História An angel - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Kai, Lu Han, Sehun
Tags Sekai
Exibições 97
Palavras 265
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Fluffy, Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OIEOIE <3
GENTE EU TO AMANDO ESCREVER AN ANGEL AUSHAHSUAHSA <3
Desculpem minha demora ;3;
Se tiver erros, me perdoem.

Capítulo 6 - Mãe


Era domingo. Teria de contar a mamãe sobre minha paixãozinha por Sehun antes que Luhan resolva contar.

Por isso a chamei para ir ao cinema comigo, alegando que sentia falta de nossas saídas mãe e filho. E bem isso foi um bom motivo pra que ela aceitasse.

Saímos antes do meio dia para almoçarmos no shopping.

Após o almoço, fomos comprar os ingressos do filme.

Mamãe tem cara de amar filmes melodramáticos, mas naquele dia ela me surpreendeu escolhendo um de ação.

Assim eu acabei percebendo que não a conheço.

Assistimos o filme sem trocar nenhuma palavra. E quando saímos da sala do cinema a questionei se gostaria de tomar um sorvete ou beber um café.

Mamãe é apaixonada por café, então sua resposta foi meio óbvia.

Ela pediu um expresso e eu um frappuccino.

Enquanto esperávamos os pedidos ela me questionou “Sou sua mãe, te conheço com a palma de minha mão. E também sei que você não me chamou só para ter uma programação de mãe e filho. Você quer me contar algo?”.

Sorri, pois ela havia acertado. E disse “Mãe a senhora já sabe né?”. Ela alcançou sua mão e segurou a minha fazendo eu a olhar. “Essa pergunta se refere a sua sexualidade?”, perguntou. Eu assenti. E ela apertou minha mão. Aquela foi a confirmação de que ela sabia.

“Mãe. Acho que sou um tolo apaixonado.”, disse. “Todos nós somos filho.”, diz minha mãe sorrindo para mim.

Depois disso ficamos em silêncio.

 

“E nas minhas horas de escuridão

Ela está em pé bem diante de mim

Dizendo palavras sábias

Deixe estar”


Notas Finais


Bom... esse capítulo meio que não vai mudar nada na estória.
Apenas resolvi escrever ahusauhsaus <3
Espero que estejam gostando *^*
Obrigada pelos comentário do capítulo passado e pelos favs <3
Kisses e até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...