História Amor vampiro jovem. - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Irmãs Vampiras
Personagens Dakaria Tepes, Personagens Originais
Tags As Irmãs Vampiras, Daka, Murdo
Visualizações 93
Palavras 950
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá meus queridos leitores!! Estou de volta para mais um capitulo da história de nossos queridos vampirinhos! Boa leitura 😘

Capítulo 16 - Liberdade


 

-Tim, tim, meu caro irmãozinho. 

Fico irritado e pergunto:

-O que você quer? 

-Tudo ao seu tempo. Por hora, só queria que sentisse minha presença.

Ele dá uma risadinha e desliga antes que eu pudesse falar algo.

-Droga. Digo colocando o violão no chão e me recostando na cadeira.

Fico pensando por uns 5 minutos, até que algo cai na piscina jogando água em todos os lugares.

-Quem está aí? Pergunto sem paciência.

-Olá Murdo. Ele diz de costas para mim.

Não penso duas vezes e o ataco, embaixo da água. Fico o segurando por uns dois minutos, até ele me segurar pelo colarinho e voar comigo para fora.

-O que deu em você? Ele grita.

Olho melhor e percebo que não era Draco, e sim Tomás o baterista da banda e melhor amigo.

-Tomás? Digo sem entender.

-E aí? Ele me solta e ficamos em pé de frente para o outro na borda da piscina.

-O que está fazendo aqui? Digo

-Estava vindo te avisar sobre umas coisas.

-O que, por exemplo? 

-Que seu irmão está seguindo a Daka.

Paro e penso por uns minutos. "Meu irmão mais velho seguindo a garota que sou apaixonado? Isso boa coisa não é!"

-Como você sabe disso? E como você sabe? Desde quando?

Ele se aproxima e coloca a mão no meu ombro.

-Calma. Tudo no seu tempo. Eu e Crânio estamos cuidando disso.

-O Vitor? O que o Vitor tem haver com isso? 

Ele apenas faz um sinal para que eu me cala-se e me leva para dentro. Sempre que fazia isso, a gente conversava por 3 dias sem parar!

Uns 15 minutos depois

Tomás e eu estávamos sentados no sofá, eu bebendo um chá de camomila e ele uma cerveja. 

-Me explica. Me conta tudo que sabe. Digo tomando um gole.

-Desde que você saiu, eu estive preocupado. E meio que espionei você...

-Como é?!Digo surpreso

-Calma, deixa eu explicar. Eu achei que algo pudesse acontecer com você, então te espionei um pouco.  Nisso ele pega a toalha que estava em seus ombros e bagunça o cabelo tentando seca-lo. 

-Por que como você é meio orgulhoso achei que não me deixaria te ajudar.

-Com o o que? 

-Com a Daka e o relacionamento de vocês. 

-Isso não tem nada haver com você. Revoltado me levanto.

-Murdo... Ele se levanta também e segura meu braço.

Apenas olho e o encaro.

-Nós nos conhecemos desde que éramos moleques. E eu nunca fui um gênio, porém eu sei que 2 cabeças pensam melhor do que 1. Eu fiquei pensando em como você sozinho lidaria com a sua família inteira e manter a Daka longe do Draco.

Ele me solta.

-Fiz isso como brother. Ele diz.

Em seguida estende a mão para um cumprimento nosso.

Olho rápido e penso:

"Ninguém mais faria isso por mim." 

Retribuo o cumprimento fazendo ele soltar um sorriso.

-Mas tem uma condição. Digo

-Pode falar.

-Não me esconda nada.

-Só? 

-Quer que eu fale que você deve me trazer um chá a cada hora? Digo ironizando.

-Vá se ferrar, Murdo! Nós dois rimos dando uns tapas um no outro.

No dia seguinte

Tomás estava arrumando suas coisas no quarto de hóspedes já qua nos iriamos tomar conta da Daka juntos. Eu estava acostumado com o jeito de Tomás já que crescemos juntos e fizemos inúmeras turnês. Ele é meio desleixado e preguiçoso, porém sempre cumpre quando a gente combina dele fazer uma tarefa. 

Ele me disse que Vitor ia chegar a tarde para a gente poder conversar e se resolver. Eu estava meio ansioso para saber o que descobriram sobre o Draco e se ele tiver tocado em um único fio de cabelo dela, eu juro que acabava com ele! 

Murdo off 

Daka on

Estava tomando banho para ir para a escola. Era uma manhã normal como qualquer outra, exceto pelo fato em que eu sabia que o Murdo estava na Alemanha e que Silvania sabia onde! Eu fiquei muito animada em pensar que poderia vê-lo a qualquer momento passando na rua(claro que ele não poderia já que era um vampiro completo)! Estava terminando de amarrar o tênis e me olhei no espelho: vestia um macaquinho preto com uma blusa preta com o desenho de uma borboleta, junto com um tênis all star  preto e uma meia 3/4 listrada rosa e azul marinho. Achei que estava meio sem graça, então coloquei uma presilha de estrela cadente. Me olhei uma última vez, e esperei o meu pai. Ele logo apareceu, porém não estava trazendo a bandeja de café da manhã. 

-Ué? Eu não vou tomar café? Pergunto sem entender.

-Seu castigo acabou. Meu pai diz.

Fico sem reação por uns 10 segundos e pergunto:

-Você não está mais bravo? Pergunto sem entender.

-Eu ainda estou bravo, e não quero lidar com essa situação novamente. 

Eu assenti e fiquei calada.

-Porém, um recente acontecimento me vez ver que acho que devo confiar em você e proteger da melhor forma possível. Ele diz saindo do quarto deixando a porta destrancada. 

Fico feliz e saio voando pelo quarto e subo rapidamente.

Estava finalmente livre! Eu vi que Silvania me olhava como se eu fosse a pessoa mais louca do mundo.

-Ganhou na loteria, Daka? Ela pergunta enquanto tomava seu suco.

Rodopio no ar e digo:

-GANHEI MINHA LIBERDADE DE VOLTA! Grito em plenos pulmões.

-Calma Daka! A gente tem que ir para a escola. Ela diz pegando sua mochila e me dando a minha.

-A pé! Ela disse fazendo um sinal para eu descer.

Desci meio brava, porque amava voar.

-Por que você tem que ser uma estraga prazeres? Digo cruzando os braços.

Ela ri e abre a porta para a gente ir.


Notas Finais


Muito obrigada pelos comentários e favoritos!!! Vocês me deixam muito feliz! Saibam que se quiserem me deixar sugestões para continuar a história, fiquem a vontade!😁
Beijos vampiros
SakuraDaka 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...