História Amor & preconceito (e surdos, mudos e anões travesti) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Família Addams
Visualizações 10
Palavras 378
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Necrofilia, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Se você tiver preconceito nem lê.

Capítulo 1 - "Welcome to Terehell"


Fanfic / Fanfiction Amor & preconceito (e surdos, mudos e anões travesti) - Capítulo 1 - "Welcome to Terehell"

Amor & Preconceito (e surdos, mudos e anões travestis)

nos episódios anteriores

Isabela Ornitorrinco Mendes se depara com uma declaração de amor de surdin.

"Ornintobela, guando vc não tiver com mais namorado seu, namora pode comigo"

Ornitobela sentiu um aperto no peito

ela não sabia o que era...

Era amor? ou um infarto

*então ela respondeu*

"Surdin, eu não posso"

"Ah, todos entendo"-disse surdin

"Meu padrasto tem preconceito com surdos e mudos"

"não é bom, preconceito surdos mudos. surdos mudos legais meus amigos surdos mudos"- disse surdin irritado

"Surdin, ele matou meu último namorado, eu temo por sua segurança"

"ah!"

"a"

"🐕❤"

"SURDIN?"

"🐕.."

{VOZ ORNINTOBELA}

Você deve estar se perguntando como isso aconteceu.. o que está acontecendo..Tudo começou há 3 semanas atrás

/TRÊS SEMANAS ATRÁS/

"Seja bem vindo a Timon"-Placa

"essa cidade parece ser bem receptiva"-disse Alissan

"parece terreiro de macumba"-Disse chupacu

"Eu discordo, aqui é tão bonito, olha várias aldeias indígenas"- disse Alissan discordando de chupacu

Alissan continuou

"OLHA BELINHA, UM ÍNDIO DE VERDADE"- disse Alissan animada com a diversidade étnica de Timon.

"Kék"- disse ornintobela confusa

"Quiéissu"-disse chupacu

"oq oq"- disse ornintobela

"Hãn"-disse Alissan

*Alissan tenta encostar o carro perto do indígena, porém o índio puxa uma lança aparentemente do orifício anal e começa a correr em direção ao carro*

*Alissan desesperada começa a buzinar e ligar o farol, para o índio se espantar, pois naquela aldeia não se tinha conhecimento de tais tecnologias*

*Alissan pisa fundo e sai de Timon a salva com ornintobela e chupacu*

"Seja bem vindo a Teresina"- narrador

"FINALMENTE!!!"- Diz Alissan toda descabelada.

"então é aqui que eu vou passar o resto da vida..."- pensou Ornintobela na sua décima crise existencial

*Logo a família chega na casa de familiares*

"Boa noite meus amores"-disse Reginaldo segurando uma metralhadora

"oi tio Reginaldo e tia Regina"- disse ornintobela na esperança que seu tio atirasse e satisfazesse seus desejos suicidas.

"oi minha princesa"- disse Regina.

"calma que vamos pegar as malas"- disse chupacu

*A família vai buscar as malas no carro*

*Enquanto ornintobela pegava suas malas e Alissan suas máquinas da Polishop, ela viu um anão na esquina*

*Alissan então percebe que tem um anão de peruca loira na esquina e pensa..

"Caralho, é a noiva do Chucky"

*logo em seguida chupacu tbm viu o anão e pensou*

"gostosa"

*a família entrou em casa e foi dormir*

---QUARTO DE ORNITOBELA---

"por quanto tempo vocês vão ficar aqui?"-perguntou Vagisnoplastilda, a filha de Reginaldo e Regina.

"acho que não será por muito tempo, daqui pra terça vamos embora"-disse ornintobela 

"ainda bem"-disse Vagisnoplastilda...

FIM DO DIA 

Continua








Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...