História Amor Proibido - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Dumbledore, Alvo Potter, Draco Malfoy, Gellert Grindelwald, Gina Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Horácio Slughorn, Hugo Weasley, Lílian L. Potter, Lord Voldemort, Minerva Mcgonagall, Murta Que Geme, Neville Longbottom, Olívio Wood, Padma Patil, Rita Skeeter, Ronald Weasley, Rose Weasley, Rúbeo Hagrid, Scorpius Malfoy, Ted Lupin, Tiago S. Potter
Tags Alvo Potter, Draco Malfoy, Escórpio Malfoy, Harry Potter, Lemon, Tiago Potter, Yaoi
Exibições 110
Palavras 983
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Esporte, Fantasia, Festa, Lemon, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Slash, Suspense, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Heey, dois capítulos essa semana ?: Sim ^^

Jeremy na foto abaixo ^^

Capítulo 4 - Você Não Entende


Fanfic / Fanfiction Amor Proibido - Capítulo 4 - Você Não Entende

Os próximos dois meses se passaram muito rápido, Minerva fazia a lista das pessoas que ficariam em Hogwarts esse ano, Alvo e Escórpio resolveram ficar, pois Alvo prometeu que iria ensinar o amigo a produzir um Patronum, mesmo que o próprio nunca tivesse produzido um. 

Agora Alvo, Escórpio, Nikolas e Jeremy jogavam xadrez de bruxo no salão comunal da Sonserina. 

-Nós vamos à Hogsmead- Nikolas diz apontando para Jeremy- E vocês ? 

-Eu estou muito bem aqui- Alvo diz. 

-A não Alvo, eu quero ir- Escórpio diz. 

-Pode ir, eu não vou- Alvo diz. 

-Não vou sem você- Escórpio diz fazendo sua jogada. 

-Vá com eles- Alvo diz apontado para Nikolas e Jeremy e fazendo sua jogada. 

-E quem vai ficar para empedir que você fique louco ?- Jeremy pergunta dando risada.

-Idiota- Alvo diz dando um soco no braço do amigo. 

-Vamos Alvo, vai ser divertido- Escórpio insistia. 

Alvo bufa e encara o amigo. 

-Tudo bem, mas se eu ver Thiago, nem que seja uma única vez, eu vou embora- Alvo diz. 

-Obrigado- Escórpio diz sorrindo. 

 *** 

Onze horas da manhã todos se encontravam no pátio de entrada para a visita a Hogsmead. 

-Decidiu ir, senhor Potter ?- Minerva diz um pouco animada ao pegar a autorização de Alvo. 

-Sim senhora- Alvo diz mostrando um sorriso. 

A caminha até o povoado de Hogsmead foi tranquila e um pouco silenciosa, a não ser pelos comentários sarcásticos de Nikolas e Jeremy sobre alguns alunos da Lufa-Lufa.

-Por favor, calem a boca- Alvo diz bravo.

-Cadê a sua educação ?- Nikolas pergunta sorrindo. 

-Deixei na sua...- Ele foi interrompido por Nikolas. 

-Ei, ei, olha a boca- O garoto diz dando risada. 

Alvo acelera os passos deixando os garotos pra trás, Escórpio o segue e consegue alcansa-lo antes que ele entrasse no bar mais famoso da região. 

-Espera aí- Escórpio dizia. 

-O que foi ?- Alvo pergunta impaciente.

-Por que já está nervoso ?- Escórpio pergunta parando de frente ao amigo. 

-Não suporto aqueles comentários que eles sempre fazem de outras pessoas- Alvo diz sério. 

-É só uma brincadeira, não precisa ficar assim- Escórpio diz. 

-Não é brincadeira Escórpio !- Alvo diz mais alto do que deveria- Você é muito inocente, não percebe que as pessoas também fazem esses comentários sobre você. 

-Eles fazem ?- Escórpio pergunta um pouco triste pela grosseria do amigo. 

-É claro que fazem, quem não faria !? Você da motivos pra isso !- Alvo diz com raiva entrando no bar e deixando um Escórpio triste para trás. 

Dentro do lugar Alvo vai para a mesa do fundo e pede um cerveja amanteigada. 

Enquanto bebia a bebida quente começava a se sentir mau por ter falado aquilo para Escórpio, pois ele sabia que sempre dava esses ataques de raiva, mas geralmente ficava longe dos outros, justamente para não causar esses problemas, Escórpio não deveria ter ido atrás dele.

 *** 

Alguma horas depois Jeremy e Nikolas entram no bar, pedem a mesma bebida que Alvo e se sentam na mesma mesa em silêncio. 

-Está melhor ?- Jeremy pergunta. 

-Um pouco- Alvo responde bebendo mais um gole da terceira cerveja amanteigada que tomava. 

-Nos desculpe por aquilo- Nikolas pede.

 -Tudo bem, eu que não deveria ter me irritado fácil- Alvo diz se sentindo realmente culpado. 

-Vamos tomar cuidado com o que dizemos perto de você, sabemos que você não gosta e mesmo assim continuamos, vamos parar- Nikolas diz. 

-Obrigado. E Escórpio ?- Alvo pergunta notando a ausência do amigo. 

-Ele comprou dois livros e voltou pra Hogwarts, seja o que você tenha falado, realmente magoou ele- Jeremy diz. 

Alvo se levanta, pega suas coisas e volta para Hogwarts. 

Lá ele procura Escórpio em vários lugares que ele talvez estaria, mas não o encontra. Quando estava quase desistindo Alvo encontra Escórpio na torre de Astronomia, ele estava sentado no canto lendo um livro enquanto alguns raios de sol batiam em sua pele. 

-Escórpio ?- Alvo pergunta meio sem geito ao se sentar ao lado do amigo. 

-Que ?- Escórpio pergunta sem desviar o olhar do livro. 

-Me desculpe ?- Alvo pergunta. 

-Pelo que ?, você só disse a verdade, eu sou idiota, nerd e que quer saber mais de livros do que de pessoas - Escórpio diz se levantando. 

-Isso não é verdade, você é o meu melhor amigo- Alvo diz se levantando e parando diante do menino. 

-Me diga uma coisa que faz ser especial- Escórpio diz. 

Alvo poderia dizer muitas coisas, mas depois de alguns segundos pensando ele decidiu que nenhuma delas poderiam ser ditas sem gerar constrangimento, então ele apenas abraçou Escórpio. 

Era a primeira vez que eles chegavam tão próximos um do outro, Alvo podia sentir o cheiro de limão que sentia todos os dias e não sabia de onde era, agora ele descobriu, era o cheiro da pele de Escórpio. 

Escórpio conseguia sentir todos os músculos já desenvolvidos do amigo, e por algum motivo ele gostaria de se aproximar mais do que já estavam, mas Alvo nunca mais poderia apagar o que havia dito. 

Escórpio empurrou o amigo e o olhou. 

-Olha Alvo, vou dizer a verdade, você sabe por que todos aqui ficam afastados de você ? É por minha causa, por eu ser simplesmente um Malfoy, você se acha odiado por ter muita atenção, eu gostaria de ter pelo menos um terço da atenção que você recebe, me desculpe, mas você não tem motivos para reclamar da vida que tem, já que todos te amam- Escórpio diz pela primeira vez na vida com raiva, algumas lágrimas escorrem de seus olhos. 

Alvo sabia que aquilo era verdade, Escórpio sofria muito mais que ele, mas sempre estava com um sorriso no rosto.

Alvo não diz nada, então Escórpio passa por ele o empurrando e descendo as escadas da torre. 

O garoto se senta e encara a paisagem ao longe, as montanhas e o lago, e então chora, ao perceber que havia perdido seu melhor amigo.



Notas Finais


O que acharam de Jeremy ?

O que acharam disso que Alvo fez ?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...