História An angel is loving me - Camren G!P - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Anjo, Camila Cabello, Camren, Camz, Fifth Harmony, Intersexual, Larry, Lolo, Norminah
Visualizações 127
Palavras 1.265
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Demorei mais voltei, estou empolgada com essa fic, vou me dedicar a ela, e peço que vocês favorite e comente.

Capítulo 3 - Cadê suas assas ?


P.O.V  LAUREN JAUREGUI

- Laur. - A voz de Taylor soou no meu ouvido. - Você vai se atrasar.

- Tá. - Me remexi na cama e me levantei. - Sai Taylor. - Resmunguei.

- Levanta. - Ela ficou me olhando.- Vai Laur.

- Pronto. - Me levantei e fui para me banheiro.

Alguns minutos depois eu já estou sentada na mesa com meus irmão ao meu lado.

- Vamos. - Meu pai apareceu arrumando sua gravata. - Vou levar vocês hoje. - Nos levantamos e nos despedimos da mamãe e fomos para o carro.

- Quando meu carro fica pronto ?- Falei olhando para meu pai.

- O mecânico disse que essa semana ele liga. - Ele sorriu e estacionou na frente do colégio, beijei o rosto do meu pai desci do carro junto com meus irmãos.

- Eu preciso falar com você. - Normani apareceu do nada.

- Oi, bom dia. - Falei abraçando ela. - Oque aconteceu ?

- Sobre mim e o Harry. - Normani falou com um olhar preocupado.

- Pode falar. - Olhei em seus olhos. - Não vai me dizer que vocês dois estão juntos. Dinah vai te matar.

- Cala boca. - Ela me deu um tapa mo ombro. - Idiota, é sério.

- Então fala.

- Vamos matar a primeira aula, okay ? - Normani falou.

- Temos aula de Biologia agora, mais pode ser. - Comecei a andar em direção ao estacionamento. - Podemos ir no café aqui do lado ?

- Vamos. - Ela entrou em seu carro e fomos ao café em silêncio. Pedi um capuchino e Normani um café puro.

- Então ? - Falei com a xícara quentinha entre minhas mãos.

- Laur, eu e o Hazza não viemos do Canadá morar aqui...

- Oque ? Mais...

- Cala a boca, nos somos, anjos. - Ela falou tão seria que por um momento eu até acreditei.

- Okay. - Sorri pra ela.

- Você não tá me levando a sério.- Ela bufou e olhou para os lados, parecendo procurar uma explicação. - Lauren, eu e o Harry fugimos do nosso reino.

- Você me fez matar aula pra isso, sério ? - Revirei os olhos e tomei um pouco do meu capuchino.

- Da pra parar ? Eu não to brincando.

- Tá, então cadê suas assas ? - Ergui uma Sombrancelha ironicamente.

- Eu não me casei no reino, anjos só tem suas assas quando se casam e tem a primeira relação sexual depois do casamento. - Normani contínuo falando como se fosse sério.

- Você ta usando drogas ? - Falei baixinho.

- Não, droga Lauren.

- Tá, calma, vamos supor que seja verdade, porque você esta me falando isso ? - Eu estava começando a considerar que isso é verdade, Normani é a pessoa mais expressiva que eu conheço, sua expressão é de seriedade com um pouco de preocupação.

- No nosso reino, quando os anjos completam seus dezoito anos, nos somos destinados a uma pessoa, nosso amor verdadeiro, e  tem dois anjos aqui em Miami que estão procurando o amor verdadeiro. - Ela falou calmamente.

- Hum.

- Lauren, eu e Harry não tínhamos mais vontade daquilo, queríamos ser livres, e então fugimos, e essa semana duas anjas entraram no nosso colégio.

- Tá, e porque merda você ta me falando isso ? - Sim, eu já estou perdendo a paciência com minha amiga.

- Você é o amor verdadeiro de uma dessas anjas. - Eu soltei uma risada fria. - Vocês estão destinadas.

- Mani, quer ir a um hospital ?

- PARA. - Ela bateu na mesa me fazendo dar um pulo do meu lugar. - Eu não estou brincando, eu não estou drogada, tá me entendendo ? Estou bem, e preciso que você me leve a sério.

- Não dá, você quer que eu acredite que você é uma anja e o Hazza também, e vocês fugiram de um reino, serio ? Mani...

- Para, cala a boca, estou tentando te ajudar, não quer minha ajuda ? Problema teu, mais depois não diga que eu não avisei. - Ela se levanto e saiu do café, rapidamente eu deixei um dinheiro na mesa e fui para o carro.

- Hey ? Não fica brava, é só que isso é surreal. - Falei colocando a mochila no meu colo. - Quem são as anjas que estão aqui ? E qual é a minha ? - E ela me ignorou, ligou o carro e dirigiu até o colégio, descemos totalmente em silêncio, agora eu tenho aula de Educação Física e Mani tem aula de Química, virei no corredor em direção a quadra de esportes do colégio.

- Hey. - Ela me chamou e eu prontamente me virei. - É a Camila. - Ela contínuo andando e eu também. Camila ? Pensei enquanto caminho pelos corredores. Que Camila ? Não conheço nenhuma pessoa com esse nome, ou conheço ?

- Jauregui ? - Uma voz feminina me tirou dos meus pensamentos.

- Sim ? - Me virei me deparando com a diretora. - Há, Srta.Mitchell ?

- O que faz pelos corredores em horário de aula ? - Ela me olhou dos pés a cabeça.

- Desculpa. Eu me atrasei, estou indo para a quadra. - Falei seriamente.

- Que isso não se repita. - Eu sorri brevemente e votei a andar.

P.O.V  CAMILA CABELLO

- Ally ? - Cutuquei minha amiga, estamos sentadas na arquibancada da quadra.

- Que ?

- Ela ta vindo. - Ally me olhou e depois olhou para o mesmo local que eu estou olhando, tão linda, hoje ela está vestida com um calça Jens azul marinho e uma camiseta simples de uma banda qualquer e sua jaqueta que da um ar sexy nela. Que pecado !

- Ela ta vindo pra cá ? - ALLY falou calmamente. Lauren se aproximou e me olhou com um sorriso e eu retribui, ela se sentou dois degraus a abaixo. - Vai falar com ela.

- Não, falar oque ? - Olhei desesperada pra Ally.

- Vai. - Ela me empurrou.

- Oi. - Falei simplesmente me sentando ao lado dela, Lauren apenas sorriu. - Não vai fazer a aula ?

- Não, estou com a cabeça cheia.- Lauren bufou e passou a mão pelos cabelos.

- Quer conversar ? - Falei meio receosa.

- Não. - Ela me olhou e suspirou. - É que estou com problemas em casa, e a Normani fica me enchendo o saco, sabe, as vezes tenho vontade de sumir, dar un tempo de tudo, sabe Camila, eu to tão, espera. Você é a Camila ?

- Sou. - Ela me olhou totalmente sem expressão.

- Da onde você veio ? - Ela me perguntou. Da onde eu vim ? Droga, olhei para Ally e Lauren seguiu meu olhar e fitou minha amiga.  - Droga. Droga. - Lauren se levantou e saiu correndo da quadra, olhei assustada para Ally.

- Oque foi ?

- Não sei, ela perguntou da onde eu vim e depois saiu correndo.

P.O.V. LAUREN

Meu coração disparou no meu peito enquanto eu corro pelos corredores, Mani estava falando a verdade ? Parei na frente da sala dela e tomei fôlego, abri a porta e dei de cara com a Srta.Mitchell.

- Jauregui ? - Ela ergueu uma Sombrancelha. - Oque faz aqui ?

- Eu ? Só preciso de um remédio.- Falei pondo a mão na cabeça.

- Você não esta na enfermaria. - Ela fechou ainda mais a expressão.

- Eu sei, a Normani está com meu remédio. - Apontei para a morena que me olha totalmente confusa.

- Seja rápida. - Ela me deu espaço para entrar na sala, fui até minha  amiga.

- Eu acredito em você. - Falei baixinho e voltei para a porta.

- Ela não trouxe meu remédio. - Sorri para a diretora e sai da sala.

Ótimo, um anjo está apaixonada por mim.


Notas Finais


Gostaram ? Comente e favorite.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...