História Amor Possessivo - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Kim Namjoon
Visualizações 554
Palavras 1.041
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


To apaixonada na foto acima, se alguém tiver um amigo de olhos puxados pra me apresentar, eu super aceito.
Esse capitulo ta fofo, tipo muito.
❤❤❤❤❤

Capítulo 9 - Nam 9∆


Fanfic / Fanfiction Amor Possessivo - Capítulo 9 - Nam 9∆


Namjoon me pediu um filho, no começo eu nem estava cogitando a ideia, mas ele realmente estava se esforçando para evitar brigas. Namjoon não tem maturidade o suficiente para cuidar de uma criança, mas eu estava disposta a tentar. Estávamos recuperando o fôlego deitados na cama, Nam vestia uma calça moletom , e eu estava com uma blusa dele.

- Você tem noção de que a gente transou sem camisinha e você gozou dentro. - Digo me sentando sobre ele.

- Eu esqueci de por a camisinha amor, você tava tão excitada. - Ele faz uma carinha de cachorro sem dono.

Me inclino sobre ele e sussurro em seu ouvido.

- Eu te dei a chance de me engravidar, bobão. - Sorrio, ele vira sobre mim, me beija de uma forma eufórica. O empurro, nos sentamos na cama.

- Mas... - Me levanto e pego o notebook sobre a escrivaninha, volto pra cama. Abro uma planilha.

- Você fez uma planilha ? - Sorri. - Nós vamos ter um filho ou vamos abrir uma empresa ? - Ele pergunta debochando.

- Essa planilha é referente as nossas brigas, as bolinhas vermelhas são as brigas, e as verdes são quando nós fazemos as pazes.- Digo apontando para a tela do computador.

- Nos brigamos tanto assim? - Ele arregala os olhos. - Só tem bolinhas vermelha nela.

- Se essas bolinhas não reduzirem, nós vamos fazer terapia, ou terminar.

Ele me olha meio preocupado.

- Eu concordo. Agora a gente já pode comprar roupinhas fofas ? - Ele sorri e eu me derreto com aquelas covinhas.

- Se o nosso filho não tiver essas covinhas, nós vamos fazer outros até terem. - Ele me beija, e começa a subir minha blusa.

- Vamos tentar fazer agora. - Ela tira o computador da minha mão.

- Namjoon... , espera ai. - Ele deita sobre mim.

- O que foi ? - Ela beija minha clavícula, e um gemido me escapa.

- Eu não terminei ainda Nam. - Me olha.

- Se for referente a ciúmes amor, eu juro que eu não faço de propósito. - Ele põe uma mecha de cabelo atrás da minha orelha.

- Eu quero que você pesquise sobre cuidar de um bebê, e uma vez por semana nós vamos assistir documentários sobre crianças. - Ele sorri, eu ponho meus dedos em suas covinhas.

- Você vai surtar antes dele nascer. - Ele volta a beijar meu pescoço, e destribui mordidas. Volta a atenção para minha boca, o beijo começa suave, Nam tateia meu corpo procurando a barra da camiseta, põe a mão por dentro da mesma, e acaricia meu corpo com as pontas dos dedos, um arrepio percorre meu corpo, e eu solto um gemido arrastado. Tim dum, a campanhia.

- Namjoon. - Seguro a mão dele.

- Deixa tocar pequena, eu preciso fazer o meu filho agora. - Sorri.

- Namjoon. - Digo surpresa pela resposta dele.

Ele me olha e bufa.

- Que merda, eu só queria fazer o meu primogênito, que porra. - Ele se levanta e sai do quarto.

Tbm me levanto e vou tomar banho. Durante o banho fico pensando que um filho não é má ideia, crianças trazem alegria a qualquer lugar, sem contar que são extremamente fofas.

Saio do banho, ponho uma calça jeans e uma regata preta, um tenis simples, faço um coque meio bagunçado. Vou pra sala, Jin está sentado no sofá ao lado de Namjoon, os dois não estão com as caras muito agradáveis. Comprimento Jin com um abraço.

- Por que essas caras? O que foi ?- Pergunto me sentando no braço do sofá.

Os dois se olham, Jin mexe no cabelo.

- Fala logo. - Eu estava ficando impaciente.

- Nós vamos ter que viajar, durante umas 2 semanas. - Jin bufa.

Eu já estava acustumada a isso, eles sempre saíam em turnê, algumas mais longas, outras menores.

- Só isso? Achei que alguem tinha se machucado. - Sorrio. - É, eu vou procurar o presente, eu não vou demorar. 

Me despeço dos dois, e saiu. No caminho fico pensando em ficar sozinha, ficar sozinha é horrível, ainda mais pra mim que sou uma medrosa, Hope não vai poder ficar comigo, por que ele faz parte da banda. Jackson, ele ficaria comigo sem problema algum. Fico no shopping durante quase 2 horas. No fim eu compro um colar, com a frase " Eu tenho a dadiva de me apaixonar por você todos os dias ", aviso ao Jay e mando fotos, ele pediu para eu passar na empresa e entregar a ele, depois estaria dispensada. Foi o que eu fiz, passei na empresa, fui até o escritorio do Jay.

- Boa tarde Sr. Park. - Parei na porta de seu escrito.

- S/ N ? - Ele veio em minha direção.

- Sim.

- Você fica muito diferente sem aquelas roupas sociais.- Ele diz sorrindo, seu sorriso estava diferente do normal, parecia mais sincero. Eu entrego o colar para ele, ficamos conversando durante um tempo.

- Eu vou tirar 1 semana de ferias, S/N e eu estou te dando 1 semana de descanso. - Ele diz se levantado.

- Mais Sr. Park... - Ele me interrompe.

- S/N, vai passear um pouco, tira essa semana pra fazer o seu bebê. - Ele sorri de lado.

- Perdão Sr. Park ? - Franzo o cenho.

- O bobão do Nam me contou, ele disse que eu serei tio do bebê. - Eu tinha me esquecido de que o Namjoon o Jay eram amigos. Tenho certeza que minhas bochechas coraram. Nos despedimos. No caminho para casa fico pensando como o Namjoon é bobo, provavelmente ele deve ter contado pra todos os amigos dele. Chego em casa Namjoon está jogado no sofá como sempre.

- Pequena ! - Ele se levanta do sofá e vem em minha direção.

- Oiii. - Ele me abraça.

- Você não sabe o que eu comprei. - Ele me puxa até o sofá.

- Jin e eu tbm saímos, e eu comprei a primeira roupa do nosso bebê.- Ele estava eufórico. Ele pega uma sacola que estava no outro sofá.

- Senta. - Ele pede.

Ele tira uma pequena peça de roupa da sacola, desdobra, eu não tive reação, era tão fofo.

- Não é fofo amor ? - Ele tava tão feliz.

- É muito fofo Nam. Levanto e o beijo, ficamos observando aquilo durante um tempo. O pequeno pijama de panda era a coisa mais fofo.


Notas Finais


Querida ham ham cheguei
Vou ficar uns dias fora, mas não vou deixar de postar, mas provavelmente os capítulos serão um pouco curtos.
Eu queria agradecer a cada uma de vcs, por me apoiar.
❤❤❤❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...