História Amor pra uma vida - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias American Horror Story
Personagens Tate Langdon, Violet Harmon
Tags Fanfic, Romance
Exibições 2
Palavras 757
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Euuu volteiii agora pra ficar🎵

Capítulo 2 - Primeiro dia de aula


Ao chegar no colégio me senti estranha, todos os olhares estavam expostos sobre mim, parecia que eu vinha de outro planeta.
  Todos estavam com seus grupos sociais tentanto se encaixar e ir em busca de algum tipo de felicidade. Eu ignoro os olhares sobre mim e ando em direção a entrada, eu estava meio tonta por não ter jantado e até mesmo comido nada agora pela manhã, acontece que a noite passada havia sido um pesadelo para mim e eu não sabia exatamente o porquê. No momento em que me virei ao portão...

- Ei, Você não enxerga ou o quê? Além de ser cego ainda derruba os meus livros! - Falo pausadamente enquanto sinto um corpo se chocar contra o meu.

- Se eu não enxergo imagine você! Inclusive, foi mau, não vi você. - Ele fala as palavras em um tom sarcástico e eu não me contenho em revirar os olhos.

Lá estava eu no chão com a cabeça abaixada enquanto ajuntava alguns dos meus livros, senti que alguém se abaixava até mim para poder me ajudar a pegar os livros, aliás era o babaca que havia esbarrado em mim, mas no momento em que fui olhar quem era  paralisei... eu senti meu corpo estremecer a cada forma que o par de olhos do garoto me fitou, não sabia ao certo o que o conjuto de par castanhos me transmitia no momento, levei um choque de realidade a qual os olhos do garoto havia me levado para um transe sacudi a cabeça, ouço sua voz ecoar:

- Então é... vai ficar aí no chão? - Seu tom de voz é um tanto grosso e forte e ele solta uma pequeno riso enquanto presta atenção.

- Mas o que? - Digo por mais que tenha entedido o contexto de suas palavras por que eu permaneci ali sentada no chão? Era no minímo constrangedor.

- Vem eu te ajudo a levantar. Ele sorri de forma divertida e estende a mão para mim.

- Ah...não precisa, eu sei levantar sozinha. - Olho pra ele um pouco sem graça, no entato minha expressão estava séria.

- Olha ela é marrenta! Melhor não mexer.- Ele ri um pouco.

Sorrio. Depois disso começamos a nos simpatizar, éramos os únicos no corredor, então ele me acompanhou até a aula de literatura inglesa minha matéria preferida de fato, os nossos passos eram curtos em um corredor longo demais.

- Posso saber seu nome?- a pergunta sai involutariamente de minhas palavras logo me dando conta de que eu havia perguntado.

- Cameron e o seu? - Ele sorri. Caralho para de sorrir. Se bem que se eu tivesse esse conjuto de par de dentes eu não consegueria parar.

- Ah... Coraline e... perai que? Eu não gosto da menção do meu nome para ser mais exata então você pode finjir que não ouviu Coraline e me chamar de Cacau? - Falo instantaneamente sem graça pelo fato de eu ter citado meu nome.

- Claro.. Coraline. - Ele sorri novamente.. Esse garoto é especializado em me deixar sem graça?

- Háháhá, comediante você né? Ouvio bem o que eu disse? - Sorrio confiante cruzando meus braços levando a cabeça um pouco pro lado.

- Puts é mesmo né! Háháhá. Mas deixando claro lindo nome alías não só o nome mas você também é linda.

- Você também não é feio. - Digo dando uma piscadinha de leve.

- Nossa valeu, é pra ficar feliz com o comentário? - Ele sorri mostrando suas covinhas e olha pra mim.

- Bom você quem sabe, é novato aqui ou é só eu?

- Não, eu estudo aqui a mais de 6 anos.

- Ah, bom então... aonde é a aula mesmo? eu tô meio perdida. - Digo baixo, não gosto de demostrar que eu estou precisandode ajuda.

- Deixa eu ver? - Ele olha o papel que estava em minhas mãos. 
- Claro! - Digo dando o papel a ele.

- Literatura inglesa é? E não é que somos da mesma sala que sorte a minha eu te levo lá. - Ele sorrir e coloca sua mão direita no meu ombro, procurando a intimidade que eu te dei. 

Ao chegarmos na sala foi normal a professora me deu um pequeno sermão por ter chegado atrasada, engraçado com o garoto que se diz chamar Cameron ela apenas cumprimentou de uma forma agradável ignorei.
Sentamos um ao lado do outro e passamos os dois horários sem falar nada e quando saímos da sala ele apenas disse "até o intervalo".


Notas Finais


Oiii amores desculpem o capítulo curto é que eu ando meio sem criatividade espero que gostem. ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...