História Amor proibido - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Vampire Diaries
Personagens Damon Salvatore, Rebekah Mikaelson, Stefan Salvatore
Visualizações 24
Palavras 435
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 17 - O beco e o desconhecido parte 2


Fanfic / Fanfiction Amor proibido - Capítulo 17 - O beco e o desconhecido parte 2

Eu estava esperando no beco quando o meu carro chegou entrei e quando olhei para o motorista não era o motorista do Jonathan era o Sam.

-Não! Me deixa sair.- ele tranca as portas.

-Não vai baby.- ele dá um sorriso maldoso e acelera o carro.

Depois de uma ou duas horas eu dormi e ele parou para abastecer, eu tentei ligar mas ele pegou meu celular.

Ele abriu a porta do banco de trás e me acordou, mas eu acho que não de primeira ele ficou um tempo me observando, eu senti. Ele passou o polegar macio no meu rosto e eu acordo assustada.

-Onde estamos?

-Calma, você deve estar com fome- ele se aproxima e deposita um beijo no canto da minha boca e eu me afasto.

-Vem- ele pode ser babaca mas ainda é muito gostoso, gato e cavalheiro.

Seguro em sua mão, mas eu não entendo porque estou fazendo isso eu deveria odiá-lo. Entramos na lanchonete e sentamos em uma mesa, comemos panquecas e tomamos milkshake.

Eu levanto e ele pega meu braço levanta e me beija calmamente mas eu empurro ele.

-Por que você não me quer? 

-Porque você me quer para transar você não me ama, nunca me amou!- e começo a chorar lembrando do Damon.

Sam se aproxima e seca uma lágrima.

-Vamos para minha casa e você faz as regras.- eu assinto, saímos e entramos no carro.

Depois de uns 20 minutos estavamos a frente de uma mansão branca com jardins enormes, mas estava escuro.

Entramos na casa, o Sam fechou a porta e começou a se aproximar demais. De repente estávamos nos beijando, paramos pela falta de ar.

-Queria te dar um último beijo antes de ir- ele me entrega o celular o  Damon me ligou 28 vezes.

-Eu acho que não posso ir agora está tarde.

-Bom pode ficar se quiser.- agora eu estou me aproximando dele. Coloco minhas mãos em cima do abdômen definido e duro que eu sinto por cima da camiseta e falo em seu ouvido.

-Me trouxe até aqui, eu vou mais que ficar.- ele sorri e minhas pernas tremem.

Nós subimos e fomos para o quarto dele. Coloquei minha camisola e deitei, o Sam ligou a TV, tirou a camisa e sentou apoiado na cabeceira da cama, mas ele estava olhando para mim, para o meu corpo.

Pov Sam

Eu estava pensando em como a Vee continua gostosa, mesmo depois de tudo que passou.

Não vou resistir, seguro em sua cintura virando seu corpo para cima do meu e começamos a nos beijar, um beijo intenso e voraz, passos minhas mãos pelo seu corpo e quando paramos ela se sentiu estranha e deitou novamente e acabamos dormindo pelo resto da noite abraçados.


Notas Finais


Gente o que você acham que a Vee deve ou não ficar com o Sam?
Espero que tenham gostado 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...