História Amor Proibido? - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 3
Palavras 1.055
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Policial, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Esta história é totalmente figurativa, os personagens aqui relatados são totalmente fictícios...
Tenha uma ótima leitura

Capítulo 1 - O início


Fanfic / Fanfiction Amor Proibido? - Capítulo 1 - O início

A minha história começa de uma maneira bem comum nada fora do normal, tantas outras começam assim, mas ela não termina como as outras...

Sábado, 23 de novembro, 2016, Praça Every Garden, Goenvil, 17:00 hs

Estava um calor insuportável o verão estava apenas começando em Goenvil, resolvi ir a praça tomar um sorvete para me refresca, sentei em um banco e começei a observar as pessoas em suas idas e vindas.

Derrepente avisto Sion Marx, meu amigo de infância, bom nem tanto de infância, nós crescemos juntos mas nunca fomos amigos pelo menos não até atingirmos à maioridade, desde então nos aproximamos e somos amigos.

Ele também me avista e se aproxima para me cumprimentar, mas algo estava diferente, parecia aquela tipica cena de filme romântico onde tudo a nossa volta some e o cara se move lentamente a nossa direção, é bizarro mas foi exatamente assim que aconteceu naquele momento.

Ele estava completamente mais lindo do que de costume, seus 1,88 cm, seus cabelos negros, sua pele morena, seus lábios carnudos, seus olhos castanhos escuros como uma noite estrelada, sua barba mega feita, seu perfume estonteante pós banho.

Não dava pra acreditar que nunca havia percebido como ele era lindo, nos conhecemos desde os 7 anos e já temos 24 anos, como isso passou despercebido até aquele momento?

Ao se sentar ao meu lado eu me sinto estranha como se meu coração quisesse sair de meus pulmões, fico sem palavras, sem reação.

Algo não estava normal... Mas... O que mudou? Me pergunto sem compreender o que estava acontecendo, foi então que percebi o que havia mudado, eu estava apaixonada pelo Sion.

Mas quando isso aconteceu? Como? Essas são perguntas que eu não sei a resposta. Mas logo eu? A menina que ele apenas considera uma amiga, a menina que ele nunca olhou diferente, a simples amiga de infância.

Mas quem sou eu? Bom eu me chamo Luna Petrovix, tenho 24 anos, negra, olhos castanhos, cabelo cacheado, 1,70cm, corpo escultural...

Sou apenas uma menina como outra qualquer, trabalho em uma empresa como secretaria pessoal do filho do dono.

Sion Marx, é o típico garoto pegador, atlético, alto, lindo, que atraí qualquer garota. Até agora não entendi como me apaixonei por ele, ele não faz o meu tipo, gosto de meninos mais carinhosos e atenciosos, o oposto do Sion.

Deve ser a famosa frase "os oposto se atraem", nunca acreditei nela até o presente momento.

Bom, voltamos à praça. Sion se aproxima de mim e se senta ao meu lado, começa a puxar conversa como de costume, eu por outro lado não consigo prestar atenção as palavras que saem de sua desenhada boca.

Bem clichê, eu sei. Quando volto a realidade Sion está me perguntando quais eram os meus planos praquela noite.

-Hã? -me questiono sem entender. 

-O que você vai fazer hoje a noite?-Sion me pergunta de novo.

-Há, hoje vou sair com as meninas, ficamos de ir ao cinema pra ver aquele filme que acabou de lançar, e você o que vai fazer hoje?

-Vou sair com a Gio, vamos ao restaurante japonês.

Aquilo me afetou mais do que eu esperava, como aquilo estava acontecendo comigo? Ele era meu amigo e era assim que deveria ser, apenas amigos.

Ficamos ali conversando por mais alguns minutos à mais, até que meu telefone toca, era minha amiga Nira confirmando nossa ida ao cinema mais tarde. Confirmo e resolvo ir pra casa, nao estava disposta a ouvir por muito tempo o quanto a Gio era incrível.

Passei algumas semanas sem ver ou falar com o Sion, me recusava a estar apaixonada por ele, ele era incrível mas não pra mim.

Mas Goenvil não é uma cidade grande, é apenas um vilarejo que faz parte da província de Fargun, divisa do Brasil com o México, eu sabia que uma hora iria vê-lo.

Sábado, 31 de Dezembro, 2016, 22:18 hs

Os pais da minha amiga Zanya resolveram fazer uma festa de fim de ano e minha amiga me convenceu a ir mesmo que eu não estivesse disposta a ir.

Estava lá sentada em um canto olhando todos comemorando o final do ano que breve iria acabar, até que entre vários olharem eu avisto um que eu conhecia bem, era o meu escuro preferido aquele em que eu não tinha vontade nenhuma de sair.

Sion estava totalmente estonteante de calça jeans escura, camisa branca e blazer preto, tênis branco, eu não comseguia parar de olhar, eu não conseguia respirar, ateeo momento que percebo que a Gio estava com ele.

Ela estava linda em vestido vermelho desenhando cada curva de seu corpo , salto vermelho que realçava seus 1,75cm, seus longos cabelos loiros estavam presos ao alto de sua cabeça, brincos dourados pendurados em suas orelhas,  seus olhos azuis estavam perfeitamente maquiados, ela estava divina.

Eu estava com um vestido roxo que não marcava nada, estava de allstar, cabelos soltos, sem acessórios ou maquiagem.

Sion me vê e vem falar comigo, juntamente com a Gio, ele quer saber porque sumi, porque nao estava atendendo o telefone.

Digo que estava muito ocupada com as coisas do trabalho, e que estava sem tempo. Ele logo se distrai com outra conversa com um de seus amigos.

Gio me olha com um olhar frio e ameaçador, e me dá um sorriso enigmático, ela se vira e vai até aonde Sion está.

Fico ali parada sem entender o que acabava de acontecer.

Domingo, 01 de Janeiro de 2017, meu guarto, 10:00hs

Sion me ligou porque precisava dizer algo muito importante, e perguntou se podia ir lá em casa falar comigo.

Agora estou sentada aqui na varanda da minha casa esperando por ele, Sion não demora a chegar, sua casa fica à alguns quarteirões da minha. 

Sion continuava saindo com a Gio, eles estavam se aproximando cada vez mais, e a cada encontro dele era uma tortura pra mim, ele me contava cada aventura dele, mais eu não me incomodava por eles estarem proximos um do outro e sim porque não era eu quem estava saindo com ele.

A Gio era apenas mais uma em sua lista, eu tinha certeza, ela tinha que ser apenas mais uma, não podia ser nada sério, simplesmente não podia.

Mas para meu desespero o Sion estava realmente gostando da Gio. Ele disse que sentia que ela também gostava dele e que estava pensando em pedir ela em namoro.

Foi aí que vi que precisava fazer algo, ou poderia ser tarde demais...

Mas o que fazer? Me declarar? Deixar as coisas como estão? Tentar estragar o romance dele com a Gio?




Notas Finais


Bom espero que tenham gostado da história, muita coisa vai acontecer ainda.
Comentarios e Criticas são bem-vindos.
Bjos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...