História Amour Chasse-Croisé - Capítulo 9


Escrita por: ~ e ~Finny_Bird_

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nathalie Sancoeur, Nathanaël
Tags Ação, Aventura, Romance, Yaoi
Visualizações 78
Palavras 894
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Escolar, Hentai, Romance e Novela, Slash, Violência, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olaaaá pessoinhas!!!!!
Espero ter demorado menos que no último capítulo. Mas dessa vez trago uma novidade. Já tenho um capítulo prontinho em mãos. Será a parte dois desse. Vou esperar até amanhã quando eu voltar da escola e postarei.
Aguardem!!
Boa leitura ;)

Capítulo 9 - Caos.parte I.


Fanfic / Fanfiction Amour Chasse-Croisé - Capítulo 9 - Caos.parte I.


Seus sonhos, esperanças e desejos estavam desmoronando ao ver aquele homem horrível á sua frente e seu príncipe encantado, entre os dois, tentando protegê-lo mesmo sabendo que perderia.

-Vamos vadia, acabou o seu pequeno conto de fadas. - diz Ethan ordenando.

-Sim, Ethan... -disse Nathaniel a beira das lágrimas com os ombros tremendo, andando lentamente até seu pior pesadelo quando sentiu sendo puxado pelo pulso.

-Você não precisa fazer isso, eu posso te proteger!! -suplicou Adrien nervoso segurando o pulso de Nathan firmemente.

-Não!! Você não pode, eu já expliquei o porquê... então não deixe mais difícil do que já está -disse Nathaniel deixando as lágrimas caírem por seu rosto pálido puxando o pulso que foi liberado.

-Por favor, me deixe ajudá- lo, eu vou lhe proteger...por favor não vá com ele, você talvez não sobreviva e eu nunca me perdoaria por isso. -exclamou Adrien com urgência e desespero.

-Me deixa em paz e vá cuidar da sua vida. -Nathan disse friamente olhando nos olhos de Adrien que ficou assustado com a reação de seu ruivo, mas relaxou ao vê-lo piscar rapidamente, entrando em seu plano.

-Se é isso que você quer, vá então!! - Disse Adrien com uma ótima atuação de raiva, que convenceu Ethan.

-Nossa!! Surpreendente!!! Quem esperaria essa incrível reviravolta- disse Ethan com uma animação diabólica.

Nathaniel foi até Ethan lentamente e ao chegar à sua frente.

-Você fez bem, não queremos alguém se entrometendo em nosso caminho.- disse Ethan com um sorriso malicioso e acariciando o rosto do ruivo que se afastou do toque.

-Vamos logo! Se for pra ter que te suportar prefiro que seja breve- disse acompanhando Ethan até seu carro.

Adrien não pode fazer mais nada além de assistir o amor da sua vida ir embora.

~

Nathan foi vendado no caminho, talvez para não saber onde estavam indo. Ao chegarem, foi levando pela insegurança. Ethan segurou em seu braço e seguiram. Desceram escadas, mais escadas do que Natan achava necessário.

Entraram em um compartimento e Natan pode ouvir uma pesada porta de ferro fechando. Sentiu mãos em sua cintura e uma respiração quente em seu pescoço.

-Bem-vindo de volta ao lar Nathanael- ao tirar a venda de seus olhos, Nathan pode ver com precisão o inferno na qual se encontrava.

Estava de volta naquele maldito quarto que tanto o assombrava durante a infância.

“Gritos, socos e chutes. O garoto tentava soltar-se das brutas mãos que o segurava, levando a força escada a baixo.

Ethan, o responsável legal, estava fedendo a bebida e cigarro. Todas as vezes eram assim, sempre que bebia, ia direto para o quarto de Nathan.

Gritava e xingava em cima do garoto, e quanto Nathan ia contra sua força, era levado para um quartinho no porão de sua casa, onde seus gritos não seriam ouvidos.

Nathan chorava e soluçava, pedia para que Ethan parasse, mas o mesmo não se importava. Sempre era obrigado a passar horas confinado naquele lugar. Cada vez era um pesadelo pior.

-E-e-etha-an….por-por f-favor… -o garoto suplicava. Um alto estalo foi ouvido e em seguida, Ethan sentiu suas bochechas queimando.

-Já mandei calar a porra da boca seu merda. -rugiu alto assistindo o garoto a sua frente cair no chão. Deu um chute em seu estômago saindo logo em seguida, deixando-o sozinho naquele lugar sujo…”

-Aqui é tão sozinho sem você. -sentiu as mãos de Ethan em sua cintura, pressionando o pequeno corpo contra o seu. Ethan passou os lábios pelo pescoço de Nathan até sua orelha onde mordeu o lóbulo. Nathan afastou-se brutalmente, mas foi puxado novamente com força- Estou tentando me redimir porra. -berrou apertando os braços do garoto.

-Eu tenho nojo de você seu melhor monstro. -cuspiu no rosto de Ethan fazendo o homem se afastar.

-Sua vadia burra. -deu um enorme soco contra a bochecha de Nathan fazendo o garoto cair e saiu em seguida trancando a porta.

Nathan estava cansado, aquele lugar lhe dava arrepios e trazia péssimas lembranças. Estava ficando enjoado naquele lugar. Só queria voltar para casa, para sua nova casa ao lado do seu amor.

-Preciso de você, venha me salvar logo, meu gato da noite. -soluçava enquanto tentava ignorar a dor de cabeça e a ardência em sua bochecha.

~

Plagg e Fox estavam chegando de sua noite maravilhosa.Ao entrarem na casa e chegarem ao quarto do Adrien , viram Adrien com as mãos cobrindo os olhos sentado na cama.

-Adrien qual é o problema? -perguntou Plagg preocupado.

-Onde está o Nathan? -perguntou Fox que soube a resposta ao ver os olhos vermelhos de Adrien de tanto chorar.

Fox foi voando rapidamente para a janela, mas foi segurado por Plagg que o derrubou.

-ONDE VOCÊ VAI? -gritou Plagg ainda segurando Fox que tentava se libertar.

-ESTOU INDO ATRÁS DO MEU AMIGO!!! -berrou Fox que chutava Plagg para ele o soltar

-SEM NENHUM PLANO, VOCÊ SERÁ PEGO!!! EU... não suportaria isso -Plagg abaixo o tom de voz e olhou nos olhos de Fox que parou e se acalmou.

-Você tem razão...quem diria!! -disse Fox aliviando um pouco o clima

-Ei!!..ok , Adrien qual é plano para resgatar o seu ruivinho? -perguntou Plagg olhando seriamente para Adrien que deu um sorriso de lado.

-Você me conhece bem, venham aqui -Adrien sussurrou o plano mesmo estando sozinho com os dois Kwamis.

-Nossa Adrien não sabia que você tinha esses contatos -disse Fox maravilhado deixando um Plagg meio emburrado.

-Bem vamos começar -disse Adrien Fazendo umas ligações- Entenderam...aham..aham, ok tchau.

-PLAGG...TRANSFORMA!!! -gritou Adrien e ao se transformar em Chat Noir se pendurou na janela e colocou Fox em sua cabeça- Vamos resgatar o Renard.


Notas Finais


Infelizmente essa história está mais próxima de acabar que nunca.
Próximo capítulo será o penúltimo :'(


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...