História Amor por acidente - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Novela, Romance
Exibições 5
Palavras 833
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Romance e Novela, Violência, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Segundo pra vcs

Capítulo 2 - Escola


Fanfic / Fanfiction Amor por acidente - Capítulo 2 - Escola

Povs camila.
  
Ouvi um som horrível de alarme me acordando, quase não consegui abrir os olhos. Mais assim que lembrei Pq o despertador tocou dei um pulo da cama na hr, nunca tinha acordado tão animada.

     Quero tanto fazer amigos nessa escola. 

  Fui pro banheiro tomei um banho quente e fiz minha igiêne matinal. Coloquei uma blusa de manga comprida estampada, meu short de compressão para diminuir o tamanho "dele" e uma causa jeans preta. Peguei meus materiais e desci pra tomar café. Meus pais já estavam se sentando na mesa, dei bom dia para os dois e tomamos café em uma conversa animada.
 
     -parece q vc tá bem animada hj. Disse meu pai com um semblante feliz.

   -tô sim e um pouco nervosa. Falei

    -vai dar tudo certo querida não se preocupe. minha mãe falou me abraçando.

    Tomara.

   -então vamos pra vc não se atrasar. Disse meu pai já se levantando.

   Entramos no carro e fomos rumo a escola. De vez em quando meu pai olhava para mim. Então perguntei o q ele tinha.

-tudo bem pai?

  -sim. É que eu táva aqui pensando, vc já tem 16 é responsável, não já tá na hr de ter um carro pra vc?

Arregalei os olhos.

  -seria muito legal pai, sério? Falei animada

  -sim, então vc quer um? Perguntou sorrindo.
 
  -Concerteza. Falei toda afobada. Não acredito que eu vou ter um carro.

  -Ok.  Então mais tarde vamos em uma loja pra vc escolher um.

-já?  Perguntei mais animada ainda.

  -sim hj mesmo. Falou rindo de mim pela minha afobacao.

-tá bom entao vamos sim. Valeu pai obrigada. Falei abraçando ele.

  -de nada querida.

  Vi que o carro táva parado e nem percebi q tínhamos chegado. Quando eu olho para fora do vidro meu coração acelera.

  Puta merda, que lugar enorme.

-tudo bem camila? Meu pai me tira dos meus pensamentos.

-ah, sim é que aki é bem grande. Falei.

-é sim. Falou ele me olhando.

-então deixa eu ir Pq ainda tenho q pegar meus horários.

  Me despedi do meu pai e segui pela entrada, e q entrada. Tinha alunos por td lugar, uns grupos sentados na grama outros em pé.  E tinha umas líderes de torcida dançando.  Nada fora do normal. Enquanto eu passava recebia olhares curiosos. Talvez por eu ser novata. Entrei dentro da escola, e é maior q minha outra escola.  Caramba.

   Fui procurar a diretoria para saber meus horários Pq só faltava 5 minutos para o sinal bater e eu não queria me perder ali dentro, perguntei a um garoto onde ficava e ele disse no segundo andar. Q ótimo vou ter q andar mais. Fui o mais rápido q pude, até esbarrei em algumas pessoas q me chingaram pedi desculpa. E continuei. Finalmente vi o nome na porta SECRETARIA. Apressei mais o passo, quando estava chegando na porta uma pessoa sai de dentro dela e adivinhem o q aconteceu?  Meu corpo se chocou contra o dela ou dele Pq eu n pude ver se era homem ou mulher até estarmos no chão, eu acabei caindo por cima. E quando fui olhar eu paralisei, não sabia se respirava ou piscava, era uma garota linda dos cabelos pretos e olhos verdes penetrantes.  Não consegui desviar o olhar do dela.  E então senti algo fisgando naquele lugar. Derrepente Ela começou a gritar.

-sai de cima de mim sua idiota, não olha por onde anda não? 

- ah. Me desculpe por favor. Deixa q eu te ajudo. Falei dando a mão pra ela levantar.

-Não quero sua ajuda. Vc é uma idiota desastrada. Falou com raiva

Eu comecei a ficar com raiva tbm Pq foi ela q saiu falando não sei o q e não olhou pra frente.

-eu já pedi desculpa, e foi vc q nao olhou pra frente. Falei o mais calma possível.

Já sou bem grandinha pra tá aguentando humilhação dos outros, a partir de hj vou começar a me defender. Pensei comigo mesmo.

-me deixa em paz sua Vadia idiota e desastrada. Falou com raiva.

- Vadia é vc. Falei isso e entrei na sala deixando ela sozinha no corredor. Ainda escutei ela bufar.

Falei com a secretaria q táva sentada sem fazer nada na mesa e peguei meus horários sai. Tive q subir mais um andar pra encontrar minha sala e a primeira aula era de história, odeio essa matéria a única tbm.

A essa hr tds já tinham entrado na sala e o professor tbm. DROGA. Bati na porta e o professor abriu.

-Oi.  Desculpa o atraso é q eu demorei achar a sala. Falei com vergonha.

-q nao se repita.  Falou e abriu mais a porta.

Quando eu entrei Tds estavam me olhado.  ODEIO ISSO.

- Pode se sentar naquela mesa.

O professor apontou pro fundo do lado da parede e quando eu vi quem seria minha parceira de mesa. Não acreditei.

Continua. ...


Notas Finais


Espero que gostem
Bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...