História And I'll Be Holding On To You - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Twenty One Pilots
Personagens Josh Dun, Personagens Originais, Tyler Joseph
Tags Josh Dun, Joshler, Twenty One Pilots, Tyler Joseph
Exibições 138
Palavras 1.405
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Não vou mentir, estou um pouco orgulhosa por esse capítulo e.e
50 COMENTÁRIOS, É ISSO MESMO? Valeu, gente, muito mesmo <3.
Comentem o que estão achando da história, fico muito feliz quando leio a opinião de vocês :D

Capítulo 13 - Só O Começo


- Ei, Josh. - Tyler o chamava baixinho, tentando acordá-lo. - Acorde logo, vamos lá. Hoje é o dia do concurso de bandas.
Josh se virou na cama e soltou um grunhido, sem querer se levantar. 

- Josh!!! - gritou.

- Só mais cinco minutos, Ty... - ele pediu. 
Joseph decidiu se levantar da ponta da cama e ir até a cozinha. Quando voltou, surpreendeu o outro após jogar água de um pequeno copo que havia trazido em seu rosto.

- Meu Deus!!! Tyler, por que você fez isso?! - Ele saiu freneticamente da cama, enquanto esfregava seu rosto, ainda estava úmido. Tyler ria da reação dele. 

- Desculpe, desculpe. Acho que eu estava muito animado e acabei querendo te acordar de um jeito criativo. 

- Você é um babaca. Sabia disso? 

- Sim, eu sei. Mas eu sou seu babaca preferido.

- É, você é.

Josh pegou um toalha para se secar e os dois desceram as escadas. 

- Que tal, nós já irmos indo? - Josh perguntou. 

- Será que não daria tempo de nós ensaiarmos mais uma vez? Eu não sei... 

- Ty, não há razão para você não estar confiante. 

- Eu estou confiante.

- Então, vamos! Se nós chegarmos agora, teremos tempo para ver as bandas além de nós. Talvez assim você se convença que nós estamos bem sobre o ensaio.

- Ok. Vamos pegar os instrumentos e ir embora. - Tyler desceu para buscar o teclado e partir para o carro de Josh.

 

Quando chegaram no lugar, Josh sentiu o braço de Tyler tremer. 

- Você está bem? 

- Só estou... Um pouco nervoso. 

- Não precisa ficar assim. 

- Tem mais pessoas do que eu imaginava. 

- Olhe o lado bom: mais pessoas irão nos conhecer. - Josh disse. - Ei, você estava todo corajoso na hora de jogar água em mim. Por que agora não está? 
Tyler riu, se lembrando do momento. 

- Tudo bem. Vamos. - Eles saíram do carro e entraram em um grande salão, onde estava um grande número de pessoas. Uma mesa de tamanho médio estava encostada a parede, não muito longe do palco, onde os juízes do concurso iriam ficar, até anunciarem o resultado.

- Josh? Tyler? - Dallon apareceu perto deles. 

- Hey, Dallon. - Josh o cumprimentou. - Ah, Ty, eu queria te apresentar a alguns outros amigos meus. Esses são o Patrick e o Brendon. 

Um garoto, baixinho e usando um chapéu preto, e outro garoto, nem tão alto e nem tão baixo com cabelos e olhos castanhos, sorriram para Tyler. 

- Ah, oi. - Tyler os estendeu a mão, com o sorriso simpático de retribuição.

- Então, quantas bandas já se apresentaram? - Josh falou.

- Não muitas. Mas vocês não precisam se preocupar com isso. Chegaram na hora certa. - Brendon disse. Uma das juízas do concurso encostou no braço de Josh, os chamando. 

- Com licença, vocês são o Twenty One Pilots, certo? - ela perguntou. 

- Sim. Nós somos. - Tyler confirmou.

- Acho que agora é uma boa hora para vocês se apresentarem. Podem subir no palco.
Ela se distanciou. Tyler olhou para Josh.

- Vai ficar tudo bem. - ele disse para o outro.

Ambos subiram no palco, Josh sentou-se atrás da bateria e Tyler levou o teclado até o lugar. De repente, todos estavam com os olhos em direção a eles. 

- Bom, é... - Tyler olhou para Josh, enquanto falava com a platéia pelo microfone. Ele podia perceber seu nervosismo e ansiedade, mas sabia que Tyler iria dar o melhor de si na apresentação, assim como ele. - Somos o Twenty One Pilots. Meu nome é Tyler e este na bateria é o Josh. Nós viemos apresentar algumas músicas para vocês hoje. Esperamos que gostem.
Eles se olharam novamente, indicando para começarem. 

I pounder of something great. My lungs will fill and then deflate. 
...

It's on my sleeve, my skin will scream, reminding me of who I killed inside my dream.
...

I find over the course of our human existence, one thing consists of consistence and it's that we're all battling fear. Oh dear, I don't know if we know why we're here.
...

I have these thoughts so often I ought to replace that slot with what I once bought, cause somebody stole my car radio and now I just sit in silence. 
... 

And now I just sit in silence!
...

Cause somebody stole my car radio and now I just sit in silence.

Logo após a apresentação da música terminar, incontáveis batidas de palmas vieram da platéia. Josh podia perceber os olhos de Tyler lotados de lágrimas de emoção. Ele havia notado que, mesmo aquele sendo o primeiro show deles, de nenhuma forma seria o último. 

Ainda iriam apresentar outras músicas, algumas novas, e as duas primeiras compostas também. 

...

I'm a goner, somebody catch my breath. I'm a goner, somebody catch my breath. I wanna be know by you. I wanna be know by you. 
...

The ghost of you is close to me. I'm inside out, you're underneath. Though I'm weak, and beaten down, I'll slip away into this sound. 
...

Don't let me be gone. Don't let me be!
...

I wanna be know by you...

O salão ficou com mais palmas do que da primeira vez. Todos haviam adorado o show da nova banda local, Twenty One Pilots. Tanto Tyler como Josh soltaram um enorme sorriso. 

- Obrigado. - ele disse no microfone.  - Muito obrigado. 

Eles desceram do palco e foram até seus amigos. 

- Vocês foram incríveis. Com certeza, vocês vão ser os vencedores. - Patrick os parabenizou. 

- Ainda tem algumas bandas que vão se apresentar. Não podemos dizer que já vencemos. - Tyler disse. 

- Provavelmente, sim. Vocês são a melhor banda que se apresentou aqui. - Dallon falou. 

- Só daqui a algumas horas vamos saber se vocês estão certos... Eu espero que sim. 

Cerca de duas horas depois, lotadas de diversas apresentações e outras bandas, também extremamente talentosas, o concurso havia terminado e a banda vencedora seria anunciada. Todos os juízes subiram no palco e começaram o discurso. 

- Nós, primeiramente, gostariamos de parabenizar todos que participaram. Todas as bandas foram extraordinárias, mas, como se sabe, sempre haverá um vencedor... - um dos juízes começou. - Então, devemos anunciar, como os vencedores do Concurso de Bandas Locais de Columbus: Twenty One Pilots!

Todos olharam para Tyler e Josh, que estavam entre as dezenas de pessoas ao seu redor. 

- Vocês poderão pegar o prêmio na saída do salão. Parabéns pela vitória! - uma das juízas falou, correndo até eles. Nenhum dos dois conseguia parar de sorrir. 

- Vamos lá, Ty. - Josh disse. 

- Você pode ir, eu vou ficar aqui por mais alguns minutos. - Tyler falou. 

- Tudo bem. - Ele foi até a saída para esperar pelo outro. 
Um momento após Josh sair e Tyler estar sozinho em meio as pessoas saindo do lugar, uma garota de cabelos loiros se aproximou deles. 

- Vocês tem talento. - ela disse. - Jenna. E você eu já sei, Tyler. 

- Obrigado, Jenna. Eu já te conheci em algum lugar? 

- Na verdade, não. Bom, eu acho que é melhor nós nos falarmos depois, em algum lugar menos movimentado. - Jenna pegou o celular de Tyler e começou a digitar algo. - Eu coloquei meu número aí. Depois nós podemos nos falar. 

- Sim, é claro. 

- Tchau, Tyler. 

- Tchau, Jenna. - se despediu. Ele decidiu ir atrás de Josh. 

- E aí, aconteceu algo demais lá? - ele perguntou após Tyler chegar. 

- Não muita coisa... 

- Depois você me conta. Agora, deixa eu te falar... Nós ganhamos quinhentos dólares.

- O que?

- O prêmio do concurso era quinhetos dólares. Nós ganhamos. - Josh mostrou um envelope com o dinheiro.

- Josh, isso é incrível!

- Eu te disse que iriamos ganhar! E esse é só o começo, Ty. O dinheiro é o minímo. A banda vai crescer e nós não vamos ser conhecidos só aqui. Esse é só o começo do Twenty One Pilots. 

Tyler colocou o braço ao redor de Josh e foi até o carro com ele. Começaram a ir até a casa de Josh, onde sabiam que iriam pensar em como comemorar o início oficial do Twenty One Pilots. 


Notas Finais


O Tyler foi malvado com o negócio da água, tadinho do Josh :v
Espero que tenham gostado desse capítulo! :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...