História Amores de verão - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Naruto Uzumaki, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Naruhina, Narusaku, Sasuhina, Sasusaku
Exibições 105
Palavras 1.824
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi de novo pessoal! Obrigada pelos comentários :)
Mais um capítulo mostrando a vida de Hinata e Sakura.

Capítulo 2 - Dia-a-dia difícil


Fanfic / Fanfiction Amores de verão - Capítulo 2 - Dia-a-dia difícil

- Bom dia meninas. - A mulher gentil, muito semelhante a Hinata, cumprimentou as duas jovens. De Hinata obteve uma resposta e um sorriso, mas Sakura apenas ignorou. 

- Sakura, será que dá para responder quando falam com você? Não foi essa a educação que te dei! - Hiashi vociferou, estava irritado a tempos com as atitudes da filha. 

- Não tenho obrigação de responder alguém que não é minha mãe. - Respondeu, simplesmente. 

- MAS QUE MER- Hiashi foi interrompido por Hana. - Tudo bem, Hiashi. - Hana deteve seu marido, uma de suas regras é que não deve haver brigas durante as refeições. O café da manhã seguiu silencioso. Ao fim da refeição, as duas seguiram seu caminho a pé para a escola. Hinata fez menção de apressar o passo para não ter que acompanhar sua 'irmãzinha'. 

A revolta de Sakura tem um motivo, mas é uma longa história... Resumidamente: Originalmente, Hiashi era casado com Hana, que já estava grávida de cerca de 2 meses de Hinata. Porém, Hana descobre que Hiashi traiu a mesma, resultando na gravidez de Mebuki - mãe de Sakura -, sem conseguir perdoar a traição do marido, Hana se divorcia do mesmo e dá a luz a uma menina, poucos meses depois Mebuki dá a luz a outra menina. Foi decidido que Hiashi ficaria com as duas crianças, devido as suas condições financeiras extremamente favoráveis, e que eventualmente Hana visitaria sua filha Hinata. Hiashi sabia que não conseguiria criar duas crianças sem uma figura maternal, então, casou-se com Mebuki, embora os dois não se amassem. O casamento percorreu muitos anos entre muitas idas e vindas, exatamente 12 anos de casamento, durante esse tempo Hinata e Sakura cresceram saudáveis e unidas, sendo que Mebuki era uma figura maternal para ambas, além de que Hinata também tinha Hana que se esforçava ao máximo para passar mais tempo com sua filha. Embora Hana e Sakura não fossem próximas, Hana tratava a mesma com gentileza. Depois de 12 anos de um casamento maçante e sem amor, ambos decidiram que o melhor era divorciar. Além disso, Hana perdoou Hiashi e os dois reataram seu amor e decidiram se casar novamente. Sakura com 12 anos ao ouvir toda a história, sentiu que sua mãe fora injustiçada, não aceitou que agora teria de viver com outra mulher que não era sua mãe, não aceitou que a mãe de Hinata "tomara" o lugar de sua mãe e não aceitou ainda mais que Hinata apesar de ter recebido todo o carinho de Mebuki, parecia feliz com o divórcio. Na mente de Sakura, Hiashi e Hinata são dois ingratos e traidores dos quais ela não pode mais confiar. O motivo pelo qual Hinata estava feliz com o divórcio era simples: Era madura o suficiente para saber que seu pai e sua mãe "postiça" não se amavam e não estavam felizes, inclusive viviam brigando ás escondidas, Hinata queria sempre o melhor para aqueles que amava e por isso se sentia feliz com a decisão. 

É por esse motivo que no início, Hinata suportou calada aos maus-tratos de Sakura, pois entendia que o divorcio muitas vezes é difícil do filho aceitar, mas com o tempo, percebeu que o comportamento de sua meia-irmã era inaceitável. Agora tudo que Sakura fazia era uma forma de mostrar seu descontentamento com a nova família: Tingiu o cabelo de rosa sem a permissão de seus pais, embora seu pai sempre fizesse Hinata cuidar da mesma, muitas vezes Sakura frequentava festas sem permissão, não fazia mais seus trabalhos escolares e muitas vezes cabulava as aulas quando queria. Seus pais tentavam ser pacientes, mas percebiam que aquilo estava fora de controle. 

Longe o suficiente de Sakura, Hinata caminha tranquilamente. Sente em seu rosto o sol quente que emana um calor forte e gentil, denunciando a chegada inevitável do verão. 

- Já é julho... - Sussurrou para si mesma. Distraída, nem percebeu quando alcançou os portões da escola. 

- Hinata! 

- Ah, oi! Nem vi que já estava aqui. - Ino, uma de suas amigas antigas, riu da distração da morena. Ino é uma loira alta e bonita, com olhos azuis bem clarinhos e cabelos longos e loiros, é bonita o suficiente para participar do grupinho dos populares, mas prefere evita-los. Acompanhada de Ino, estão seus outros amigos: Tenten, uma morena boa nos esportes, Shikamaru, o gênio do grupo, Gaara, o ruivo mal-humorado, Chouji, o pac-man, Temari, irmã mais velha do ruivo (a única do grupo com o laço vermelho), Lee, um carinha sobrancelhudo e faixa preta em Aikido, Kiba, um garoto audacioso com cara de cachorro (isso de acordo com seus amigos) e assim se fecha seu círculo de amizades. Todos os seus amigos em sua visão são incríveis e possuem uma boa aparência, por isso entende que tem sorte em ter tais amigos. Perto de seus amigos, Hinata se sentia confortável o bastante para nem parecer que é tão tímida. 

- Hina, você é um amor, mas será que não dava pra se cuidar um pouquinho mais? Você não era assim antes! - Reclamou Ino, fazendo com que Hinata desse um suspiro cansado, já havia escutado aquele sermão dela tantas vezes...

- Ai Ino, deixa ela! Você é vaidosa, mas cada um tem seu jeito, eu ein! - Defendeu Temari, percebendo a impaciência de Hinata e recebendo um agradecimento mental da mesma. 

- Certo, certo... Mas olha, ela podia pelo meno- Foi cortada antes que terminasse a frase. 

- INO! 

- Tá bom, entendi! - Disse, levantando as mãos em sinal de rendição. 

Entraram na escola conversando sobre coisas banais como sempre e finalmente Hinata pudera dar as primeiras risadas do dia. 

Hinata pov's on 

Infelizmente, estou na mesma sala que Sakura. E incrivelmente, estou separada de quase todos os meus amigos, com exceção de Tenten e Lee, mas assim que bate o sinal (até mesmo do intervalo) os dois saem correndo para as atividades dos clubes esportivos. É por isso que apesar de durante as aulas ter a companhia dos dois, depois sempre tem um momento em que fico sozinha até que me encontre com o restante do grupo.

Distraída, rabisco em meu caderno enquanto olho para o jardim ensolarado que vejo pela janela. Mais uma semana e serão as férias... Suportar a Sakura quase 24 horas em casa, meu Deus, não! No mesmo instante, meu pensamento foi guiado até Naruto. Como será que ele está? Já faz dias que não o chamo pelo Skype, que foi o meio que achamos de manter contato durante esses 4 anos. Quero vê-lo novamente... Sinto tanta falta do meu querido amigo...

O sinal do intervalo me desperta dos meus pensamentos. Guardo o meu material vagarosamente, e me dirijo para fora da sala. Enquanto caminho despreocupadamente, sinto um forte empurrão e acabo batendo contra a parede dos corredores. 

- Olha por onde anda, ninho de pássaro! - Disse Shion, amiga de Sakura, acompanhada de seu grupinho, se referindo a mim pelo apelido ridículo que me deram devido ao meu cabelo. 

- F-f-o-o- "Foi você quem esbarrou em mim, piranha!" - Vociferei, mas somente em pensamento... Quando estamos a sós, respondo á Sakura tão bem, mas quando está acompanhada de seu grupo e no meio de tanta gente, me sinto tão nervosa e envergonhada que não consigo soltar uma palavra sequer em resposta. 

- O que foi?! Não te ouvi, gaga! - Disse Karui dessa vez, puxando uma de minhas tranças. - Eca, isso aqui parece até palha! Por que não damos um jeito nisso aqui? - Disse maldosa, agora com uma tesoura nas mãos.

Não! 

- Po-or fav-o-o-or... Nã-ã-o... - Disse em uma voz quase inaudível. 

- Não ouvi! Quero ver você implorar alto! - Disse aproximando a tesoura de uma das minhas tranças. - Vamos, implore! 

Meus olhos se encheram de lágrimas, tamanha raiva e humilhação de não conseguir fazer nada. Sentia meu rosto arder e com certeza estava muito vermelho. Via Sakura apenas dando risada e apreciando o show. Orgulhosa, que elas fazem isso tudo a mando dela. 

- E-eu... Imploro...- Disse me esforçando ao máximo para não gaguejar, porém ainda assim saiu baixo.

- Mais alto! - Cortou a pontinha de uma das minhas tranças. 

- EU IMPLORO! - Sentia a vergonha, só agora percebendo quantas pessoas estavam ao redor dando risada e apreciando a visão. Já não seguro mais minhas lágrimas. 

- Certo, idiota, agora eu ouvi bem. - Jogou a tesoura em mim e passou dando risada. A última que passou por mim foi Sakura, que fez menção de me empurrar de modo que eu caísse como uma manga madura no chão. 

Odeio você... Odeio você! 

Fui até o banheiro e me recompus, mais tarde me encontrei com Ino, que percebeu meu nervoso, mas eu não lhe disse nada, não quero preocupar meus amigos ainda mais...

O resto das aulas passou lento, enquanto eu contava o tique-taque do relógio na sala de aula. Quando o sinal anunciando finalmente o fim das aulas tocou, suspirei aliviada. Organizei meu material rapidamente, correndo para casa o mais rápido possível. 

Ao chegar em casa, tomei um banho revigorante e me arrumei. Penteei os cabelos, prendendo-os num rabo de cabelo, vesti um vestido lilás leve, coloquei brincos e passei uma leve maquiagem: Esse é um momento em que estou sozinha, ninguém mais me vê assim além dele... É hora de falar com o Naruto-kun pelo Skype! 

Liguei o computador ás pressas, ajeitando a webcan. Imediatamente loguei e iniciei uma chamada, esperando uma resposta. Não tardou a responder e logo a chamada foi iniciada. 

Hinata pov's off

- Yo, Hinaaaa! - O loiro saudou todo animado. Ver a morena lhe dava uma alegria inexplicável, mesmo que estivessem distantes.

- Oi, Naruto-kun! Como foi seu dia?

- Ah, foi ótimo! Surfei hoje com o Sasuke, você nem vai acreditar! Finalmente esse rabugento aceitou fazer algo comigo de bom grado e... - E assim a conversa entre os dois fluía por horas, eram íntimos como irmãos. Naruto sabia das mudanças de Sakura, isso porque a morena não escondia nada do mesmo. A verdade é que Naruto no passado era apaixonado por Sakura, mas esses sentimentos ficaram trancados no passado.

O tempo passou, até que anoiteceu, e logo Hinata e Sakura foram chamadas para o jantar. 

- Tenho que desligar, Naruto-kun. Boa noite!

- Ah, tudo bem. - Pareceu decepcionado. - Boa noite, princesa! - Desejou, fazendo com que a morena corasse. 

Encerrou a chamada e desceu as escadas nas nuvens. 

Quando todos estavam devidamente acomodados na mesa, Hiashi ficou sério e anunciou:

- Meninas tomei uma decisão. 

- O que? - Disse Sakura já irritada com o suspense. 

- Não dá mais para conviver com a relação das duas tão desestabilizada. Me lembro que quando os Uzumakis moravam ao lado eram tão unidas... É por isso que já fiz até mesmo os preparativos, as duas vão juntas passar as férias inteiras em Okinawa na mesma rua em que os Uzumakis residem. 

 

 

 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado, por favor, me deem seu feedback :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...