História An Black in Korea <3 - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Black Girl, Cacheada, Coréia, Dança, Kim Namjoon, Romance
Exibições 57
Palavras 1.614
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OEEE MINHAS MULAS DE QUATRO CORES ❤
Ta aí mais um cap, desculpem pelos erros, obrigada pelos favs :3

Capítulo 12 - Pequena vingança...


Fanfic / Fanfiction An Black in Korea <3 - Capítulo 12 - Pequena vingança...

- ___ ON

  Eu não to acreditando. Essa garota veio pra cá só pra poder me tirar do sério mesmo, ela fez isso umas três vezes em menos de vinte minutos.

  Enquanto eu me aproximava do banheiro dela podia ouvir ela tentando chamar o Namjoon

- OPPA? ANDA LOGO, CADÊ MINHA TOALHA?

  Oppa... oppa é o caralho.

  Me aproximei do armário, peguei uma toalha e me dirigi para o banheiro em que ela tomava banho. Ouvi o chuveiro ainda ligado e podia ver o vapor sair por debaixo da porta do banheiro.
  Estava pronta para entrar no banheiro, falar umas verdades e dar uns tapas na cara daquela menina... mas ví uma oportunidade mais divertida e mais duradoura, só que menos violenta.
  Lembrei de suas malas no andar de baixo, ainda com todas as roupas curtinhas e bregas dela dobradas dentro daquelas enormes malas que mais pareciam um guarda-roupa completo. Lembrei daquelas malas e dei um sorriso apenas com o canto do lábio.

- "Por sorte sua não vai ser hoje que a sua cara fica vermelha, mas não é por isso que você vai ficar sem uma punição" -  pensei

  Eu ia entregar a toalha pra ela e ficar quieta, para não levantar suspeitas do que ia ser feito mais tarde, mas não resisti...

- Ah, obrigada priminho.

- Olha aqui garota, saiba você que eu só não te dei uns tapas ainda por causa do MEU NAMORADO, e que no lugar onde eu nasci, uma pessoa leva uma surra por muito menos que isso, entendeu? Não brinca comigo... - ela pareceu muito assustada quando ouviu minha voz, pegou a toalha rapidamente e logo fechou a porta do banheiro trancando a mesma.
  Desci as escadas e ví o Namjoon andando de um lado para o outro, preocupado.

- O que você fez, ___? - ele disse quando me viu

- Entreguei a toalha pra ela...

- Ela ta muito machucada?

- Namjoon, ela ta ilesa... ta terminando o banho dela...

  Ele pareceu muito surpreso e confuso, mas a expressão sumiu quando ele me viu empurrar três malas dela de uma vez só e levando pra algum lugar

- Traz as outras pra mim, amor? - disse já saindo da sala com as malas

- Hahaha, só você mesmo... - ele riu e começou a me seguir com as outras malas.

  Parei no jardim que tinha atrás da casa, em frente a piscina com as malas e analisei bem...

- Nossa, quanta coisa brega, nada se salva...

- Certeza?

- Sim, tenho certeza

  Tirei de lá de dentro as roupas mais descentes que tinham para que ela pudesse vestir depois do banho e dei para o Namjoon colocar na sala e me trazer uma tesoura. Depois que ele voltou tinha uma tesoura bem afiada nas mãos e me entregou.
  Comecei a rasgar e picotar roupa por roupa, algumas eram tão vagabundas que eu rasgava na mão mesmo, sem fazer muito esforço...
  Algumas eu afrouxava as costuras para que rasgassem fácil depois de uns minutos que ela usasse, outras eu cortava partes estratégicas e outras eu só cortava na metade.
  Depois de cortar cada peça, estourar cada jóia(visivelmente falsas), quebrar cada perfume ruim que empestiaria a casa, quebrei cada maquiagem e joguei em suas roupas para que manchassem, eu voltei tudo para as malas, coloquei elas na sala novamente, do jeitinho que ela deixou e coloquei lá também as roupas que tinha separado pra ela usar depois do banho.
  Peguei as malas e coloquei no quarto dela com a ajuda do Nam, pra que ela encontrasse lá.
  Voltamos juntos para a sala como se nada tivesse acontecido e apenas esperamos...
  Estávamos assistindo um programa de televisão muito engraçado, davamos risadas e nos beijavamos debaixo do cobertor que nos cobria por conta do frio. Por um momento até esqueci que a Sook estava lá. Até ouvir um grito dela.

- AAAHHHH! - a voz saiu mais irritante do que nunca, mas, por algum motivo, foi a melhor coisa que saiu da boca dela desde que ela chegou, pois eu sabia o motivo do grito dela.

  O Nam ameaçou se levantar para ir até lá mas eu deitei em cima dele o impedindo.

- Não, deixa, depois ela faz o escândalo dela... - ele riu e selou nossos lábios

  Depois de uma hora ela desceu bem comportada, diferente do que ela era, estava com uma calça jeans bem larga, que mais parecia masculina, uma blusa bem grande preta lisa e estava sem maquiagem nenhuma... ela com maquiagem já não era muito bonita, sem a maquiagem então... ela tinha olhos bem pequenos e sua pele não era tão clara quanto aparentava ser quando usava maquiagem.
  Ela desceu com raiva e bufando, mas eu fingi que não tinha visto, até ela parar na nossa frente

- O que aconteceu com as minhas roupas? - ela dizia como quem segurava o choro com um nó na garganta

- Como assim? - eu disse sínica, fingindo não saber do que ela estava falando...

- Você sabe muito bem, elas estão todas rasgadas e sujas, todas as minhas coisas estão quebradas! - ela disse com a voz fina falhando e lágrimas escorrendo pelo rosto

- Ué, eu não sei de nada... pode ter acontecido isso na aeroporto, já pensou nisso? Eu estava o tempo todo aqui, assistindo televisão com o MEU oppa - eu dava ênfase quando me referia a Namjoom, que se escondia entre meu cabelo para poder rir.

- Não! Isso nunca aconteceu antes! Só sobrou essa roupa, mais nenhuma! - ele disse chorando ainda mais

- Tem primeira vez pra tudo...

  Ela subiu para o quarto dela e eu caí na risada junto com o Nam

- Eu não acredito... Só você mesmo - ele disse parando de rir ainda comigo sobre ele

- Obrigado por não ter batido nela... - ele disse sério

- É, mas não se acostuma não, só não bati nela por sua causa, por que eu estou de bom humor, viu? - falei com um tom sarcástico, encarando a televisão

  Continuamos assistindo televisão debaixo do cobertor com a luz apagada e de repente eu sinto a mão de Namjoon que estava pousada nas minhas costas me acariciar, estava quase dormindo com aquele carinho que era tão bom, mas ele colocou a mão por baixo da blusa dele e começou a acariciar minha cintura, ele me subiu mais em seu corpo, ainda deitado, pra que eu ficasse na altura da sua boca e começou a me beijar, ainda me acariciando, os carinhos do Nam eram tão bons, seu beijos eram maravilhosos, cheios de paixão e desejo, só de encostar no corpo dele eu já sentia uma sensação maravilhosa de proteção. Ele subiu suas mãos da minha cintura para o meu sutiã, quando ele ia encostar a mão eu me afastei do beijo e de suas mãos, saindo do nosso abraço e do sofá.

- O que foi? Eu fiz alguma coisa? - ele disse me olhando

- Enquanto ela não sair daqui eu não vou fazer nada com você - disse me voltando pra ele, que fez uma expressão muito engraçada

- Que? Não... se você não queria por que me beijou daquele jeito? - disse rápido se levantando rapidamente com uma voz de indignação

- Só pra te provocar, daddy, castigo pra você - eu disse ao seu ouvido com uma voz rouca que o fez se arrepiar

- Ah ___, o que eu faço agora? Olha o que você fez comigo... - ele disse triste se referindo a ereção que se formou na sua calça, que eu não tinha percebido antes pelo fato da calça ser preta

- Se resolve sozinho, ué... bate uma punheta no banheiro, não sei... problema seu - disse colando nossos corpos e apertando seu membro por cima da calça para tortura-lo mais, fazendo ele arfar

- Você realmente vai me deixar nessa situação? Que mancada... - ele disse comigo já me afastando

- Mancada é você trazer certas pessoas pra dentro da sua casa, boa noite Nam - falei com tom de deboche, já subindo as escadas para o quarto de Namjoon, jogando um beijinho pra ele

  Ví ele fazer uma expressão que me deu uma pontinha de dó, mas ele estava merecendo isso e nós iriamos acordar cedo no dia seguinte, e já estava bem tarde, admito que também fiquei um pouco exitada mas não posso fazer nada com ele enquanto ela estiver aqui. Enquanto eu entrava no quarto ainda podia ver o Namjoon fazendo o caminho do banheiro do andar de baixo e apalpando seu membro ainda por cima da calça.

  Depois de uns minutos dentro do banho eu resolvi sair e vestir meu pijama no banheiro mesmo, saí e dei de cara com o Namjoon deitado na cama com uma cara emburrada.

- E então... resolveu seu problema? - falei sarcástica me deitando ao lado dele

- Você é muito má, sabia? - ele disse cruzando os braços

  Eu me aproximei dele, coloquei minha perna sobre a sua, abracei sua barriga e sussurrei no seu ouvido

- Quando ela for pra casa dela, aí eu sou só sua - disse em seu ouvido fazendo ele se virar pra mim

- Mas vai demorar

- Quanto a isso eu não posso fazer nada...

- Quando ela sair daqui você vai ser punida pelo que está fazendo - ele disse se virando pra mim e dando um sorriso malicioso que eu retribui

- Então vamos dormir, hoje eu já aguentei coisa demais...


Notas Finais


DIGAM O QUE ACHARAM, aceito sugestões, e novamente obg pelos favs.
Até o próximo cap 😙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...