pego um short de moletom e um moletom brando, visto minha lingerie preta e depois a roupas seco os cabelos e decido descer para tomar um copo de sangue já que só tomei um hoje, desço até a cozinha e vejo que todos estão em seus quartos arrumando suas malas,  vou até a geladeira e vejo bolsas de sangue, pego uma boto em copo e tomo, decidir comer alguma coisa também 

Depois de comer algo voltei para meu quarto. Pego minha mala para arrumar tudo no closet

Depois que tudo está em seu devido lugar vejo que ainda são dez da manhã, sendo que nós saímos de Forks era umas sete da noite  e chegamos aqui seis da manhã, como dormir a viagem toda não estou com sono e não tem nada para fazer então decidir ler e escutar música 

Depois de umas duas horas lendo, alguém bate na porta do meu quarto 

-Renesmee? Posso entrar?- era a mamãe 

-Claro mamãe- digo me sentado na cama

-Você gostaria de sair para conhecer a cidade com o Alec?- perguntou ela 

-Claro, afinal ele é meu noivo e eu tenho que me aproximar dele- disse 

-Que bom que você gostou dele- diz ela sorrindo 

-E.. euu não disse que gostei dele- digo gaguejando e corando, fazendo minha mãe sorrir boba

-Tudo bem- diz ela desconfiada- Ele vai passar aqui as duas para te buscar e sua tia Alice vai vim te ajudar a escolher uma roupa

-Tudo bem- depois que eu confirmo ela me dá um beijo na testa e sai do meu quarto

Como Alec só iria passar aqui as duas eu iria terminar de ler meu livro, Fallen.

Acordei com alguém me chamando "Renesmee acorde", a pessoa chamou e eu abri os olhos vagarosamente percebendo que peguei no sono, pergunto assustada para tia Alice 

-Que horas são?- pergunto assustada, achando que estou atrasada para meu encontro com Alec

-Calma Renes ainda é uma hora, vamos te arrumar?- pergunta ela me tranquilizando

-Claro tia- digo sorrindo

Tia Alice pediu para que Rúben tomasse um banho enquanto ela escolhe uma roupa para mim. Enquanto tomo banho fico pensando em como vai ser o meu encontro com o Alec, espero nos darmos bem. Depois de vinte minutos de banho volto para o quarto e vejo que tia Alice já tinha deixado minha roupa em cima da cama, era uma saia colada cintura alta preta a uma blusa branca de mangas curtas com um decote discreto e uma sapatilha preta. Visto minha lingerie branca e vou faço uma maquiagem básica com um batom vermelho, seco meu cabelo longo castanho claro é visto minha roupa, me olho no espelho e vejo que ficou bom, a saia acentuou minha curvas, meus cabelos que já estão na cintura destacam meus olhos cor de chocolate, minha pele é branquinha e deixa minha bochechas rosadas por ser meio humana, saio dos meus devaneios com tia Alice dizendo que Alec está me esperando lá na sala. Respiro fundo e vou

Chegando na sala vejo minha família comprimentando Alec educadamente, reparo que Alec está com roupas normais, uma calça jeans preta é uma blusa V preta com um vans preto também, desço e o cumprimento

-Olá Alec- o olho nos olhos e ele faz o mesmo comigo

-Olá Renesmee, vamos?- pergunta ele com uma voz rouca

-Claro- me despedi da minha família e vamos para o seu carro que é uma ferrari 458 preta

Ao entrar pergunto 

-Aonde vamos?

-Vou te mostra a cidade- diz começando a dirigir 

-Legal- respondo e fico olhando a paisagem pela janela

Depois de um tempo no carro ele para em uma praça linda, com árvores e bancos, a grama era bem verdinha com várias flores espalhadas, ele desce do carro e abri a porta para mim, estende a mão e me ajuda a descer 

-Obrigada- responde com um sorriso, e que sorriso 

Eu nunca pensei em fazer nada contra Alec, afinal a culpa não era dele, e eu sempre pensei que se conversássemos poderíamos ser bons amigos, vejo que até agora não está indo tão mal.

Nós caminhamos um pouco e sentamos em um banco que tem ali e ele se pronuncia 

-Renesmee você não me odeia por esse casamento acontecer?- perguntou ele me olhando nos olhos 

-Não, por que te odiaria? A culpa não é sua-pergunto 

-Talvez por que você esteja se casando com um estranho

-Mas isso não é motivo para te odiar, eu só quero que possamos ser próximos para isso dá certo 

-Posso ser sincero com você?- pergunta sem desviar os olhos dos meus

-Pode

-Desde que te vi na clareira sinto como se algo estivesse errado como se faltasse algo comigo. E isso é você, eu realmente quero que nosso casamento seja real e não só fachada, quero que sinta algo por mim, como sinto por você- disse ele mais próximo 

-Eu não sei o que dizer- digo envergonhada olhando para ele

-Não precisa dizer nada apenas me responda se sente algo por mim

Eu mordo os lábios e desvio do seus olhos, encaro o chão e digo

-Eu não sei se o que sinto é atração ou eu gosto realmente de você, mas desde aquele dia na clareira eu não consigo para de pensar que quero estar do seu lado, quero que esse casamento seja real, uma prova disso é o Jack, ele teve o imprinting comigo e eu não conseguir retribuir o amor que ele sente, por que parecida errado, parecia que tinha algo no meio como se eu tivesse outra pessoa e quando para pra pensar nisso eu vejo os seu olhos- falei ainda sem encara-lo 

-Renesmeeme- me chama e eu não consigo olhar para ele, estou com muita vergonha

Ate que sinto seus dedos gelados no meu queixo, delicadamente, virando para olhá-lo

-Não fique com vergonha, sou seu noivo esqueceu?- ele sorri me fazendo sorrir junto- Se é isso que sente então posso fazer uma coisa?

-Pode- falei automaticamente 

Ele se aproxima mais e mais até que encosta seus lábios nos meus e é uma sensação tão boa, ele logo pede passagem, eu cedi rapidamente fazendo nossas línguas dançarem calmamente. Então ele pega meus braços e põem em volta de seu pescoço enquanto suas mãos vão para minha cintura de forma possessiva e protetora.

Quando nos separamos, por eu ter que respirar, encostamos nossas testas e nos encaramos, eu estou um pimentão de tão vermelha, ele sorri para mim e eu sorrio devolta

-Que casar comigo?- ele pergunta sorrindo me fazendo rir e dizer 

-Sim, eu quero- digo sorrindo e ele me beija mais uma vez 

Depois disso ficamos conversando e trocando alguns beijos na praça.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...