História And - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~MinLumy_BTS

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Yaoi, Yuri
Exibições 15
Palavras 1.001
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi
Caso alguém seja n tenha visto
Estou reescrevendo
Por motivos de
Tava mei ruim
E se alguem chegou agora e ta lendo isso
Sejam bem viados a essa historia que é apenas uma história
Tipo com palavras

Capítulo 1 - The Storm


Já eram quase oito horas,e o carro ainda não havia chegado.

Amy iria se atrazar,denovo.

O garoto estava em pé na frente de sua casa pequena e fria,Miley iria vir busca-lo de carro junto com Amora,e de lá,eles iriam para o colégio,ou era isso que deveria acontecer.

Ele se mechia,inquieto,olhando para todas as direções na esperança que alguém viesse,mas nada.Apertou a alça da mochila com a mão pálida,e tentou se acalmar,a chuva de ontem deveria ter interditado a estrada.

Algumas folhas secas voavam pela estrada vazia,e caíam próximas as pequenas poças de água que se formaram no chão,crias da agressiva tempestade de ontem.

Galhos e folhas foram arrancadas e jogadas em inúmeras direções,a chuva pegou todos de surpresa,e causou mais destruição do que deveria.

Ele passou os olhos fundos pelo ambiente caótico,até acabar pousando o olhar para o próprio reflexo em uma das poças,que refletia a luz do Sol aos seus pés.Ele observou o próprio reflexo por alguns segundos,suspirou e começou a andar.

Não iria se encrencar pela falta de compromisso de ninguém,não mesmo.

Alguns poucos carros atravesavam a estrada molhada,e uma neblina fina flutuava acima das copas das árvores,escondendo pequenos pássaros em seus ninhos.O orvalho no gramado tava a impressão de que o solo brilhava a luz do Sol,o vento forte logo balançava a grama e fazia os respingos de água iriam em sua direção.

Os passos se tornavam mais lentos ao ponto que o garoto observava o mundo ao seu redor,até que ele parou.

Amy sentiu algo frio e molhado na sua bochecha,e logo as várias gotinhas de chuva cobriram novamente o lugar.Ele tentou olhar para cima,mas a águase chocava contra seus olhos,logo o barulho de água caindo se tornava cada vez mais estridente e ele se encontrava molhado no meio da estrada.Não era como se sua mochila fosse impermeável,mas ele não tinha onde se esconder,ele apenas tirou um pouco de água dos olhos e se pôs a andar novamente.

Ele via algumas pessoas,geralmente trabalhadores e pessoas curiosas para ver os estragos da tempestade,se esconderam em lugares diversos,tentando se livrar da chuva e do frio.Alguns pássaros voavam ligeiramente até as árvores próximas,buscando abrigo imediato.

Ele apenas continuou a andar.

 

Quando ele chegou,estava tudo vazio.

Ele correu até o portão,a chuva havia parado,e havia um grande anúncio colado na porta,algo sobre a escola ter sido fechada por motivos de segurança ou algo assim.Alguns estudantes também caminhavam de volta para suas casas,e em seus rostos,estava estampado um misto de sono e fúria.E se olhares fossem feitos de fogo,a escola já estaria ardendo em chamas.

Amy se virou para os embora,e deu de cara com as duas atravessando a rua,ele poderia fazer picadinho das duas,mas apenas cruzou os braços e as dirigiu o olhar mais mortal que possuía.

Amora veio puxando o braço da amiga,que não parecia exatamente viva.Amora tentou dar um sorrisinho de "desculpa",mas não adiantou muito.Miley se sentou em um banco a frente dos dois e encostou a cabeça na parede.

-Antes que diga qualquer coisa.-Amora começou,notando o olhar mortal do garoto.-Nós fomos a sua casa,mas você não estava lá.-Amy estreitou os olhos,mas logo desistiu e sentou ao lado da garota,estava todo molhado e conseguia sentir o cheiro de álcool exalando da garota ao seu lado.

-O que ela fez dessa vez?-Ele falou quase sussurando,e Miley gemeu algo que eles não conseguiam compreender.

-Aparentemente.-A menina falou se sentando ao lado deles no banco molhado.-Houve uma festa ontem e a senhorita ai foi.-Falou ampontando para a amiga que mostrava o dedo do meio para os dois.-Ele bebeu demais e agora está de ressaca,a gente demorou porque eu tive que fazer ela levantar da cama a força,e pelo visto,por nada.-Ela se levantou,lendo o aviso no grande portão de entrada e fazendo uma careta.Amy suspirou e cutucou Miley com o dedo indicador,a menina suspirou fundo e se levantou.

-Agora que sabemos que me obrigarem a sair da cama com dor de cabeça foi uma perda de tempo,a gente pode voltar pra porta do carro e ir para casa?-Eles se entreolharam e atravessaram a rua,até onde Amora havia estacionado.-Eu nem estudo mais,então porque me trazer aqui?

-Você deveria ser a motorista-Amora entrou no carro e segurou o volante.-Mas parece que não pode fazer mais do que respirar agora.-A mais velha ignorou o comentário e abriu a porta.

Ao entrarem no carro,Miley jogou-se no banco de trás e logo voltou a dormir,a menor revirou os olhos e deu a partida.

O garoto encostou a testa no retrovisor,as suas roupas ja estavam molhando o banco de carona,mas não havia nada que pudesse piorar o estado daquele carro.Tirou uma mecha dos cabelos negros dos olhos verdes e viu as poças d'água se espalharem pela roda do carro,o casaco vinho de tecido molhado fazia seu corpo magro e esguio transparecer,ele já tremia de frio,coisa que chamou a atenção da motorista.

Amora estendeu um casaco seco que estava jogado em um lugar qualquer do carro,e Amy logo o vestiu,voltando a sua posição antiga,sussurando um obrigado e abraçando os próprios braços.

A chuva começava a cair novamente,molhando o vidro e esfriando ainda mais o clima.

 

Ao chegarem na casa de Amy,o garoto foi direto para o banheiro enquanto as meninas tentavam encontrar alguma roupa seca descente para o garoto.Ele tirou os sapatos sujos de lama e logo a o casaco também.

Amora logo trouxe um camisa negra e um short-pijama um pouco curto demais,ela saiu do banheiro para que ele se trocasse.Ele suspirou com o tamanho da peça,ele se quer lembrava que aquilo ainda existia.

Ao sair do banheiro,viu as duas na sala,Amora mechia em algo na estante de livros e Miley estava sentada no sofá.A garoto se assustou ao ver Amy se sentando ao seu lado,ele apoiou o rosto na mão e falou:

-Eu queria saber onde sua mãe se mete o dia todo.

-Eu também.-Ele falava baixinho,olhando para as paredes.A mais velha se encostou no assento do sofá e observou o vento bater na janela,cortando o silêncio que pairava sobre o lugar.

Eles não tinham nada para falar.


Notas Finais


Explicações aqui:
-o capítulo ta chato,eu sei,mas eu pretendo começar com algo mais leve pra depois ir soltando os closes
-a amora meio que aprendeu a dirigir com o padastro,mas isso não importa
-vai ter altos dramas,então controlem o revirar de olhos
-se vc espera uma história com personagens apenas:brancos,cisgeneros,heteros, e sonsos,VC ESTÁ NO LUGAR ERRADO
So avisando msm
espero que gostem
Bj


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...