História Amor por Acaso - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias SHINee
Personagens Minho Choi
Tags Desencontros/encontros, Drama, Encontro, Minho, Romance, Shinee
Exibições 22
Palavras 4.694
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie, mais um capitulo quentinho!!!
Boa Leitura!!!!

Capítulo 7 - Surpreendente como a Chuva em um fim de tarde!


Fanfic / Fanfiction Amor por Acaso - Capítulo 7 - Surpreendente como a Chuva em um fim de tarde!

Sem saber para onde iam Sofi observa o caminho sem deixar de olhar para Minho que dirigia atentamente sem deixar o sorriso desfazer nem um minuto, algum tempo depois ele estaciona em um parque que aparentemente estava sem visitantes,

- Chegamos!!!- ele fala olhando para Sofi, saindo em seguida dirigindo-se a porta abrindo e estendendo a mão para que ela saísse do caro, ela sorri e o segue. Eles caminham até chegarem ao centro do parque onde estava preparado um cenário que ela mal pode imaginar encontrar.

Eles param no inicio de um caminho formado com inúmeras velas dentro do caminho pétalas de rosas vermelhas espalhadas pelo chão, o caminho dava para uma enorme toalha estendida no chão onde tinha algumas almofadas, alguns pratos com lanches e frutas, um vinho e duas taças, estava tudo tão impecável, como se tivesse sido preparada para uma cena de filme ou mesmo para a gravação de uma cena romântica de dos dramas que ela já tinha visto, ela surpresa com o que vê leva a mão a boca cobrindo sua boca aberta com tamanha surpresa,

- Espero que goste, preparei com muito carinho este lugar para que possamos conversar longe dos olhares curiosos!!!- ele fala pegando em sua mão a levando por entre o caminho chegando até a toalha estendida no chão, tiram seus sapatos e sentam entre as almofadas, Sofi ainda observa cada detalhe do cenário sem falar nenhuma palavra, Minho observa sua reação, pega uma rosa que estava em cima de uma almofada e oferece a ela que recebe corando seu rosto o baixando para que ele não visse sua reação.

- Gostou da surpresa?- ele fala levantando seu queixo entre as mãos olhando fixamente em seus olhos.

- Sim muito!!!- ela responde sorrindo para ele. –Não sabia desse seu lado romântico!!!-

- Existe muito mais de mim que você não conhece, mas que estou disposto a lhe mostrar!!!- ele sorri para ela ainda olhando em seu rosto corado.

- Não vamos ter problemas em estar aqui???-

- Não, meus agentes providenciaram seguranças para que possamos ficar aqui sem sermos incomodados, não se preocupe, estamos seguros!!!- ele fala para Sofi e se vira pegando o vinho derramando nas taças oferecendo uma a ela que recebe,

- Um brinde a nossa noite!!!!- ele levanta sua taça em direção a ela que acompanha seu movimento tocando as taças e bebem um gole do liquido vermelho. Estava tudo perfeito como em um sonho, ela mal podia acreditar que estavam ali.

Ele se aproxima mais dela ficando não mais de lado mais sim a sua frente, leva sua mão esquerda até os cabelos de Sofi que estavam soltos, prendendo uma mecha que estava em frente o seu rosto atrás da orelha ele pode sentir a garota estremecer a seu toque e ri levemente, continua seu trajeto agora por sobre sua bochecha rodeando sua covinha feita com a contração do sorriso que dava passando seu polegar em seus lábios e sem demora aproxima seu rosto do dela e a beija suavemente nos lábios, ela não recusa dando passagem para a língua que rosava seus lábios indo de encontro a sua, então compartilham mais uma vez um beijo, dessa vez um beijo cheio de carinho sem presa mais não deixava de ser intenso, quando se distanciaram para recuperar o folego se olham fixamente e ele percebe que ela ainda estava corada, mais que seu semblante era de uma tranquilidade que o fez sentir-se seguro e mais feliz por ter preparado tudo para que tivessem esse encontro.

- Senti sua falta, já não estava mais suportando não saber noticias suas, ou não cruzar com você no condomínio, por favor, não fuja mais de mim!!!- Sofi consente com a cabeça, sentindo seu coração ainda acelerado pela emoção, tentando se acalmar respira fundo,

- Me desculpe!!! Não fiz por mal!!!- fala dando-lhe um sorriso feliz. – Também senti sua falta!!!Não vou fugir!!!- responde tomando mais um gole do vinho em sua mão.

- É muito bom ouvir isso!!!- trás até eles uma vasilha com frutas, pega um morango e oferece a ela que o morde,

- Hmmmm, que gostoso!!!- ele sorri e leva a boca o restante do morango,

- Gostoso mesmo!!!- eles riem sem falar mais nada e comem algumas frutas, talvez com um pouco de vergonha e ansiedade sem saber ao certo o que devem fazer naquele momento, então Sofi rompe o silêncio,

- Como foi sua viagem???- pergunta demonstrando interesse

- Foi corrida, fizemos uma sessão de fotos para uma revista e algumas reuniões para um show que faremos no Japão!!!- ele responde pegando o celular do bolso da jaqueta.

- Sim eu sei, vi algumas das fotos que já correm na internet, todas estão enlouquecidas com os spoilers das fotos que a revista soltou!- ela fala enquanto observa ele pegar o celular.

- Hmmm, com internet é muito rápido as noticias correrem o mundo num piscar de olhos! Por falar nisso tem algumas pessoas que querem lhe conhecer!!! - e ele inicia uma vídeo chamada, ela sem entender se surpreende ao ver na tela do celular a sua frente o rosto de Onew, que as gritos chama os outros,

- É o Minho, venham logo!!! Hyung!!!- Onew fala animado para Minho – Deu tudo certo hyung?-

- Sim, deu tudo certo!! - enquanto responde os demais se aproximam de Onew sentando ao seu redor no sofá que ele estava sentado, e lá estavam eles, Onew ao seu lado direito Taemin, no seu lado direito Jonghyun e ao lado de Taemin, Key, todos ansiosos falando ao mesmo tempo, ele olha para Sofi que estava ali sem reação ao ver os demais membros do grupo que ela é fã a sua frente na tela do celular,

- AnyeonMase....não quer dizer, oi, até que em fim nos conhecemos Sofia, hyung não parava de falar em você!!!- fala Onew para Sofi logo em seguida os outros também a cumprimentam,

- O..o...oi é um prazer falar com vocês!!!- faloue olha para Minho que repreendia Onew por ter falado isso para ela,

- Sim, não parou nem um momento de falar em você! – afirmou Key para a garota,

- Essa é a primeira vez que ele age assim, nunca tinha visto o hyung assim!!!- falou Taemin,

- Ele esta completamente apaixonado por você!!!- Jonghyun falou sendo repreendido por Minho,

- Yhaa!!!- ele fica sem graça e olha para Sofi que ria de sua reação.

- Cuida bem do nosso hyung Sofia!!!- Key fala

- Sim cuida bem dele e se ele vacilar com você pode falar que nós vamos ai dar um jeito nele!!!- Jonghyun falou e todos riram ao mesmo tempo, Minho sem graça leva a mão livre até a nuca em um movimento sem graça.

- Aishhhh, vocês parem com isso!!- Minho fala ainda sem graça. 

- Pode deixar qualquer coisa eu falo pra vocês!!!- e ela ao falar os acompanhacom uma risada animada olhando a reação de Minho que ainda estava sem graça.

- Foi um prazer conhecer você Sofia, agora vamos deixar vocês em paz, até mais!!!- todos se despendem e a chamada de vídeo é encerrada.

- Obrigada por isso, jamais poderia imaginar poder falar com eles!!!- ela fala empolgada, enquanto Minho colocava o celular ao lado do suporte do vinho Sofi leva a rosa ao nariz sentindo o cheiro suave dela, Minho volta a olhar para ela e fala,

- Eu que tenho que agradecer por você estar aqui comigo, não poderia deixar de apresentar a eles a pessoa que está sendo o centro dos meus pensamentos!!–

Ela sorri para ele que retribui o sorriso colocando mais vinho em suas taças,

- Obrigada, mais você não deveria estar bebendo, esqueceu que está dirigindo?!- ela fala o reprovando por estar bebendo.

- Verdade, tudo bem vamos tomar suco no lugar do vinho, já tinha esquecido disso!!- e vira pegando uma garrafa de suco em uma caixa térmica que estava perto de onde eles estavam sentados, trocando suas taças por copos com suco de laranja,

- Bem melhor agora!!!- ela sorri e toma um gole do suco.

O celular de Sofi toca e ela atende vendo que era Bia, - Oi Bia, sim estou bem, estou com ele agora, um rum quando chegarem casa eu te aviso, beijos!!!- ele a observa ao telefone levando o copo de suco a boca tomando um gole demorado, ela encerra a ligação guardando o celular na bolsa,

- Era Bia ela queria saber se estava tudo bem!-ela fala sorrindo para ele

- Vejo que você também tem amigos especiais!! Os meninos são como irmãos para mim!!-

- Sim, Bia é como uma irmã para mim também!!!-

- Me fala um pouco mais sobre você! - ele fala para Sofi que começa a contar um pouco sobre sua vida, fala de quando veio para São Paulo para estudar, contou que sentia muita falta da família mais que encontrou nos amigos um pouco de conforto, que amava sua faculdade que sempre tinha sido seu sonho fazer, e continuou falando e ele a observava atentamente ouvindo cada som que ela pronunciava.

- Nossa como eu falo, assim não é justo me fala um pouco mais sobre você também, mais se bem que eu sei quase tudo sobre você né!-

- O que você sabe sobre mim não é tudo é apenas o que a SM deixa a mídia saber, com o tempo você vai me conhecer melhor!!!- ela ao ouvir suas palavras é invadida pela realidade que volta a tona a tirando desse momento que parecia mais um sonho do que realidade, Minho percebe que suas palavras fizeram o semblante de sua acompanhante mudar de felicidade para uma leve preocupação pairando em seus olhos antes alegres uma sombra de tristeza,

- O que houve? Falei algo que não deveria?-

- Não, falou apenas a verdade!!- ela responde tentando afastar os pensamentos e lembranças que a começavam a incomodar. – Pois bem, fale um pouco sobre você!!!- e sorri para ele, ele retribui o sorriso e inicia a falar, Sofi o observa atentamente contar sobre como era à correria e a convivência com os meninos, como se sentia bem ao receber o carinho das fãs, e assim o tempo foi passando, eles não pareciam preocupar-se com o tempo passando nada lhes era mais importante do que estarem ali juntos, e em um momento de risos foram surpreendidos com uma chuva que começava a cair repentinamente, eles estavam tão entretidos na conversa que não perceberam a mudança de clima que se formava no céu anunciando chuva, e entre risos maiores ainda correram em direção ao carro entrando apressados e continuaram a rir por alguns minutos por terem sidos surpreendidos pela chuva.

- Estamos encharcados!!!- Sofi fala olhando para Minho que a observava, - Melhor irmos para casa temos de nos trocar antes que peguemos um resfriado!!!- ele assentiu com a cabeça e da partida no carro saindo em seguida, ao chegarem ao estacionamento do prédio saem rapidamente em direção ao elevador e ao entrar Minho olha para Sofi que estava ao seu lado abraçada ao corpo demonstrando que estava com frio, ele aproximasse dela e a envolve em seus braços fazendo com que seus corpos colem-se ela olha para ele em reação,

- Obrigado por ter passado este tempo comigo!!!- ela não fala nada e se aconchega em seus braços apoiando o rosto em seu ombro sentindo seu cheiro e o calor que vinha de seu corpo, a proximidade era tamanha que ela conseguia sentir o coração dele bater acelerado e sua respiração ofegante, antes que pudesse ser dito algo o elevador para abrindo a porta dando passagem para que eles saíssem de seu interior, ela se desprende do abraço e sai com ele a seguindo segurando sua mão, eles param na porta do apartamento de Sofi ela olha para ele que a observava com um semblante de felicidade,

- Chegamos!!! Obrigada por esta noite incrível, foi como se eu estivesse em um sonho!!!- ela fala com um sorriso nos lábios – Boa Noite!!!!- Sem falar nada ele a puxa de encontro a ele a envolvendo nos braços.

- Eu que tenho de agradecer, por me permitir ter sua companhia esta noite!!! Espero que possamos ter muitas outras!!! Boa noite!!!!- Sofi abre a porta e entra ao olhar novamente para ele que se aproxima dela e da um beijo em sua testa,

- Nos vemos amanhã???- ela assentiu que sim com a cabeça e ele vai para casa.

Ao entrar em casa Sofi vai direto para o banheiro toma banho e coloca seu pijama lembra que falou para Bia a avisaria quando estivesse em casa e pega o telefone que toca em sua mão não dando tempo de discar o número da amiga,

- Parece que você adivinhou que eu estava prestes a ligar pra você, deu para ler mentes agora???- fala para Bia dando uma gargalhada ao telefone.

- Talvez!!!Me conta como foi, quero saber de tudo!!!- responde Bia com tom de entusiasmo.

Então Sofi conta para a amiga sobre como foi sua conversa com Minho, dando-lhe detalhes do local que ele tinha preparado para que pudessem conversar,

- Foi como estar em um sonho Bia, eu quase não podia acreditar!!! – e de repente Sofi sente um frio tomando de conta de seu corpo e espirra forte, - ATCHIN!!!-

- Saúde!!! Meu Deus Sofi, você já se trocou?? Não brinca em ficar molhada ainda mais depois de vocês terem sidos surpreendidos por esse temporal que está lá fora!!!- Bia fala com preocupação.

- Sim já me troquei, tomei um banho e já estou deitada na minha caminha quentinha!!!-

- Muito bem então, toma um chazinho quentinho antes de dormir e descansa, vou deixar você dormir, você tá lembrando que marcamos de ir ao shopping amanhã né???-

- Sim Bia eu lembro, não se preocupe!!! Boa noite dorme bem!!!- e deliga o telefone. Mesmo que ela saiba que era bom tomar um chá quentinho como a amiga tenha lhe falado para fazer Sofi não sai da cama, pois o cansaço e a emoção do que vivera a pouco junto com um frio e mal estar repentino lhe fizeram adormecer instantaneamente.

Bia esperava impacientemente Sofi na praça de alimentação do shopping, já tinha ligado inúmeras vezes e nada da amiga atender ao telefone, já estava ficando preocupada, pois sabia que Sofi não era de se atrasar tanto assim sem avisar nem de ficar sem atender suas ligações, já eram quase 15:00 e elas tinham combinado encontrarem-se ao 12:00 para almoçarem juntas e aproveitar o restante do dia, Bia resolve não esperar mais e vai para casa de Sofi, durante o caminho continua a ligar sem ser atendida, quando chega ao prédio pergunta a Raimundo se viu Sofi saindo e ele afirma que não, quando Bia chega a porta do apartamento da amiga deparasse com Minho próximo a porta ao telefone ele estava com semblante preocupado,

- Bom dia!!- Bia o cumprimenta olhando fixamente para ele com olhos vibrantes pois, ela também é muito fã de SHINee.

- Bom Dia, você é a garota que estava com Sofia na lanchonete!!! Bia não é???- fala virando-se para a garota que o observava.

- Sim, sou eu mesma, mais o que esta fazendo aqui parado na porta do apartamento dela??-

- Eu estou tentando falar com ela faz um bom tempo e ela não atendo o celular, quero convida-la para sairmos!!- ele responde

Neste momento Bia lembra do que Sofi lhe contou, que quando estava com Minho no parque foram surpreendidos pela chuva e que tinham se molhado bastante e que a amiga tinha espirrado enquanto conversavam e lembrou que Sofi era muito fraca para gripes que é a única coisa que consegue deixa-la realmente de cama, e se direciona para a porta com semblante de preocupação tocando a campainha e nada de ser atendida, então ela lembra que tem uma copia da chave de Sofi e tirando seu chaveiro da bolsa abre a porta e entra convidando Minho para entrar também, ao entrarem no apartamento tudo em silêncio, as luzes ainda apagadas, mais o apartamento estava sendo iluminado pelos raios de sol que entravam pela janela na sala, Bia chama Sofi e não é respondida, ela aponta o sofá para que Minho acomoda-se e vai para o quarto, chegando lá depara-se com Sofi na cama, tremendo e bastante suada, ela aparentemente estava dormindo ainda, e aproxima-se dela a chamando,

-Sofia, acorda, Sofia, Sofia- e nada de Sofi responder, Bia fica assustada ao sentir o corpo quente da amiga que não respondia a seus chamados e vai até a sala chamando por Minho,

- Ela está no quarto, está muito quente e não esta acordando, preciso levar ela a uma emergência agora...- Minho escuta as palavras de Bia e fica assustado mais antes que ambos possam ter alguma ação viram-se em direção a porta do quarto vendo Sofi em pé apoiada com dificuldade na parede,

- Não precisa me levar para lugar algum, eu estou bem!!!- fala baixo quase como se murmurasse e no mesmo instante sente suas pernas faltarem e cai no chão, Bia e Minho correm ao encontro de Sofi que tenta se levantar antes que eles a alcancem.

- SOFIA!!!- eles falam ao mesmo tempo indo de encontro a ela.

Minho a pega no colo a levando para o quarto colocando-a novamente na cama, enquanto Bia puxava os lençóis para cobri-la,

- Espera vou pegar um termômetro!- Bia fala saindo em direção ao banheiro.

Minho senta-se ao lado do Sofi aninhando-a na cama com os lençóis para que ela ficasse coberta, em poucos minutos Bia retorna com o termômetro colocando em Sofia, ambos esperam impacientes olhando-a com preocupação

- Isso deve ser por ter se molhado na chuva ontem.- Bia fala para Minho, que estava assustado em ver Sofia assim, ele passava a mão nos cabelos dela.

- Foi minha culpa, mais eu não poderia imaginar que iriamos ser surpreendidos pela chuva.- ele fala dando um suspiro.

- Não foi sua culpa, você não tinha como adivinhar isso!!- Bia responde vendo no semblante de Minho uma sombra de culpa, ele estava pondo em si a responsabilidade por Sofi estar assim, então ela pega o termômetro,

- 38,5 precisamos fazer essa febre baixar!! Vou buscar um antitérmico para darmos para ela já volto!- Bia sai em direção à sala. Minho ficou ao lado de Sofi enquanto Bia ia pegar o remédio, segurando sua mão e olhando para ela que estava com seu rosto molhado devido ao suor que sai de seu corpo, ele vê Bia voltar e a ajuda a colocar o remédio na boca de Sofi, Bia trouxe também uma bacia com água e um pano para que fizessem compressa em sua testa a fim de auxiliar a baixa da febre, Minho pega a bacia e molha a toalha colocando em seguida na testa de Sofi, Bia fica observando ele que em momento algum saiu do lado da amiga.

- Ele deve realmente sentir algo por ela!- Bia pensa para si mesma, e assim depois de algumas horas ele medem a temperatura de Sofinovamente,- Bem melhor, a febre baixou, agora é esperar ela acordar, nossa nem percebi que já era tão tarde!- Bia fala olhando para a janela vendo que já estava escuro lá forae depois olhando o celular vendo que já se passava das 22:00,- Você pode ir eu fico aqui com ela!-

- Não, não vou sair daqui enquanto ela não acordar!- Minho responde.

- Tudo bem então!!! Vou fazer algo para comermos!!!- e sai para a cozinha.

Minho levanta e faz uma chamada ao celular, nesse momento Sofi acorda e observa Minho em seu quarto falando ao telefone com alguém que estava em sua casa e que iria ficar para ter certeza que ela estaria bem, quando ele termina a conversa volta-se indo em direção à cama e se depara com Sofia que o olhava,

- Que bom que acordou, como se sente??- ele sentasse ao lado da garota que o observava sem entender bem como ele tinha entrado em seu apartamento.

- Estou me sentindo melhor, mais como você entrou aqui??- ela respondeu

- Bia abriu a porta, estávamos preocupados, pois, você não atendia nossas ligações e nem abria a porta!!- ele aproxima a mão da testa da garota que o olhava lembrando que tinha caído antes no chão depois de falar algo para ele e Bia que estavam em sua sala ela abria a boca para falar que tinha lembrado e é surpreendida por Minho que a envolvia em seus braços,

- Você me assustou, meu coração quase saiu pela boca quando vimos que você estava com quase 40 graus de febre, me desculpe isso é minha culpa!!!-

Sofi percebe que ele estava chorando ao falar isso,- Não foi culpa sua!!!- ela fala e o envolve com os braços o trazendo para mais perto de si e ficam assim por alguns minutos até ele se acalmar e se desvinculam do abraço permanecendo com seus rostos próximos olhando-se nos olhos e antes que se beijem Bia entra no quarto,

- Acabei de fazer nosso Jantar...- e vê eles se afastarem, ao ver que a amiga finalmente acordara aproxima-se rapidamente da cama subindo nela e abraçando-a. – Meu Deus Sofia, não faça mais isso quase me matou do coração!!!-

- Prometo não fazer!!!!- Sofi responde correspondendo ao abraço de Bia.

- Fiz algo para comermos, vou trazer para você!- e se levanta, e briga com Sofi que estava levantando - Nem pensar garota, fica ai deitadinha que eu trago aqui para você!!!! E nada de reclamar, você ainda não está cem por cento!!!- e sai do quarto

Minho observava a breve conversa entre elas e quando Bia sai fala para Sofi, - Ela gosta muito de você!!!- Sofi acena que sim com a cabeça,

- Ela é como uma irmã para mim!!! Eu a amo muito!!!- fala encostando o corpo na cabeceira da cama, enquanto Minho sentado ao seu lado ainda a observava, - Obrigado por se preocupar comigo, mas você deve ter compromissos lhe aguardando não??-

- Não, hoje tirei o dia de folga, vou ficar aqui com você até ter certeza que estará bem!!- e aproxima-se mais de Sofi ficando ao seu lado, ele passa seu braço esquerdo colocando-o atrás da cabeça de Sofi a aproximando de seu ombro – Não conseguiria ficar tranquilo em estar longe de você sabendo que não sentia-se bem!!- e deposita um beijo em sua testa.

- Obrigada por se preocupar e por estar aqui comigo!! Sofi fala encostando-se em seu ombro passando as mãos em sua cintura, ele faz carinho em seus cabelos e ela adormece, quando Bia entra no quarto com uma bandeja com algo para que Sofi comesse ela já estava dormindo novamente.

- Dormiu antes de comer, deve ter sido o remédio, ela vai ficar bem, venha Minho vamos comer!- e eles saem em direção à cozinha, depois de comerem Minho vai para o quarto e Bia fica na cozinha lavando a louça, ele senta-se novamente ao lado de Sofia a puxando para si e apoiando sua cabeça em seu peito cobrindo-a para que ela continuasse a dormir, Bia senta-se no sofá ligando a tv, depois de um tempo vai ao quarto e se depara com os dois dormindo abraçados, ela aproxima-se e cobre ambos e ao chegar à porta os observa, - Que cena mais fofa, parece que estou vendo um drama!!!- ela suspira e sai fechando a porta os deixando ali abraçados e dormindo.

- Bom dia bela adormecida, como está se sentindo???- fala Bia olhando para Sofi que adentrava a cozinha ainda espantando o sono dos olhos com o nó dos dedos.

- Bom dia, me sento ótima, obrigado por ter ficado comigo, foi bom ter dormido abraçada com você esta noite, foi como se estivesse sendo acalentada por minha mãe quando eu estava doente!!!- Sofi responde a amiga que escutava com atenção o que falava levando a boca uma caneca que provavelmente estava com café, pois o cheiro de café quentinho pairava na cozinha.

- Quem disse que eu dormi com você??? – respondeu sem tirar a caneca de próximo a sua boca, escondendo assim um riso maroto nos lábios, ao ouvir estas palavras Sofi já sentada em uma das cadeiras próximas a mesa da cozinha, gira levemente a cabeça para a direita e arqueando as sobrancelhas em reação as palavras que acabara de escutar mostrando estar confusa e curiosa,

- Não???Espera, se não foi você então quem foi???- e a lembrança de ter visto e conversado brevemente com Minho na noite passada veio a memoria, - Não pode ser!!! Você tá querendo me dizer o que eu estou pensando.... Não isso não faz sentindo, deixa de brincadeira!!!-

- Isso mesmo garota!!! Além de você e eu só tinha mais uma única pessoa aqui, ele mesmo, Minho!!! Ele não saiu do seu lado um só minuto!!! Só saiu agora a pouco, porque teve de ir a uma reunião no estúdio e não conseguiu desmarcar, mais antes de sair me pediu pra avisar assim que você acordasse!!!- terminou de falar e tomou mais um gole do café, olhando Sofi parada a sua frente com semblante de quem não estava muito convencida por suas palavras e então deu uma grande gargalhada com a reação de Sofi e antes que ela falasse algo continuou, - Eu já falei com Margarida, você não precisa ir trabalhar hoje, ela falou que é para você descansar hoje e eu já estou de saída!!! – levantou-se e deu um abraço na amiga indo de encontro ao sofá pegou sua bolsa e antes de fechar a porta falou novamente, - Qualquer coisa me liga e eu volto correndo!!! Ah sim, antes que eu esqueça de falar, acho que você devia ligar para ele!!! Ele estava muito preocupado em não estar aqui quando acorda-se!!!- e assim que terminou de falar fechou a porta sem dar chances para Sofi reagir as informações que acabara de receber.

E por alguns minutos Sofi ficou ali parada com os olhos fixos para a porta fechada como se procura-se explicações lógicas para o que acabara de ouvir e era tomada por vozes em sua cabeça que exprimiam todas as duvidas que pairavam aos seus olhos fixos na porta fechada.Balançou a cabeça tentando afastar todos aqueles pensamentos terminou seu café e voltou para o quarto tomou mais um remédio e deitou-se novamente adormecendo poucos minutos depois.

Já era fim de tarde quando Sofi desperta de seu sono, ela esfrega seus olhos com os dedos e senta-se na cama olhando para a janela de onde viam os últimos raios de sol do dia, ela pega o celular que estava em cima da mesa de cabeceira ao lado de sua cama para ver a hora, e depara-se com algumas ligações perdidas e uma mensagem, desbloqueia o aparelho verifica as ligações algumas fora de Bia, algumas de Margarida, uma de sua mãe e outras de Minho e uma a qual não conseguia identificar de quem era, pois era um numero que para ela era desconhecido, ela decide ver a mensagem e lê,

 

 

 *Olá, liguei e você não atendeu, suponho que deva estar dormindo ainda, espero que esteja melhor, quando sair da gravação irei ai verificar como estas, bom descanso, até mais tarde!!*

 

Ela sente-se feliz ao ler essa mensagem, era de Minho, um riso invadiu seu rosto e não deixava de imaginar o quanto aquilo tudo parecia um sonho. Algumas horas depois já desperta e terminando de preparar algo para jantar escuta a campainha tocar e seu coração acelera em um ritmo tão frenético que parece que vai saltar pela boca, ela imagina que seria ele e sai em direção à porta para abrir,

- Não esperava que viesse tão cedo....- e ao terminar de abrir a porta e se deparar com outro alguém que não era quem tanto espera que fosse nem termina de pronunciar a frase que iniciara, seus olhos abriram-se juntamente com sua boca em uma expressão de surpresa. E um buquê de rosas vermelhas lê fora estendido,

- Se eu ao menos imaginasse que estivesse me aguardando juro que teria vindo assim que cheguei à cidade!!!- 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...