História Amor Suicida - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sasuke Uchiha
Tags Naruto, Sasusaku
Visualizações 60
Palavras 988
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ecchi, Harem, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Onde Tudo Começou


Fanfic / Fanfiction Amor Suicida - Capítulo 2 - Onde Tudo Começou

Sakura ON 

Sabendo que meu docinho estava triste e angustiado, decido tentar agradá-lo usando o poder da sedução. 

Visto uma lingerie e vou até o escritório, onde ele trabalha sem parar em um plano para assassinar Naruto. 

Fico parada ao seu lado, mas ele não diz uma palavra nem dirige um olhar. Subo na mesa e deito sobre o objeto. 

_ Docinho, você não quer violar a sua rosada até ficar totalmente sem ar? Hein?- Desço a alça de minha lingerie, na tentativa de fazê-lo reagir de algum modo. 

_ Ah se manda- Ele me empurra da mesa e eu caio no chão- Maldito Naruto! Por que ele tem que ser um alvo tão difícil?! 

_ Ora essa amorzinho, por que não mata ele com um simples tiro na cabeça? 

_ Sua idiota! A morte de Naruto deve ser excepcional! Uma obra de arte! O triunfo de Sasuke Uchiha!- Ando para trás, assustada. 

Ele pega um de seus planos que está no chão. 

_ Tinha me esquecido deste aqui, Jogos Mortais, onde a vítima morre sendo serrada ao meio. Ah, tinha me esquecido por que cancelei esse plano. Serras não falam, nem mesmo dão ilusões- Ele joga o plano no chão, como se fosse algo insignificante.

_ Ora essa, não há outro plano que você possa fazer?

_ Você vem comigo!

Ele me puxa e me joga em um quarto vazio, onde não há qualquer tipo de luz. 

Sempre ele! Naruto! Ele é o problema! Às vezes, me pergunto onde tudo começou, como cheguei a esse ponto. 

~FLASHBACK ON~

Eu havia acabado de chegar no asilo Fallen Angel, onde seria psiquiatra. 

_ Doutora Sakura Haruno?- Uma mulher loira vai em minha direção. 

_ Por favor me chame de Saky, todo mundo chama. 

Andávamos entre as celas dos deficientes mentais enquanto ela me explicava qual seria minha função em Fallen Angel. 

_ Curioso escolher trabalhar em Fallen Angel, não imagino alguém trabalhando aqui por gostar de um ambiente como este- Ela dizia. 

_ Eu tenho um fraco por estas personalidades- Digo. 

_ Bom, o que deve saber é que as pessoas que estão aqui são todos sociopatas e precisam de tratamento intensivo. Se está pensando em escrever um livro sensacionalista sobre o que está vendo aqui, já lhe aviso que... 

Olho para um ser interessante, de cabelos negros e corpo escultural. Ele olha fixamente para mim e sorri, sem dizer uma palavra. Seu sorriso tentador já dizia o que pensava a meu respeito. 

_ Ele escolheria uma novata como você- A loira se afasta e eu vou para minha sala. 

Entro em minha sala quando vejo um buquê de flores com um bilhete, que dizia: 

"Venha me ver a qualquer hora. 

Beijos 

Sasuke Uchiha". 

Determinada, vou até sua cela. Ele está lá, com o mesmo sorriso tentador de horas atrás. 

_ Você colocou isto em minha sala?- Mostro o bilhete para o moreno. 

_ É. Fui eu quem coloquei lá- Ele diz, ainda sorrindo. 

_ Os guardas iriam adorar saber que você saiu da sua cela- Ameaço. 

_ Se você quisesse contar, já teria feito. Aliás, gostei de você, principalmente do seu nome, Sakura Haruno, reformulando um pouco, torna-se Saky. 

_ Saky, é como a Saki Miyu do jogo Yandere Simulator, eu sei, já ouvi falar. 

Ofendida, decido me afastar da cela e ir para casa, pois achei muito atrevimento da parte dele. 

_ Só achei que conversar com alguém como você me ajudaria no tratamento psicológico, já que você é psiquiatra, só achei que essa era sua função, mas eu me enganei a seu respeito. 

Naquela hora, paro e penso sobre o que ele falou e decido ajudá-lo. 

Levei quase três meses para conseguir uma sessão. Tudo estava indo bem, exceto o fato sobre o passado amargo e esquecido de Sasuke Uchiha. 

_ Quando eu era criança, meu pai costumava me espancar até me nocautear. Só houve uma vez que eu vi realmente meu pai feliz. Ele me levou ao circo quando eu tinha dez anos, os palhaços arreavam as calças e saíam gritando. Ele ria tanto, que achei que o velho fosse explodir. Então decidi fazer o mesmo, mas acabei rasgando a calça do meu pai todinha. 

Às vezes, eu ria. Foi então que compreendi que Sasuke era só uma alma atormentada que queria que o mundo compreendesse e idolatrasse os seus atos. Mas como sempre, lá estava o hipócrita do Naruto disposto a fazer qualquer coisa para atrapalhar e atormentar a vida do meu docinho. 

Foi então que percebi que eu havia me apaixonado pelo meu próprio paciente. Precisava dizer isso à ele, o mais rápido possível. 

Na sessão seguinte, me sentei e preparei minha caderneta. 

_ Sasuke, eu te amo. Me apaixonei pelo meu próprio paciente, isso é loucura- Digo. 

_ Na verdade, não. Isso é normal, pois você já sabia que isso iria acabar acontecendo. 

Em uma certa noite na minha sala, soube que ele havia escapado. Fiquei preocupada, pois o pobrezinho estava perdido por aí. 

_ Pegaram ele!- Os guardas gritavam. 

Fui até o corredor. Sasuke estava desmaiado, e todo machucado. Desesperada, pego meu docinho em meus braços, mas os guardas retiraram-no em uma fração de segundos e o levaram para longe de mim. 

_ NÃÃÃÃOOOO!!!!- Eu grito. 

Noite após noite, eu olhava o sofrimento do coitadinho atrás daquela cela. 

Enlouquecida e furiosa, pego vários papéis bomba e uma máscara de Teatro Kabuki e volto para Fallen Angels. 

Nocauteio os guardas com um genjutsu e continuo a andar pelos corredores. Chegando na cela de Sasuke, explodo o vidro da cela. 

_ O quê?!- O moreno fica assustado. 

_ Oi docinho. Cumprimente a sua nova e melhorada Saky Haruno. 

Nós pegamos o carro e fugimos de Fallen Angels para sempre. 

~FLASHBACK OFF~ 

Pensei que, a partir daquele dia, nós seríamos felizes para sempre. Mas isso não vai acontecer enquanto o Naruto estiver no meio para atrapalhar. Preciso fazer alguma coisa, e rápido, antes que seja tarde. 

Sakura OFF






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...