História Amor Proibido (Incesto) - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Incesto, Originais, Romance
Visualizações 72
Palavras 1.262
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Bom,mais um novo capítulo.
Espero que gostem.
Boa Leitura !

Capítulo 13 - Capítulo 12.


Davi observava atenciosamente ela dormindo em seus braços,com a cabeça deitada em seu peito,uma menina linda de pele branca como a neve,os loiros e ondulados cabelos ressaltavam seu rosto adormecido,ela é simplesmente perfeita na visão dele...

 Isabel acorda e olha intensamente dentro dos olhos do seu irmão e puramente sorrir,Davi apenas continuava a observa-la e então um silêncio toma conta do quarto.

 Isabel volta a deitar no tórax de Davi,porém,dessa vez começa a observa-lo também.

 Incomodada com o silêncio ali instalado ela o questiona.

- O que houve Davi ? - Ela manteve os olhos fixados nele

- Esta tudo errado. - Respondeu logo de imediato.

- O que esta errado ? - Ela pergunta inocentemente.

- Tudo isso Isabel,o que fiz com você é errado. - Os arrependimentos começavam a aparecer.

- Não o que você fez,e sim o que nos dois fizemos,e o que fizemos foi amor e não há nada de errado nisso. - Ela disse tocando nos lábios de Davi.

- Somos irmãos. - Davi sussurrou como se estivesse confessando um segredo.

- E dai ? - Ela perguntou com um semblante de tristeza nos olhos.

- O que vão pensar de nos dois ? Davi retruca.

- Davi...Para o mundo você é apenas mais uma pessoa,mas para mim,você é o meu mundo. - Ela depositou um beijo nos lábios do irmão.

 '' Para o mundo você é apenas mais uma pessoa,mas para mim,você é o meu mundo'' essas palavras foram como um soco na barriga de Davi e ele jurava sentir o gosto amargo do sangue invadindo sua boca,o que ele fez não havia mais voltas e agora o que ele vai fazer ? Isabel estava entregue a ele naquele quarto,quero dizer,ela se entregou para ele naquele quarto...

- Davi eu te amo. - Ela disse voltando a deitar no peito do irmão.

 Estava tudo consumado e ele havia se arrependido,ele queria voltar atrás mas não havia voltas,Davi queria devolver a pureza de Isabel porém ele a corrompeu.

- Como você pode me amar assim ? Tão rápido ? - Questionou.

- Antes de você aparecer não havia alegria em mim,não havia motivos para viver,a minha vida não tinha cor.- Ela respondeu com a voz embargada pelo choro.

 Davi apenas ouvia tudo atentamente...

- Então você apareceu,eu voltei a sorrir,eu tive um motivo para continuar a viver. - Ela voltou a olhar nos olhos de Davi.

 Isabel estava com todo o seu corpo por cima do de Davi,ela se esforçou para ficar com o rosto frente a frente com o do garoto.

 Davi não me abandone jamais,nunca me deixe sozinha,eu lhe pertenço então cuide de mim.- Havia intensidade no olhar da menina.

- Isabel...- Davi tentou falar mas logo foi interrompido.

- Você promete que vai ficar comigo para sempre ? Promete ? - Ela aproximou o rosto um pouco mais perto do de Davi.

- Eu...prometo. - Respondeu hipnotizado pelos lábios da menina.

 Isabel após ouvir que Davi prometeria ficar com ela para sempre,lançou-lhe outro beijo,um beijo diferente,este estava cheio de paixão,cheio de desejos.

 Davi vivia entre a razão e a emoção,ele não queria ter algum tipo de relação com a irmã,sabia que tudo aquilo era errado e ele prezava pela ética,mas era só ele olhar para aquela menina que tudo mudava,o errado se tornava certo e o certo tornava-se errado...

- Davi,você me ama ? - Ela acariciava o tórax de Davi.

- Eu não sinto amor. - Pela primeira vez na vida ele foi honesto com a irmã.

- Como assim você não sente amor ? - Ela não havia entendido.

- Quando minha mãe cometeu suicídio,ela levou embora todos os meus bons sentimentos. - Disse sentando na cama.

- Eu posso tentar trazer de volta seus sentimentos ? - Ela o abraçou.

- Você pode tentar mas não vai conseguir. - Disse com a voz cansada.

- E se eu conseguir ? Eu ganho uma recompensa ? - Perguntou depois de ter vestido a camisola.

- E o que seria essa recompensa ? - Disse também se vestindo.

- Se eu conseguir fazer você amar novamente,quero que todo esse amor seja só pra mim,quero que você me ame de todo o seu coração. - Disse de pé em frente a Davi.

 Ele olhou para ela,sua visão ainda estava sonolenta,talvez ainda por causa do efeito da morfina.

- Tudo bem Isabel tente,você não vai conseguir e se conseguir aposto que não vai querer conhecer esses sentimentos.

- Por que não vou querer conhece-los ? - Ela se aproximou mais de Davi que agora já estava de pé também.

 Davi avançou em Isabel,segurou os dois braços da menina pelo pulso com bastante firmeza e imprensou ela contra a parede do quarto,ela se assustou no inicio mas logo gostou da atitude do irmão.

- Porque meus sentimentos são doentios,são muito mais obsessivos do que os seus em relação a mim,você quer que eu lhe ame até o meu último dia de vida ? Eu lhe amarei até depois da morte,seja no paraíso ou no fogo do inferno,eu lhe amarei até a eternidade. - Ele disse no ouvido de Isabel com uma voz sombria.

 Isabel se arrepiou dos pés a cabeça,todo o seu corpo tremeu mas ela gostou da sensação que Davi lhe passou.

- E-eu vou fazer n-nosso c-café. - Disse nervosa olhando nos olhos azuis do irmão.

 Ela tentava se soltar dos braços de Davi,mas ele manteve a determinação e não deixava ela fugir,pela primeira vez naqueles 7 dias de convivência  com sua irmã,ele olhou dentro dos olhos dela com firmeza,Davi podia jurar que enxergava a alma de Isabel pelos seus olhos negros.

 Acredito que naquele momento Davi sentia amor de verdade por Isabel,e acredito que ela sentiu medo desse sentimento,embora estivesse curiosa em descobrir esses sentimentos.

- Davi... - Ela foi interrompida por um beijo vindo de Davi,foi a primeira vez que ele teve a atitude de beija-la.

 O beijo foi o mais intenso que todos que Isabel havia lhe dado,havia uma força bruta nesse beijo,deixando Isabel sem ar com a intensidade dele,os lábios rosados de Isabel ficaram vermelhos da cor do sangue,quando Davi terminou de beija-la.

 Isabel voltava a olhar para seu irmão cheia de receios,estava nervosa mas gostava do que estava acontecendo,sentia medo porém adorava o momento,ela então com sua habilidade de encantar retribuiu o beijo em Davi,dessa vez um beijo calmo cheio de pureza,um beijo apaixonado.

 Depois do beijo Davi saiu daquele transtorno,ele calmamente solta os braços de Isabel,era notável enxergar as marcas nos pulsos da menina.

- Me desculpe. - Ele disse baixo e olhando para o chão.

 Isabel sorriu e tocou no rosto de Davi.

- Por que esta pedindo desculpas ? - Ela acariciava a bochecha dele.

- Por ti assustar. - Ele se virou de costas para Isabel e ficou de frente para a janela.

- Esta tudo bem seu bobo,vou preparar nosso café.- Ela foi até Davi e deu um braço por trás e depositou um beijo no pescoço dele,e enfim desceu para fazer a comida deles.

  Davi possuía um lado obscuro e Isabel não sabia,porém ela se sentiu atraída.Isabel conseguiu despertar uma memória com sentimentos adormecidos que Davi sempre evitou desdes seus 15 anos de idade....

 Se de um lado ela sorria por outro ele chorava...

 A morte da mãe de Davi foi uma dor gigantesca e contribuiu para que ele se torna-se frio,mas nada se comparava com a dor da perda da pessoa que ele mais amava.

 Ele observava o céu daquela manhã incestuosa,seus pensamentos estavam concentrados em uma única garota.

- Carol...- Sussurrou.


Notas Finais


Espero que tenham gostado do capítulo.
O próximo capítulo será contando um pouco do passado de Isabel e também do antigo relacionamento de Davi com essa ''Carol'' kkk.
Eu não vou dizer uma data certa para postar o próximo capítulo,mas acredito que até domingo que vem posto,eu tenho que atualizar minha outra história e também estou pensando em escrever outra de romance sobre o anime Tokyo Ghoul.
Mas não se preocupem que até o momento Amor Proibido sempre será minha prioridade.
Até mais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...