História Amor Proibido - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Exibições 9
Palavras 1.442
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi oi
Gente

Capítulo 2 - No One!


- bom diaa família linda. - eu disse entusiasmada.  

Hoje era segunda, e mais um dia de aula. 

- bom dia - dissera em coro.

 - filha hoje não tenho como te levar na escola. - meu pai disse lendo o jornal e tomando um copo de café. 

 - nem eu meu amor. - disse minha madrasta.

 - mas com quem eu vou? - eu disse assustada. 

 Minha escola era um pouco longe e eu não queria ir de ônibus,  porquê  toda hora aqueles meninos do último ano adoram me zuar.

 - eu levo. - disse o Jimin se levantado.

 - vamos. - eu disse saindo de casa. Jimin pegou o seu carro. Isso, o SEU CARRO. Eu também queria mas só nos meu 18. 

 Entro no carro e ele da partida. 

 - não queria falar na frente dos pais... Mas essa saia não está muito curta!? - ele disse sem tirar os olhos da estrada.

 - eu não achei, ainda mais a saia é minha.- eu disse olhando para o mesmo. 

 - não quando aqueles meninos ficam olhando para suas pernas! - ele disse apertando o volante ainda de olho na estrada.  

- ah qual é? Ainda mais se algum pedir  pra ficar comigo eu fico. - eu disse tentando provocado e conseguir. Ele deu uma freada brutal, se eu não  estivesse com o sinto eu voaria do carro. - TA DOIDO?? - eu disse gritando. 

 - TA DOIDA VOCÊ! FICAR! FICAR! NEM PENSAR TÁ LOQUINHA É? - ele disse também gritando. 

 - não... - eu disse calma. - e o que você tem a ver com quem eu fico ou deixo de ficar ou quando. - eu disse tentando não rir. Ele apertou o meu braço. 

 - nenhum... Ouviu?... Nenhum garoto vai encostar em você? Nem tocar em você!?  Tá  me ouvindo??  Se não eu mato eles. - ele disse em tom sério que até fiquei com medo. 

- TA! Tá! - eu disse tentando me soltar. - agora me solta?  Tá me machucando!.

 - desculpa! Agora chegamos.- ele disse olhando para a janela. - ah! E... Eu tenho uma surpresa pra você hoje! - ele disse exibindo um sorriso perfeito.

 - humm.... O que é?- eu disse fingindo desinteresse. 

 - você vai ver... Mas não fica brava comigo linda tabom?- ele disse fazendo biquinho. Claro que eu resistir.

-ta bom... - eu disse sorrindo. - você vem me buscar né?. 

- sim... - ele disse se aproximando. 

Ele se aproximou de mim. Mas eu pensei que ele iria me abraçar. Mas eu estava enganada. Ele se aproximou mais de mim e me deu um selinho. 

Eu sorri sem graça e sair do carro as   pressas, não queria ficar mais lá já estava estranho.

Chegando no portão da escola vi minha melhor amiga Lia Yong. A Lia gosta muito do amigo do meu irmão, Taehyung quando ele vai lá pra casa ela também vai. Mas ele não merece ela, ele é um galinha, chega a dar raiva, eles ficaram mas no outro dia ela soube que ele transou com a irmã dela, não foi nada legal saber, eu quase pulei nele, só não fiz isso porquê ele não tinh nada com a Lia, e eu ficaria igual a uma doida. 

Lia sabe que eu gosto do meu irmão e dar a maior força nisso comigo. 

- MIGA SUA LOKA! VARIOS BABADOS. - ele disse gritando e correndo em minha direção.

- calma ai menina. - eu disse rindo. - fala o temos para hoje. 

- adivinha quem me chamou pra sair hoje as 7:00? - ela fez uma expressão alegre. Logo pensei o Tae. - Não, não é o Tae.- ela disse já sabendo que eu pensei nele. 

Logo me animei porque ela não é de sair com qualquer garoto. 

- quem então? - ele disse curiosa. 

- o Mark! O menino gato do terceiro ano.- ela disse amimada.

Eu olhei pra ela indignada. 

- como assim com ele? - oolhei para ela pasma. 

- Ele é legal sabe... Eu preciso esquecer o Tae, e o Mark ele é legal... - ela disse pensativa. 

É... Ela tem razão.  Mark é um cara legal,  mas não faz o tipo da Lia. Ele é tipo mais reservado e um pouco... sei lá ele é bem gato. 

- tá bom... Então você vai pra casa hoje as 6:00 horas pra mim te ajudar.- eu disse toda animada. 

- ai miga te amo.- ela disse me abraçando. 

- tá vamos logo se não vamos perder aula.- eu disse entrando na escola junto com ela.

Deu 11:45. 

Eu estava saindo da escola quando eu vejo o Jimin conversando com a inimiga. Aquela pomba encapotada da Yang Mim irmã da Lia. Yang estuda no último ano, e se acha a do porta toda. 

Uma mão pega em meu ombro olho para o lado e vejo a Lia. 

- desculpa becca a minha irmã... - eu a interrompo. 

- tudo bem... Você não tem culpa de nada,  ninguém tem culpa... - eu disse olhando para eles. Jimin eataca encostado em seu carro enquanto Yang fica com os peitos dela quase na cara dele, Jimin as vezes se desconcentra olhando para os peitos da mesma. 

- eu vou pra tu casa hoje ta legal? Eu pedi pro Mark me buscar lá por causa da demonia. - ela diz olhando para a irmã. 

- oi princess - escuto uma voz atrás de nós. 

- Dael! - eu digo o abraçando. 

- oi linda. - ele devolve o abraço. 

- oi pra você também. - diz Lia mal-humorada. 

E lê me solta e a abraça. Ele abraça eu e Lia de lado. 

- Eu já disse que vocês são lindas? - ele disse olhando para mim e Lia. 

Coro instantaneamente. 

- AAAH ta vermelhinha. - ele diz e aperta minha bochecha. - vou indo tchau! Pra vocês. 

Ele diz e me dá um selinho. E sai correndo. 

- TCHAU AMOR DA MINHA VIDA. - eu grito e Lia fica rindo. 

- TCHAU AMOR DA MINHA VIDA. - ele grita de volta entrando no carro do irmão. 

Olho para o lado vejo Jimin com o maxilar travado e as mãos em fechada em punho olhando para mim,  engulo em seco e me despeço de Lia. Chego perto do Jimin e sorrio amarelo e entro no carro. 

Não demora muito pra ele ter um surto psicótico. 

-QUE MERDA É AQUELA DE " AMOR DA MINHA VIDA"?  EM? E PORQUE PORRA ELE TE BEIJOU?  - ele tentando me imitar.  

- ee... menino ta doido? Calma ai! Ele é meu melhor amigo e foi só  um selinho... - eu disse calma. 

- Calma o caralho ninguém  não pode te beijar,  te abraçar, te cheirar, nem te desejar ninguém. - ele disse olhando pra mim com os olhos cheios de fúria. 

- QUE?  TA LOUCO TÁ? VOCÊ NÃO MANDA EM MIM! OUVIU? NÃO. MANDA. EM. MIM. E EUNÃO RECLAMEI DA YANG ESTA CONVERSANDO COM VOCÊ, VOCÊ SABE QUE EU NÃO GOSTO DELA. - eu disse exaltada já. 

Ele não falou nada, só meteu o pé no acelerador e ficou calado olhando pra frente. 

Não demorou muito chegamos em casa. Ele saiu primeiro disparado ainda furioso abriu a porta do carro e tirou meu sinto puxou meu braço com força, entramos em casa ainda assim. 

-Jimin... - eu disse tentando me soltar. Mas ele me apertou mais. 

- calma a boca. - ele disse furioso. 

Não tinha ninguém em casa com certeza nossos pais vão vim só 5:00 horas da tarde. 

Jimin ainda me puxando pelo braço me levou até meu quarto, abriu a porta e me Jou na cama com força, e depois a trancou. 

- Jimin o que você tá fazendo?.- eu disse ja assustada por ele estar em cima de mim. 

Jimin subiu em cima de mim e começou a cheirar o meu pescoço. 

- só eu. Só eu. Só eu posso te tocar assim. - ele disse beijando meu pescoço e me arrepiei. Ele olhou pra mim. - só eu posso te beijar, te desejar, só eu!  Ouviu? - ele disse com os olhos cheios de desejo. Eu acenti. - você. É. Só. Minha. Minha, minha, minha. 

E então ele me beija, mas não aqueles beijinhos não. Aquele BEIJÃO. 

Ele pede passagem com a língua e eu cedo na hora. Sinto a ereção do Jimin na minha perna. Ele desce o beijo e vai para o meu pescoço, deixo escapar um gemido involuntário, tiro a camisa do Jimin e jogo no chão quando ele ia tirar a minha quando escuto alguém bater na porta do meu quarto.

- filha ta ai?. - escuto minha mãe bater na porta. 



Notas Finais


Continua....
Huehue um quase Hot pra vocês ai.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...