História Amour inconditionnel - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Exibições 73
Palavras 687
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


genteee desculpa o atraso no horario e tudo mais. espero que gostem do episódio de hoje <3

Capítulo 17 - Marichat??


-bah mano, sua namorada fala bonito na frente das câmeras – plagg disse

-quem dera ela fosee minha namorada...

-um dia ela talvez seja.

-eu só sei de uma coisa. Plagg mostrar as garras!

Adrien off

Marinette on:

Eu saí do estádio de futebol ainda sentindo as dores mas sem as marcas graças aos meus poderes. Chego na frente da porta da padaria e encontro a alya. Nó subimos e foi só ela fechar a porta que eu caí no choro no colo dela. Eu estava completamente quebrada por dentro. Eu estava preocupada com paris, a escola, meus amigos e minha família, mas nunca parei para me preocupar comigo. Eu desabafei com ela que me consolou passando a mão na minha cabeça e secando minhas lagrimas.

- mari você não pode garantir o bem a todos... as vezes nós temos que parar. Você lutou por mais ou menos um ano como ladybug e desde então você esqueceu todo o resto. Quando foi a ultima vez que você tirou um dia para não fazer nada e não se importar com nada além de você??

-...- eu não respondi, pois nem eu sabia.

-viu você nem se lembra porque já faz muito tempo. Eu proponho um final de semana só nosso. Um final de semana sem ninguém, apenas eu, você e um salão de beleza. O que acha?

-acho que isso não faria mal... mas e se um vilão atacar paris??? E se hawk moth vier aqui??

-isso não vai acontecer amiga e outra a gente pede para o chat cuidar de tudo.

-ta mas como vou acha-lo??

Marinette off

Adrien on:

Eu estava pulando de telhado em telhado até chegar no da marinette, mas não entro, fico olhando a conversa dela pela clara boia que tem no telhado e a vejo chorando no colo de alya, não quero interromper até que ouço meu nome

“acho que isso não faria mal... mas e se um vilão atacar paris??? E se hawk moth vier aqui??

 isso não vai acontecer amiga e outra a gente pede para o chat cuidar de tudo.”

Esperei um pouco e entrei no quarto

-oi meninas

- chat você estava escutando pela minha clara boia

-n-não eu cheguei agora, mas ouvi o finalzinho da conversa e concordo com a alya. Acho que você deveria tirar umas “férias”. Você tem trabalhado de mais e está parecendo uma bomba relógio prestes a explodir.

- mas paris não pod...

- não se preocupe – cortei ela- eu cuido de tudo para você.

- vamos mari, você precisa tirar umas férias. Se não quer me escutar escuta o chat

- ta bom, mas qualquer coisa me chama se o akuma for forte de mais ou algo do tipo.

-não se preocupe. Acho melhor eu ir embora agora. Espero que se divirtam neste final de semana.

-vem ca chat. Alya você não quer pegar um lanchinho para nós duas??? – marinette disse com uma cara que dizia que queria privacidade. Ela entendeu o reacado.

- ok vou la na padaria. Tchau chat

-tchau alya.

Não deu dois segundos que a alya saiu ela me puxou para um beijo apaixonado. Ao mesmo tempo que ele demonstrava felicidade haviam pedaços de tristeza. Ela se separou de mim e disse

-gatinho por favor se precisar de ajuda me chama, a ultima coisa que eu preciso é perder você.

-não se preocupe mari, você sabe que eu nunca vou te deixar mal. – nisso eu peguei e dei outro beijo nela e fui a direcionando até a cama onde eu deitei em cima dela e continuei a beijando. Ela se separa e fala

-hoje não, meus pais estão aqui e a alya também.

-acho melhor eu ir então né?

-sim, vou sentir sua falta.

-e eu a sua.

Antes de ir dei mais um beijo nela e sai de telhado em telhado pensando no que ela disse. Ela finalmente me ama, e eu não sei o que fiz para conseguir o amor dela, afinal o que ela viu em mim? Eu não sou nada comparado a ela. Eu só posso agradecer por ter essa pessoa maravilhosa do meu lado.


Notas Finais


só avisando para o desinformados que moram no meu coração que o próximo episódio sai dia 01/12 (quinta) gente desculpa mas é que eu estou em semana de provas e daí fica difícil postar todo dia, sem contar que chegamos aos 21 favoritos! por causa disso tera o especial de 3 ep na sexta.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...