História Amor & preconceito (e surdos, mudos e anões travesti) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Família Addams
Visualizações 11
Palavras 780
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Necrofilia, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Sla

Capítulo 2 - Mocambinho, amores e anões


Fanfic / Fanfiction Amor & preconceito (e surdos, mudos e anões travesti) - Capítulo 2 - Mocambinho, amores e anões

Amor & preconceito( e surdos, mudos e travestis)

9 de julho de 2017, 3:00 da manhã

*Barulho*

"????"- ornintobela

*Ornitobela escuta sons estranhos e tenta acorda Vagisnoplastilda, porém não consegue*

"Acho que vou ter que investigar..."

Certamente seria isso que ornitobela pensaria, caso ela fosse uma protagonista corajosa e decente, mas eu lembrei que dá muito trabalho escrever um capítulo de fanfic e as vezes você precisa economizar nas ideias, então ornitobela ignora e resolve voltar a dormir.

Mentira, eu acabei de ter uma ideia pra fazer com os barulhos e sim, isso foi pra enxer linguiça.

Voltando

"Acho que vou ter que investigar..."- pensou ornitobela

*Ornitobela sai do quarto e se depara com retratos bizarros da família com pouca variabilidade genética de seu tio*

"é acho que vai ser isso mesmo"- disse respirando fundo

*mais barulhos*

*ornitobela vai em direção aos sons e chega na cozinha, ela percebe algo se movimento e acende a luz*

"QUE PORRA É ESSA"- disse ornintobela enquanto acendia a luz

*Rapidamente um micro vulto loiro se movimenta pela cozinha segurando uma panela de pressão e pula pela janela, sumindo no breu que tomava o mocambinho*

"Caraio"

*O DIA AMANHECE*"

*Alissan decide sair para conhecer o mocambinho junto com chupacu e os tios, enquanto ornintobela e Vagisnoplastilda ficam em casa*

"Eai oq vamo fazer agora?"- perguntou ornitobela

"bem, eu tenho que comprar uma Coca-Cola com o pajé do mocambinho, eu n vou almoçar sem coca"-disse Vagisnoplastilda

"Ok"- ornitobela

*As duas saem pelo portão e vão em direção ao destino*

"chegamos"- Vagisnoplastilda

"Que"- ornitobela

"É aqui dã"- Vagisnoplastilda

"PQ TEM UM MONTE DE TRAVESTIS AQUI SE A GENTE VAI COMPRAR SO COCA COLA?"- ornintobela

"pq o pajé tbm é ADM do grupo ``cai de boca na minha mocamba travestis & cia`` "- Vagisnoplastilda

"Ata"-ornintobela

*As duas entram*

"Eai, docinho quer diversão?"

"Italo?"- disse ornintobela

"Carai, Ornitobela?"

"É"

"Eita porra"

"oq cê tá fazendo aqui?"

"Eu vim pra cá, pq meu pai saiu pra comprar cigarros e disse ``fica aí filhão, já volto``, então eu tô aqui esperando"

"italo, seu pai foi preso junto com o meu, lembra?"

"Antes de tudo, meu nome agora é shared, sem nomes reais aqui pfvor"

"ok, blz. Shared, meu pai vendia cigarros pro seu, eles só saem próximo ano"

"Tá mas eu tinha q ganhar dinheiro né, vc sabe quanto é um baralho de Magic?eu tinha q me sustentar"

"Ok, não te julgo"

"Mas oq q cê tá fazendo aqui???"

"Comprar coca"

"Ah sim, não sabia q vc era envolvida com essas coisas"

'Coca cola"

"Ata"

"Cadê o pajé?"

"Ali"- disse shared apontando para um garoto sentado em uma poltrona cheia de penas

"Vlw"

*Ornitobela e Vagisnoplastilda vão em direção ao pajé e ficam frente a frente*

" Boa tarde"-disse ornintobela

"...."- pajé

"A gente queria pegar uma coca de 1 litro"- ornintobela

"......"- pajé

"é que a gente precisa almoçar"- disse Vagisnoplastilda

*Um silêncio toma o local*

*Finalmente pajé está indo falar algo*

".HM...."- pajé

"Pajé?'

"a...."- pajé




"ããããã ããããã ooooow ooow ãããã oohããããã ããããã ooooow ooowããããã ããããã ooooow ooow ãããã oohããããã ããããã ooooow ooowããããã ããããã ooooow ooow ãããã oohããããã ããããã ooooow ooowããããã ããããã ooooow ooow ãããã oohããããã ããããã ooooow ooowããããã ããããã ooooow ooow ãããã oohããããã ããããã ooooow ooowããããã ããããã ooooow ooow ãããã oohããããã ããããã ooooow ooowããããã ããããã ooooow ooow ãããã oohããããã ããããã ooooow ooowããããã ããããã ooooow ooow ãããã oohããããã ããããã ooooow ooowããããã ããããã ooooow ooow ãããã oohããããã ããããã ooooow ooowããããã ããããã ooooow oohããããã ããããã ooooow ooowããããã ããããã ooooow ooow ãããã oohããããã ããããã ooooow ooowããããã ããããã ããããã ããããã ooooow ooow ãããã oohããããã ããããã ooooow ooowããããã ããããã ooooow ooow ãããã oohããããã ããããã ooooow ooowããããã ããããã ooooow ooow ãããã oohããããã ããããã ooooow ooowããããã ããããã ooooow ooow ãããã oohããããã ããããã ooooow ooowããããã ããããã ooooow ooow ãããã oohããããã ããããã ooooow ooowããããã ããããã ooooow ooow ãããã oohããããã ããããã ooooow ooowããããã ããããã ooooow ooow ãããã oohããããã ããããã ooooow ooowããããã ããããã ooooow ooow ãããã oohããããã ããããã ooooow ooowããããã ããããã ooooow ooow ãããã oohããããã ããããã ooooow ooowããããã ããããã ooooow oohããããã ããããã ooooow ooowããããã ããããã ooooow ooow ãããã oohããããã ããããã ooooow ooowããããã ããããã"

"OQ É ISSO VIADO"

"vc caiu no gemidão da fanfic do pajé"- disse pajé

"FDP"

"Podem pegar a coca"- disse pajé rindo

"Idiota desses"

"Vcs pegam a coca com a ralachuca xeira e bebe"

"Ok, quem é?"

"é o anão loiro"

"Blz"

*As duas vão receber a coca com a ralachuca xeira e bebe*

"A gente veio receber a coca"

"..."

"a coca pfvor"

"Foi mal, já usei pra passar no rosto"

" coca cola"

"Ahhhh"

"Espera aí"-disse ornintobela

"ERA TU Q TAVA NA MINHA COZINHA"- GRITOU ORNINTOBELA

"AI EU N ACREDITO Q VC VOLTOU"- disse Vagisnoplastilda

"Oq?"- ornitobela

"esse drogado vem fumar cotonete na boca do fogão lá de casa, eu achava q ele já tinha parado com isso"

"MDS"- disse ornintobela

"Um drogado também tem seus desejos"- disse ralachuca xeira e bebe

"Entrega logo a coca"

*Ralachuca aponta pra sua própria cara*

"Cola"

*Ralachuca entrega a coca cola e as duas saem putas do local*

NARRADORA

"incrivelmente, ali naquele momento, era o início de um romance"

"O porque eu n sei, muito menos qual dos 4 porquês é o certo pro início da frase, mas apenas aconteceu"

*Elas chegam em casa e vão almoçar*


TO BE CONTINUED













Notas Finais


O pajé é o Abel viu gente


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...