História Amores secretos.... - Capítulo 12


Postado
Categorias Naruto
Personagens Anko Mitarashi, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Kabuto, Kakashi Hatake, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Orochimaru, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Colegial, Gaalee, Kakaanko, Naruto, Nejiten, Obidei, Orokabu, Romance, Saino, Sakuhina, Sasunaru, Shikatema, Tobidei
Exibições 100
Palavras 1.071
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ecchi, FemmeSlash, Festa, Hentai, Lemon, Musical (Songfic), Orange, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Slash, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 12 - Meu primeiro beijo....



Tobi P.O.V

O carregava até minha casa. Ele, além de idiota, era troxa. Por que não fala para ninguém?  Está esperando morrer? O deito suavemente no sofá, e trato de tirar seu casaco (  Yugito:tem alguma outra intenção? ) ele estava cheio de roxos, e de marcas. Eu me desesperei. Cuidar de alguém,  não estava nos meus conhecimentos. Continuei pensando ( ou brisando) por algum tempo, até que ele desperta.

- Onde eu to? - Ele fala com a mão na cabeca.

- Calma, eu cuideu de você.  ( Cuidou uma ova, ficou aí brisando).

- Valeu, mas agora eu tenho que ir. - Ele se levantou,  com muito cuidado e com muita dor.

- Nada disso, você pode sentar, e me falar tudo, além disso, você está machucado, não vai conseguir se mover bem.

Ele se senta. Fecha os olhos,  e fala:

- Ok, mas se não contar para ninguém.

- Nunca contarei.

- Senta que lá vem história:  Estou quietinho no sofá, com dez anos, moldando uma nova escultura. Estou quase que completamente absorto em meu trabalho, quando algo tira minha atenção.
    Vejo meu pai abrir a porta de súbito, causando-me um sobressalto.
    Ele vem, chega bem perto, olha minha escultura e diz:
    - Mas que merda é essa?
    - Não fale assim da minha escultura!!! - Digo sem sequer pensar, irritado. Porém, me arrependo logo depois.
    - Olha como fala, moleque!!! Quer dizer que está tentando bancar o artista? Se você um dia conseguir, eu não me chamo Koji!! Agora vá fazer algo que preste ao invés de ficar fazendo essa coisa inútil! Hio!
    Fiz uma cara fechada, contendo a vontade de respondê-lo.
    - Cara feia pra mim é fome! Olha o respeito, moleque! - Então, ele me deu um tapa.
    O som ressou por todo o aposento, e eu fiquei perplexo. Ele sempre foi bravo, mas aquela era a primeira vez que me batia.
    Dias depois, eu fazia discretamente outra escultura, quando a cena se repetiu, mas dessa vez ganhei mais que um tapa. Socos e pontapés também entraram para a lista de agressões. Dali em diante, minha vida não teve mais paz.
( sim, eu colei e copiei, tava mais fácil)

- Nossa... porque nunca fez nada?

- Só deve ser porque ele é 5 vezes mais forte que eu.

- Nunca o denunciou?

- Eu tenho medo, de que ele seja preso,  e depois jure vingança, e aconteça algo pior.

- Maldito.... - Eu fechei o cenho, por trás da máscara.

- Agora, sua vez... - Ele olhava estranho para mim.

- ???

- Por que usa esse negócio?

- Por que eu sou fashion!! - Eu falei.

- Aff * gota*

- Mentira, eu sí não gosto do meu rosto.

- Por que?

- Sei lá   eu sou meio feio.

- Com isso aí que vai ficar feio mesmo!

- ... - Ele se aproxima de mim e...

Ele tirou minha máscara!! Como ousa?!?!?!

- Senpai!!!

- Você não é feio, e pare de usar esse negócio! 

- Hummmm- Fiz cara feia.

- Troxa.

- Idiota.

Kakashi P.O.V

Estava de boa, quando recebi uma mensagem da diretora:

" Kakashi, contratei uma professora substituta para a Kurenai "

* Oxi, porque?*

" Ela vai estar de repouso, por quase todo o ano"

* Porque ?*

" Não posso entrar em detalhes, mas quero que  busque  a novata na estação de ônibus."

* Porque eu?*

" Por que eu mandei!! "

* Ok, to indo.*

Que droga!!! Queria aproveitar meu dia !!! Bom, deixa eu ir logo.


Lee P.O.V

Estava treinando na praça, nem deve ter se passado tento tempo. De repente,  vejo Gaara se aproximando.

- Até no fim de semana você treina?  - El disse com deboche.

- Para manter o fogo da juventude acesso, sim. - Dei um joia.

- Você pode ser  bom nisso, mas é meio troxa. - Falou sem mais ou menos.

- Você que é.  - Respondi.

- Bom, vou indo, tenho que comprar o jantar. - Anunciou.

- Vai, e não volta mais!!! - Disse irritado. 

Ele se vira, e segue seu caminho.
_________________________ _________________________
_________________________
_________________________

Quebra de tempo,  duas horas.

- Acho que por hoje já chega! - Eu estava todo suado, mas com o suor da juventude!!!!!

- Ainda está aqui?? - Gaara perguntava com sacolas em sua mão.

- Um bom treino,  nunca é demais!!! - Sorri.


- Aff, que seja, eu ainda sou melhor. - Ele se gabou. Aff, é tão irritante!

- O que?? Claro que não.  - Tentei me defender. Claro que eu sou melhor que ele.

- Vai vendo então.  - Ele se vira,  e segue rumo á sua casa.

Naruto P.O.V

Gente, eu estou muito entediadooooooooooooooooooooooo !!

Logo, eu me lembro de que minha prima viria hoje para casa. Faz um tempão   que não nós falamos.

- Mãe ! A prima vai demorar?

- Daqui  duas horas ela chega. - Ela disse dá cozinha.

Ótimo, por 2 horas, eu vou ficar aqui isolado.

Ding Doing

Ué, 2 horas até que se passaram rápido... vou atender com um sorriso, mas ele logo desaparece.

- Teme? - Pergunto surpreso.

- Oi dobe, posso  entrar?  - Ele pediu gentilmente,  esse e mesmo o Sasuke?

- Pode. - Dei passagem.

- Naruto, quem é?- Minha mãe grita da cozinha .

- É apenas o Sasuke . -Falo calmao.

- Atá. Boa tarde, Sasuke! - Ela grita mais uma vez.

- Boa tarde, tia Kushina. - Ele grita de volta.

Os dois sobem para o quarto de Naruto, que parecia cenário da  segunda  guerra mundial.

- Meu deus,  você não limpa isso aqui não?

- Só a cama.

- Aff, limpa esse chão,  sua mãe não fala nada?

- Fala, e todo dia.

- Meu deus dobe.

- Mas fala aí Sasuke,  o que quer. Hoje vou receber visita.

- Eu queria te dizer.

- O que?

- Na verdade, eu queria fazer.

- Fazer o que?

Ele me beija. Calma. Ele me beijou?!?! Ele pedia passagem,  mas eu não me rendi tão fácil. Mas meu corpo e mente não deixavam,  logo dei passagem. Era meu  primeiro beijo. Era algo novo. 


- Teme,o que... - Tentava me recuperar do choque.

- Desculpa, eu não consegui me segurar.. eu  só que eu quero.... - Ele se aproximou de mim. 

- Mas, sabe qual é o pior? - Eu começo.

- O que?

- Eu Também quero.






 


 



Notas Finais


Espero que gostem!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...