História Amor Sem Medida - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Amor, Lesbicas
Exibições 139
Palavras 718
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Hello!

Capítulo 12 - Ops!


                                            Vanessa on

Dani parecia surpresa quando apresentei minha irmã, vai entender

- Prazer cunhadinha - Andressa cumprimentou

- Prazer! - ela estava sem jeito.

- Quantos anos você tem? - Luana perguntou curiosa

- 23 de pura beleza

- E humildade - completo - Onde está o mala do seu marido?

- Está nos esperando no carro. Temos novidades

- Espero que não seja uma gravidez - Andressa fez uma careta

- Você fala como se uma criança fosse problema - Retruca Lu

- Claro que não, adoro crianças - digo

Fiz sinal com a cabeça para Isa, ela entendeu e foi para o banheiro

- Gente, vou no banheiro e já volto - avisei, vendo todos concordarem

Entrei no banheiro e ela estava escorada na pia.

- Agora me conta - digo preocupada

- Minha mãe...

- Como é? - não consegui esconder o espanto

- Ela voltou - Isa caiu num choro agoniado

- Como assim? Quando?

- Ela me procurou ontem, disse que estava arrependida e... - não conseguiu terminar

A abracei forte

- Calma, tudo vai ficar bem - sussurrei.

Bom... A história da Isa é complicada, a mãe dela a abandonou ainda pequena, seu pai é o demônio em pessoa. Por conta disso ela teve problemas com automutilação e drogas. Depois de muitas coisas nós conseguimos superar isso tudo. Sim, digo nós porque eu sempre estive lá

- Alguma vez eu te abandonei? - negou - então, independentemente se a volta da sua mãe for boa ou ruim, eu vou estar com você.

Senti ela me apertar mais

- Eu te amo... Muito! - desencostou a cabeça do meu peito e olhou nos meus olhos

- Eu também te amo, agora lava essa cara e vamos sair daqui.

- Espera, preciso usar o banheiro - disse entrando em uma das cabines.

                   

                                              Dani on

 

Fiquei sem jeito depois do "ciúmes sem fundamento".

Vanessa fez sinal com a cabeça para alguém que não consegui ver, ela saiu dizendo que ia ao banheiro.

Andressa fazia piada de tudo, parecida com a irmã até nisso.

Thaynara passou ao nosso lado e foi na mesma direção que Vanessa, o que ela ainda está fazendo aqui?

- Luana, vem comigo! - a puxei pelo braço.

Fui a passos largos até lá, rezei para que não seja nada do que estou pensando.

Abri a porta e não acreditei no que vi, Vanessa segurava Thaynara pela cintura, enquanto essa vadia tinha os braços envolta do pescoço da minha garota! Não tão minha assim.

 

                                      Vanessa on

 

- Vamos Isa, eles estão nos esperando!

- Já vou - disse impaciente

A porta se abriu, vi que era Thaynara, nem dei muita bola.

- Oi - me cumprimentou sorridente

- Oi

Ela ligou a torneira que tinha muita pressão, molhou o chão todo.

- Ops! Sabe eu tava pensando, nós poderíamos sair juntas, curtir um pouco.

- Me desculpe, mas eu já estou "saindo" com alguém e gosto MUITO dessa pessoa.

- Fala sério, nós podemos nos divertir muito - foi se aproximando

- Não, não podemos - me afastei - Isa te espero lá fora - falei alto

Me virei para sair logo dali, Thaynara se moveu rápido em minha direção e acabou escorregando, se não fosse eu segurá-la, ela estaria no chão.

- Vai com calma garota - ri

Ouvi um barulho na porta, olhei para a saída e lá estava Dani, estática.

No começo não entendi essa reação, até Thaynara rodear os braços no meu pescoço e dar um beijo na minha bochecha. A larguei na hora.

- Dani, não é isso que você tá pensando - vi lágrimas em seu rosto, tentei me aproximar - Deixa eu explicar.

Ela saiu correndo sem falar nada, não tive reação.

- Sério que a Danielly é a "pessoa" que você tá saindo? Quer dizer, estava né - disse debochada.

- Vou dar na cara dessa garota! - Isa foi cega de raiva pra cima dela.

- Deixa, vamos embora - a puxei pra fora.

Procuro Dani com os olhos, mas não a vejo.

Me bate um desespero, ela não pode tirar conclusões precipitadas assim!

- E agora? - pergunto sem saber o que fazer

- Vai atrás dela - Isa me deu um tapa na cabeça.

Ela deve estar me odiando, que droga!


Notas Finais


E agora?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...