História Amour à la seconde vue - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Tags Beakhyun, Chanbeak, Chanyeol, Exo, Hunhan, Jongin, Kai, Kaisoo, Kyungsoo, Luhan, Sehun
Exibições 204
Palavras 1.016
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


oii
a quanto tempo neh?
desculpa a todos pelo meu atraso..como sempre
desculpa tambem a aqueles que eu n respondi os comentarios.... farei isso agora mesmo heheh :p
bom sobre esse capitulo.... n gostei mto
, nao sei se a formatacao saira certo pq tive q usar um outro programa p escrever ja que o q eu usava deu problema -.-
hm so isso hehe
correndo aqui pq ja ta meio tarde :p

Capítulo 10 - Capitulo 9


Kai POV

 

  Andava pelas ruas a procura do que fazer. Eu precisava muito tirar o menor da minha cabeça, e a única ideia que me veio a mente era preenchendo-a com outras coisas.

 

  Segui por um caminho bastante conhecido por mim, e minutos depois eu estava em frente a uma das mais conhecidas baladas da cidade. Passei pelos seguranças que ja me conheciam pois, digamos que eu era um frequentador bastante regular.

 

  Ao adentrar, luzes piscando, música alta, cheiro de bebida e muitos corpos se movimentando com o som, características típicas do ambiente, eram percebidos.

 

  Andei pelo local desviando das pessoas, direcionando-me cada vez mais para o interior do salão. quando encontrei o balcão do bar, sentei-me em um banquinho. Cumprimentei com um toque de mão o barman, um amigo que acabei fazendo com as minhas idas contínuas àquela balada, e pedi minha bebida.

 

  Assim que ela ficou pronta, virei o copo completamente, sentindo aquela sensação de queimaço na garganta, para logo em seguida pedir mais uma.

 

  Virei-me em meu próprio eixo sobre a cadeira, apoiando um de meus braços no balcão, enquanto a outra segurava o nova bebida que me foi dada e fiquei observando todas aquelas pessoas que dançavam.

 

  - Kai! - escutei alguem me chamando.

 

  Procurei de onde veio a voz e logo mais a frente uma mulher de cabelo longos castanhos e com um vestido vermelho curto colado a corpo vinha correndo tropeçando, provavelmte por conta do salto que usava, de braços abertos em minha direção. A princípio estranhei pois a não reconhecia. Olhei para os lados para ter certeza de que era comigo. E quando voltei meu olhar para frente, a de cabelos castanhos se jogou para cima de mim, me abraçando.

 

  - Que foi Kai? Não se lembra de mim? - a mulher falou precionando cada vez mais seu corpo no meu. Senceramente, eu não me lembrava dela, já tinha ficado com tantas pessos, não importando se eu estava bêbado ou sóbrio, que não me surpreendia que não me lembrasse dela. Bom, ela era bastante bonita, não faria nenhum mal ficar um tempo com ela.

 

  - Você sumiu, faz tempo que você não vem aqui né? O quê aconteceu? - continuou falando ao perceber que eu não responderia sua pergunta anterior.

 

  - Tive uns problemas em casa, mas já está tudo resolvido, nada para se preocupar - envolvi sua cintura fina com o braço que anteriormente estava apoiado na bancada.

 

  Conversamos mais um pouco, trocando um pouco de carícias, e quando já estava no meu, provavelmente 9° copo de bebida, levantamos e fomos para a pista de dança. nossos corpos se movimentavam ao som da música, dançavamos com nossos corpos colados de um jeito sensual, hora ou outra trocavamos beijos.

 

  Nada mais passava em minha mente, eu não raciocinava mais por conta do álcool presente em meu organismo.


 

KyungSoo POV

  Acordei assustado por conta de um barulho alto. Olhei para o relógio, era umas 4 da manhã. Sai da cama e desci as escadas me deparando com JongIn. Ele estava em pé apoiado com um braço na parede, parecia lutar para conseguir tirar o tênis.

 

  Ele estava com a perna levantada apoiada em sua outra perna, formando um 4 e tentava tirar o sapato com as mão, e quando conseguiu, os jogou de qualquer jeito no chão e andou até as escadas quase caindo. Eu fui em seu encontro, passando um de seus braços sobre meu ombro para dar-lhe apoio. O moreno parou de andar e ficou me olhando em dúvida.

 

  - Ah...- exclamou surpreso e apontou com o indicador o meu rosto, como se tivesse acabado de me reconhecer - KyungSoo-ah - falou meu nome manhoso.

 

  O encarei por alguns segundos para depois voltar a puxá-lo para cima, com dificuldade já que JongIn não parava de se mexer enquanto dizia coisas desconexas.

 

  Chegando em nosso quarto, o coloquei sentado na beirada da cama e falei para que o mesmo me esperasse que iria preparar o banho.

 

  Liguei o chuveiro, e quando a água já estava quente sai para buscar o moreno que estava todo esparramado na cama.

 

  - Vem JongIn - o puxei pelo braço tentando o levantar.

 

  - Não quero - recolheu seu braço - Eu quero dormir.. - falava embolado.

 

  - Eu deixo você dormir, só tome um banho primeiro, pode ser? - o mais novo assentiu com a cabeça. Então mais uma vez o puxei pelo braço tendo sucesso dessa vez ao levantá-lo.

 

  - JongIn, toma suas roupas - dei uma muda de roupa - Qualquer coisa me chama - deixei-o no banheiro e sai.

 

  É certo que não é aconselhável deixar um bêbado tomar banho sozinho, mas foi a única solução que eu achei.

 

Afinal, eu não iria o despir.

 

  Esperei um pouco sentado na cama e quando escutei o barulho de água cessar fiquei esperando o mais alto sair. E para minha surpresa ele saiu, mas apenas com a toalha enrolada em sua cintura.

 

  - JongIn! - falei exaltado virando o rosto para outro lado - Eu não lhei dei suas roupas? Cadê elas? - sentia meu rosto queimar.

 

  - Ah~ mas ta quente~, eu to com calor - falou manhoso.

 

  - Que calor oque?! Você estava até agora de roupas e não estava reclamando, então vá colocá-las logo. - falei apontando para o banheiro.

 

  - Aish...tá.. - resmungou e entrou novamente no banheiro.

 

  Minutos depois, ele sai devidamente vestido, andou de uma forma arrastada até a cama e se jogou nela.

  - Ei JongIn, ao menos se cubra se não você ficará doente - me aproximei do outro puxando o cobertor e me inclinando um pouco para cobrir o corpo do maior. Quando estava para me levantar, braços circundaram meu poescoço me impedindo de levantar.

 

  - Kyunggie~ Você é tão fofo - JongIn falou e por fim juntou nossos lábios em um selar, para então cair no sono.

 

  Me endireitei perplexo, eu havia sido beijado...e por Kim JongIn, a pessoa que dizia odiar a relação que tinhamos.

 

  ....Senti meu rosto esquentar e meu coração estava disparado....


  Eu havia sido beijado por Kim JongIn...


Notas Finais


hm deixarei postado, e amanha tentarei arrumar tudo, colocarei os negritos e verei como ficou a formatacao.
desculpa mesmo o atraso de sempre. espero que ainda tenha gente acompanhando heheh
qualquer duvida, reclamacoes e essas coisas e soo comentar ou mandar mensagem hehehe
bye byeee


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...