História Amores Sagrados - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Ficção, Romance, Terror
Visualizações 2
Palavras 1.540
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Luta, Poesias, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Não serei clara ao ponto de contar absolutamente tudo... Algumas coisas ficaram em branco e pelo ar, pois quero que vocês tirem suas próprias conclusões... Nos vemos nas notas finais...

Capítulo 1 - 1- O Começo...


Fanfic / Fanfiction Amores Sagrados - Capítulo 1 - 1- O Começo...

(Poxa, hoje mais do que nunca eu estou disposta a fazer com que me notem, de alguma maneira, sem que me chamem de vadia novamente... Espera! Não posso adiantar a história)

*Meu dia já tinha começado péssimo, com meu irmão me acordando com o jeitinho bobo dele*

- Acorda Blair, já estamos atrasados!

*Meu Deus, como eu me irritei*

- Cian, se não me deixar em paz eu juro que faço você se arrepender de ter nascido!

*Ele deu uma leve risada, que me fez rir também ao escutar ele dizendo baboseiras*

- Vai ficar uma velha chata desta forma, Blair, não vai arrumar um homem nunca!

(É... Ele não sabia da minha bissexualidade, era bom... Mas ainda acho que se eu contasse de cara ele me entenderia, até porque né, meu irmão é gay)

- Eu não preciso de homem, Cian, preciso de um belo banho quente e que saía de cima de mim!

*Assim que o mesmo se levantou com aqueles olhos marejados e azuis, passando a mão pelo cabelo loiro e exuberante eu me levantei, com uma cara de morta, meus cabelos estavam grandes, eu precisava cortar... Vou até o banheiro e me olho no espelho, meus olhos estavam vermelhos, ridículo, nunca passe tanto tempo ao Notebook, não é bom... Após jogar uma água no rosto tiro minha roupa entrando na banheira e pensando em como seria meu dia... E provavelmente, seria uma merda*

•Horas Depois.........................•

*Depois do banho coloco uma roupa qualquer, uma calça jeans com alguns rasgados e uma camisa transparente com uma camiseta branca de manga curta por dentro! Desço as escadas pegando a bolsa*

- Agora que você já me apressou meu querido irmão, vamos?! Temos como chegar na terceira aula ainda!!

(Ele comia feito um leão quando está a dias sem caçar)

- Agora? Eu estou comendo! Espere um pouco agora, você demora muito no banho!

*Pego a chaves e jogo pra ele*

- Se eu demorei tanto deu tempo para você comer a dispensa inteira em um só dia, Cian! Vamos logo, papai e mamãe chegam hoje!!!

*Digo saindo, o que eu disse não me agradava, meus pais iriam chegar das férias do Caribe, o melhor seria se ficassem por lá, ridículo isso de ser a filha que tem que cuidar de tudo por ser mulher! Chego no carro e entro jogando a bolsa no banco de trás e vendo, Cian entrar ligando o carro*

- Você está bem, Blair? Desde cedo está com essa cara de morta...

- Tem importância? Acho que não, agora vamos, não quero perder a aula de Química!

(Foda-se a aula, eu queria ver mesmo é minha professora, sim, eu tinha uma queda por ela... Aqueles olhos verdes, pele branca e cabelos loiros... Ela parecia uma diaba disfarçada de anjo)

*Assim que chegamos no colégio eu desço do carro, passo pelo corredor principal que ficava próximo a quadra de basquete, onde os jogadores machista e egocêntricos ficavam*

- A gostosa da Blair McCool, como vai a sua mãe? A ex atriz pornô?!

(Esse é o troglodita, Jhonny Dalas! Garoto imbecil, adora mexer com quem está só!!!)

- Ah sério? Vai mesmo fazer com que eu desperdice meu tempo com você? Jhonny Dalas, o riquinho metido a besta?! Ah, me poupe!

*Voltava a andar novamente até que ele parou em minha frente*

- Cuidado com as palavras ruivinha, elas podem te fazer alguns estragos!

*Ele pensava mesmo que eu tinha medo?!*

- Por que será que eu não me surpreendi com esse jeito idiota?! Ah é, você sempre foi babaca!

*Dou uma leve trombada nele para que o mesmo saísse da minha frente. Quando cheguei na sala a professora estava logo atrás de mim, eu me sentava no fundo, gostava de apreciar os belos pares de seios dela... Visão ampla, sabe como é.*

*Logo a mesma não parava de me encarar, a gente conversa pelo celular, trocamos mensagens algumas vezes... Mas nunca passou disso... Infelizmente...*

•Toca o Sino•

- Todos já podem sair... Menos você Blair, precisamos conversar!

*Ela me olhou seriamente quando me levantei! Assim que todos saíram ela foi até mim, as portas eram totalmente trancadas quando os professores quisessem, não daria pra ver nada ali... Mas as câmeras, elas pegavam tudo*

- Dessa vez eu não fiz nada!

*A mesma coloca um dos dedos em meus lábios*


- Por que não me procura mais? Não manda mensagem... Perdeu o interesse?

(Oh Deus, quem perderia o interesse nessa mulher????????)

- Não sou de correr atrás, já tinha deixado claro que relações entre professores e alunos é proibido, não tinha?!

*Ela soltou um sorriso quando início um beijo quente e selvagem...*

(DROGA, AS CÂMERAS. VADIA MANIPULADORA, EU VOU MESMO ME FODER POR CAUSA DE SEXO??)

*Eu só queria sentir seu corpo, fui descendo a mão em seu corpo e quando me toquei que estava perto de tocar sua parte íntima eu me afasto*

- Opa, sem pressa... Esqueceu que aqui temos olhos e ouvidos?! Ficou maluca? Quer mesmo me foder?

- No sentido sexual, sim!

*Reviro os olhos*

- Não vou negar, eu te quero nua na minha cama! Mas na minha cama, não na sala de aula!!!

*A mesma se aproxima e sussurra no meu ouvido*

- Me encontra na saída, atrás do colégio, no estacionamento... Podemos ir para minha casa!

- Okay, okay, mas agora eu vou indo... O sino vai bater e eu tenho a última aula ainda!

•Bate o Sino•

*Depois do que aconteceu, que certamente me deixou muito, muito excitada e que provavelmente acabaria com minha vida, chego na quadra, aula de Educação Física... Se fosse Educação Sexual eu iria acabar fodendo com alguém*

- Blair... Oii...

(Essa é Lya, Lya Tanner. Minha melhor amiga... Meu brinquedinho nas horas vagas)

- Lya... Oh, o que faz aqui? Pensei que estava em Los Angeles...

- Voltei mais cedo, estava com saudades...

- Ah... Eu também (mentirosa/pensei)

- Você não parece bem... O que houve?

- Longa história... Meus pais, professores, Jhonny Dalas...

- O gostoso? Jhonny Dalas? Não vai me dizer que vocês transaram?!

- O que? Não, que nojo, preferia pegar o diabo!!!

*Rimos um pouco e fomos para aula... Não demorou muito para o último sino tocar, assim que tocou vou até a estacionamento atrás do colégio encontrar a Sra. Miles! Vejo que a mesma já me esperava*

- Vamos? Estou totalmente excitada com seus toques sem pudor!

- Eu ainda acho que você vai perder seu emprego!

*Entro no carro junto com a mesma! Minutos depois chegamos a casa dela. Saímos do carro e logo que entramos na casa dela a mesma me coloca contra parede*

- Demorou um pouco... Mas agora eu posso arrancar sua roupa, te jogar naquele sofá e te fazer esquecer que sou sua professora

- Você tá falando muito!

*Começo iniciando um beijo quente e cheio de desejo! Deito a mesma no sofá e subo seu vestido vermelho vinho e sua calcinha cor preta fica visível*

- Que bom gosto!

*Dei um leve sorriso e dou alguns beijos em seu pescoço deixando algumas marcas, levo minha mão até sua parte íntima, acariciando por cima de sua calcinha... Seus gemidos eram como música para meus ouvidos*

(Você deve estar tipo "poxa, você está transando com sua professora!" É amigos, eu tô sim)

- Você é uma bela vadia, Blair!

- Diz a mulher que está sendo fodida por sua aluna!

- Dormiria aqui hoje? Posso te mostrar meu quarto...

*Preferia focar apenas nos gemidos da mesma, óbvio que eu queria dormir com ela, mas meus pais estavam pra chegar, o que eu iria dizer? "Ah pai, não estava em casa porque estava transando com minha professora de Química*

*Penetrava a mesma com mais 2 dedos, agora ao total eram 4! Meu Deus, como ela gemia, era tão bom de se escutar, eram beijos quentes, com um desejo enorme de possessão, de ternura! Depois de longas horas transando no sofá subimos para o quarto, sim, transamos lá também... Mas assim que vi já estava anoitecendo* 

- Droga, preciso ir!

- Mas já? Nem terminamos

*A mesma me puxa e eu me solto me levantando*

- Tem noção de que horas são? São 19:30 da noite, meus pais chegam daqui meia hora e eu estou na sua casa que fica do outro lado da cidade, entendeu?

- Quer que eu te leve?

- Não! Eu já vou, nos vemos amanhã!

*A mesma me puxa e dá um leve selinho demorado, assim que desço me visto e vou saindo! Pego um táxi e vou direto pra casa... Ao chegar pago o taxista e entro em casa me deparando com meus pais e meu irmão* 

- Onde estava, Blair?

- Mãe?!.... Na rua, estudando...

 - Não ouse mentir para mim, Blair McCool!!! Entregaram essas imagens ao seu irmão hoje, mandando nos entregar! Quem é essa mulher? Por que estavam juntas e chegaram a se beijar?!

     - Mãe, é só minha professora... Não foi nada disso que a senhora está pensando

 *A mesma me dá um tapa na cara*

  - Seu irmão não queria nos entregar o envelope, mas ainda bem que pegamos! Você é filha de Elizabeth McCool e Luke McCool! Não é uma garota qualquer pra ficar beijando uma professora na sala de aula, não tem vergonha na cara?

  - VÃO PRO INFERNO, TODOS VOCÊS!!!

*Corri para o quarto, chorando! Eu parecia uma criança, idiota o bastante para me entregar a um desejo e ser humilhada na minha própria casa... Mas já era de se esperar por isso... Afinal... Somos os McCool, sempre temos conflitos!*

*Deito na cama e fico ali chorando, como se o mundo estivesse caindo... Até que acabo caindo no sono... Que por sinal, veio em ótima hora...*

....








Notas Finais


Uau, eu contei, não tudo... Mas contei... Engraçado, tudo que uma adolescente queria era ser feliz... E talvez a felicidade esteja longe de seu alcance... Até o próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...