História Amor Proibido (Imagine Jung Hoseok) - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Cherry_hoseok, Imagine, J-hope, Você
Visualizações 1.366
Palavras 1.140
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii fofas... ❤🍒

Obrigada pelos favoritos lindas ...

Amooooo vcs❤💥👓

Capítulo 5 - Capítulo 5


Fanfic / Fanfiction Amor Proibido (Imagine Jung Hoseok) - Capítulo 5 - Capítulo 5

Sr Jung estava muito feliz com a volta de Hoseok , a tempos não vejo assim, tomara que mude esse humor.

Fui a lavanderia onde estava os produtos de limpeza que eu iria precisar lá no quarto,  minhas "Amigas" já estavam terminando o serviço delas, mas alguém quis me ajudar?

NÃO 

Ah elas devem ter ido encontrar os boys delas.



( .. )



Comecei a limpar aquele quarto era umas 10:00 horas da manhã, parei para fazer o almoço. O senhor Jung chegou almoçou foi no quarto de Hoseok olhou e deixou algumas coisas lá, logo em seguida saiu sem falar com  ninguém. Não achei nada estranho, já estava  acostumada com a cara fechada dele. Retirei a mesa e fui para cozinha, a limpeza do quarto continuo amanhã , comecei fazer uma lista de alguns itens que estava precisando na despensa, troquei de roupa para ir ao supermercado.


{ ... }


Fiz as comprar e acho que passei dos limites, comprei mais do que precisava, mulher sempre é assim, nunca segue a lista de compras, mas é a vida. Eu quase não estava dando conta de carregar as sacolas.
Fiquei toda desconjuntada até que me desequilíbrei, quase cai quando senti alguém segurar meu braço e fiquei olhando as sacolas caírem no chão.  Olhei para trás para ver quem tinha me segurado. 


Que bom pois eu ia cair de cara no chão.


Levei um susto quando vi Jin, ali atrás.

Ele estava   completamente diferente, tinha mudado a cor dos cabelos estava tão ...

 Alto,forte.. Estava, lindo , 'Maravilhoso'... Essa é a palavra certa.

Eu estava tão surpresa, ele passou a mão na frente do meu rosto e disse:

- ______ você está bem ? - Ele sorriu e eu não conseguia dizer nada, meus olhos estavam fixados em seus lábios. Dei um sorrisso de lado e prontamente o puxei para um abraço. 

Seus braços rodearam meu corpo retribuindo o abraço.

- Que saudade! - Sussurrei em seu ouvido e senti ele intensificar o abraço.


Depois de alguns segundos nos separamos e ele me ajudou pegar as coisas no chão e seguimos para mansão.

No caminho conversamos sobre várias coisas...

- Então como foi em Busan ? Porque não falou mais comigo? Ignorava minhas mensagens e eu te amav... - Engoli as últimas palavras tentando disfarçar, ele não podia saber dos meus sentimentos, mas acho que não deu certo já era tarde, tantas perguntas confundiram minha mente.

- Que!? - Olhou-me surpreso, mas sorriu com o fim da frase.

- Nada. Esquece. Eu estou meio... Sei lá, Acho que... inconformada com seu distanciamento.

- Ah aish! - Suspirou - Comecei gostar de uma menina, ela era muito ciumenta e me fez parar de fala com você.

- Ata, entendi !! -  Abaixei a cabeça. Eu amava ele. - Mas não acredito que uma namoradinha sua pôde atrapalhar nossa amizade. - Falei indignada e triste. 

- Me desculpa, eu não queria. Mas eu estava apaixonado por ela e então ela foi me manipulando.

- Sorte dela, ter namorado uma pessoa tão especial como você. - Peguei as sacolas nas mãos dele e tentei sorrir.

- Sorte seria ter você como namorada. - Olhou-me com um sorriso de ladino.

- É. - Suspirei -    Mas quem eu amo não me quer, nem tem os mesmos sentimentos por mim.

- Talvez você esteja errada - Ele  aproximou-se de mim, passou seus dedos em meu rosto  fazendo-me fechar os olhos.

Fui sentindo sua respiração mais perto,  ele roçou seu nariz no meu logo selou  nossos lábios. Eu nem sabia o que passava no meu coração naquele momento, eu sempre esperei por isso.  Ele pediu passagem com a língua e eu cedi, obviamente.


Aquele beijo estava me levando as nuvens, mas logo fui puxada para o chão com o peso das sacolas, Droga.

Nos separamos do beijo,  desviei meu olhar do dele, estava sentindo-me envergonhada. Eu nunca havia beijado ninguém. Olhei as horas no meu relógio de pulso, estava atrasada para fazer o jantar e o Sr Jung ia me matar.

- Droga! Estou atrasada Jin... - Dei um selinho desajeitado nele e entrei correndo nem esperei ele dizer nada.

      

~~~


Chegando na porta da cozinha vi Késia e Tay já começando a fazer o jantar.

-O patrão chegou, está bravo e está te esperando na sala. - Disse   Késia  calmamente colocando água em uma panela.

- FERROU! - Arregalei os olhos. - Aqui estão algumas coisas que comprei, agora deixa eu ir enfrentar a fera.

- Vai logo então ____ -  Tay  falou vindo olhar dentro das sacolas.

-Ok ! Mas cadê a Érica e a Kelly ? - Parei e olhei para as meninas.

- Elas pediram para o patrão se podiam sair mas não disseram onde iam. Acho que a Kelly foi na casa  do Jimin - Disse Tay.

-Mas a Kelly não tinha brigado com o Jimin? - fiz cara  de dúvida.

- Como assim eles brigaram? - Perguntou Késia.

-Depois conversamos, vou lá.    Já volto, Eu espero!! - Falei fazendo cara de medo e dizendo baixinho as últimas palavras.

Chegando na sala com o coração a mil, naquele momento no meio da minha bunda não tinha nada porque o meu c*  estava na mão.
Limpei a garganta e...

-O senhor mandou me chamar?.

Ele  olhou-me com um misto de raiva e tédio.

- Onde você estava? - Perguntou ríspido.

- Senhor eu estava no mercado, encontrei um amigo e perdemos a hora. Desculpa! Isso não vai se repetir.

- Você tem um emprego, não tem que ficar de Papinho com "amigos" - Fez aspas com os dedos. - Em horário de trabalho e ainda mais agora que meu filho está voltando esse final de semana.- Diz alterando a voz.

- Calma senhor , me desculpe eu realmente errei, mas está tudo sobre controle.

- Acho muito bom , sábado irei fazer uma festa para meu filho , vai vim poucas pessoas. Arrume tudo no dia e ajude o pessoal do Buffett. Sexta você vai até o aeroporto com o motorista buscar meu filho, vou estar em reunião não vou poder ir. Você e aquelas 4 amigas sua vão ajudar servir alguns petiscos na hora da festa, Ok!? Sei que sábado é a folga de vocês mas esse  vai ser diferente.  - Falou muito sério e voltou a atenção para o notebook e alguns papéis em sua mão.

-Ta, é só isso senhor?

- Sim, pode ir e não   me deixe irritado  novamente, porque se isso se  repetir vai ter consequências. Entendeu ? - Ele disse em um tom calmo como não se preocupasse com o que ia fazer.

Fiz reverência voltei pra cozinha chegando lá  dei a notícia para as meninas, elas não ficaram animadas.  Óbvio ne! Estávamos entretidas conversando quando Kelly chega com blusa do avesso e o cabelo bagunçado.



.....
     .....


Notas Finais


Comentários me ajudam bastante gente ... Pode ser dicas ou críticas... Com cada um vou aprendendo mais ... OK ...
Bjssss da Cereja... 🍒❤😙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...