História Amor Proibido- Lutteo - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Delfina, Gaston, Jazmin, Jim, Luna Valente, Matteo, Miguel, Monica, Nina, Ramiro, Rey, Sharon, Simón, Yam
Tags Gastina, Lutteo, Policial, Romance, Ruggarol, Simbar, Sou Luna
Visualizações 143
Palavras 803
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 33 - Capítulo 32


Luna já fez quatro meses de gestação, e sua barriga crescia cada vez mais. Igual a preocupação de Matteo. Ele estava saindo muito esses dias, mas Luna deixou pra lá. Luna estava sentada na cama cantando para seus filhos. 

Sé quien soy

Yo estoy buscando algo

Donde voy

Siempre te encuentro, sigo soñando

Sé de ti

Me estas diciendo algo

Donde vas Siempre te encuentro

Yo seguiré a tu lado

Luces que se encienden, crece mi pasión

Sueña que es posible

Sube y a el telón

Sube y a el telón

Vibras en mi, suelto mi voz

Música es, sola no estoy

Nacen y siento

Melodías que lo cuentan todo

Ven a cantar, seamos dos

Música en ti, libre este amor

Cambiando el mundo

Siempre música seremos todos. 

Os gêmeos começaram a se mexer e Luna alisou a barriga. 

- Imaginar que daqui a 5 meses vocês vão estar nascendo. Vocês não sabem o quanto eu e o pai de vocês estamos ansiosos para ver vocês._. Os gêmeos mexeram. Luna sentiu alguém sentando._. Oi amor. 

- Oi. Como está se sentindo?_. Matteo perguntou se ssntando do lado dela.

- Pesada._. Luna disse rindo._. Fora isso bem. Onde você estava? 

- Para descobrir teremos que ir a um lugar hoje as 7 horas._. Ele disse sorrindo. Ele deu um selinho em Luna e colocou a mão na barriga de Luna.  Os gêmeos mexeram muito. Luna e Matteo sorriram. 

- Vamos ser uma família feliz._. Luna disse o olhando sorrindo. Matteo a beijou, ela correspondeu e eles se separaram porque oa gêmeos mexeram._. Que ciumentos._. Luna disse rindo. Já eram 12 horas, Luna já estava no seu terceiro prato de lasanha. Matteo a olhava sorrindo. Terminando de comer Luna afasta o prato e coloca a mão na barriga. Matteo a ajuda a levantar e subir para o quarto. Quando eram 6 horas Luna e Matteo se bainharam e se vestiram. Eles desceram e Luna foi até a geladeira pegar um chocolate. Ela comeu e foi junto a Matteo, que estava a esperando na porta. Ele a ajudou a entrar no carro e deu partida. Luna percebeu que estava saindo da cidade e olhou para Matteo que mesmo concentrado na estrada pegou na mão dela e a beijou. Luna olhou para a janela e viu as casas desapareverem e vim árvores. Eles chegaram ao sítio Luna o reconheceu de imediato. Ela olhou para Matteo que sorria. Ele desceu do carro e a ajudou. 

- Toma cuidado. Anda por aquele caminho de pedras._. Luna olhou e viu que sua mãe estava ali. Ela foi até ela e na mão da sua mãe tinha uma placa escrita:

"Te conheci por um erro, más te amar  com certeza não foi um." 

Mônica deu a ela uma rosa. Luna andou mais um pouco e viu Ambar com outra placa:

"No início tentei te odiar, más não pude"

Ambar a deu duas rosas. Ela andou mais um pouco e viu Nina segurando uma placa:

"Tentei te esquecer mais não consegui. Apenas te amei mais."

Luna já estava chorando. Nina a deu três rosas vermelhas. Ela andou mais um pouco e viu Lily e Sol. Sol estava segurando uma placa e Lily mais sete rosas. Na placa que Sol segurava estava escrito:

"Tentamos nos afastar mais não conseguimos. Agora você está com o fruto desse amor que parecia proibido no seu ventre. Agora quero te fazer uma pergunta..."

Luna chorou mais ainda. Lily a entregou as rosas e a abraçou. Luna olhou para frente e viu Matteo sorrindo. Luna foi até ele e o beijou. Claro que ele correspondeu. Eles se separaram e Matteo se ajoelhou. 

- Luna Valente, você quer se casar comigo?_. Luna chorou mais. Ela enxugou as lágrimas e disse:

- É claro que sim!_. Matteo se levantou e colocou o anel no dedo de Luna. Luna fez o mesmo com ele. Eles see beijaram e todos aplaudiram. Eles se separam e se abraçaram.  Todos voltaram para casa, menos Matteo e Luna. Eles ficaram passeando pelo sítio. Eles foram até o lago e se sentaram na beira. 

- Em pensar que tudo começou aqui._. Matteo disse olhando para o lago. 

- Verdade. Aqui foi o nosso primeiro beijo. Primeira vez que você me chamou de "Meu amor"._. Luna disse sorrindo. 

- Você ficou tão nervosa._. Matteo riu.

- Vê se me entende. Você teve um pesadelo e do nada me chama de "Meu amor". Foram tantas lembranças boas._. Luna disse sorrindo.

- Também de uma ruim._. Matteo abaixou a cabeça. 

- Você fez aquilo pra proteger meus pais. E depois daquilo nós ficamos mais unidos._. Luna pegou na mão dele. Matteo a olhou. 

- Eu te amo.

- Eu também te amo._. Eles se beijaram. Eles voltaram pra casa e jantam. Matteo a ajuda a subir as escadas. Eles tomam banho e se deitam. Matteo dormiu primeiro que Luna. A mesma ficou pensando em tudo o que está acontecendo na sua vida e em meio a esses pensamentos ela dormiu.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...